Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Vulcão : Love Is An Infinite Power.

14.01.17 | Ana Gomes

Tenho andado muito cansada. 

Não que ande com uma vida super agitada de horários e trabalhos intermináveis : quase nada mudou, está tudo na mesma... mas há mais de uma semana que durmo em média duas / três horas e isso engalinha-me o cérebro para o resto do dia. 

 

Na minha vida o "fim-de-semana" pode ser quando eu quiser - é uma questão de gestão estratégica de folgas - mas por uma questão prática faço as minhas folgas ao Sábado e Domingo. Ou a bem dizer : a partir de Sexta à tarde... retomando o trabalho no Domingo ao final do dia. 

Ontem estava estafada. Ansiava por aquele momento "mágico" em que desligamos de tudo... cheguei a casa, fui preparar um chá e na "etiqueta" a mensagem : "Love Is An Infinite Power".

 

Sorri. 

Era impossível não sorrir e não sentir que aquela frase era o resumo da minha semana. 

Na Terça-Feira fiz anos e fiz também o babyshower da minha baby. Apesar de ter estado em stress durante vários dias para que tud acontecesse e corresse pelo melhor foi uma bomba de emoções no final de tudo! Foi mesmo muito bom sentir aquela energia positiva e o carinho que existe por um bebé que ainda não nasceu. 

 

Mas esse dia foi marcado por outro momento... diria... particular. O Tiago decidiu que devíamos ter um cão.

Acredito que ele reconheça a paixão que tenho pelas minhas cadelas ( que estão em casa dos meus pais ) e na realidade falámos de como seria importante para a bebé lidar com animais desde cedo.Também sabia como acho muito importante agir perante os animais que estão em canis e que queria muito adoptar depois um rafeirinho incrível. Na casa nova isso seria até possível já que fica num bairro tranquilo e teremos uma garagem. 

 

O que nunca me passou pela cabeça é que ele achasse que o meu dia de aniversário ( em que ainda estamos a alguns meses de distância dessa mudança ) fosse um bom dia para introduzir um novo membro na nossa família. Nem imaginam o stress em que fiquei, o que chorei - e não foi de emoção positiva - e a noite que passei em claro a tentar encontrar uma solução para a nova realidade. Moramos num apartamento de 40m2, onde nem sequer recebo pessoas porque temos tanto coisa e estamos sempre tão "fora" que não temos a casa preparada para mais nada. 

 

O Tiago ficou tão assustado com a minha reacção que disse que poderíamos sempre dar o cão, que ele tinha ido buscar o cão ao primo que é criador. Que já conhecia pessoas que não se importavam de ficar com ele. Claro que a minha reacção foi ainda pior! 

É que para mim estava fora de hipótese não adoptar e amar um ser-vivo que tinha sido colocado na minha vida. Quem me conhece sabe como me importo e como sofro com e pelos animais. Eu já sabia que a partir do momento em que o visse iria desenvolver um sentimento por ele. O meu problema era não ter as condições necessárias para o receber... nem ter uma vida estruturada para que pudesse continuar a fazer as minhas coisas ( programas fora de horas, viagens, saídas a qualquer momento ) sem ter com quem o deixar. E... convenhamos : temos um bebe a chegar e isso já é um desafio! 

 

Por toda a logística de Terça-Feira foi completamente impossível conhecer o bichinho nesse dia. Vi várias fotos... sabia que ele estava em casa de uns amigos ( mil vezes agradecida por isso ) e só na Quarta-Feira de manhã é que o fui conhecer. 

 

O que aconteceu a seguir é fácil de perceber. O que era suposto ser meia horinha de convívio... transformou-se num dia inteiro de namoro pegado - mais pegado da minha parte do que da dele que só queria dormir. 

 

Passa o dia no trabalho do Tiago - para estar sempre acompanhado e ter muito espaço - e vem dormir a casa. Digamos que tem sido uma espécie de estágio para a vida que nos espera já que passo a noite a ir ver se ele está bem... e ele passa a noite e pedinchar para que fique deitada ao pé dele. 

Ainda não me destruiu nada ( mas sei que vai acontecer e faz parte ) e ando tipo bombeira a "apagar fogos" que é como quem diz : a tentar apanhar as coisas que sei que ele descobriu antes que ele as apanhe. 

Em poucas horas fez com que o dono passasse para segundo plano : as minhas mensagens durante o dia são... para saber do "nosso menino". 

 

Apresento-vos o Vulcão , a prova de que O Amor é um Poder Infinito :) 

IMG_3988.JPG

 

IMG_4002.JPG

 

IMG_4010.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6 comentários

Comentar post