Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

04
Mar19

Viagens Com Bebés - Dicas.

Ana Gomes

D39B8C90-2011-4C1A-9AE6-A1D43F95D51B.jpeg

 

555B3B07-054C-4557-B630-01ED79367F57.jpeg

 

510803B7-79B0-4700-AAB5-9AA8F85D9737.jpeg

 

 

 

Tinha alguns posts pensados sobre a viagem ao Brasil... que acabei por não escrever porque entrámos naquela espiral cansativa e desesperante com o Vulcão. O desfecho foi mau... e enfim! 

Em todo o caso não queria deixar de partilhar algumas dicas que podem ser boas para viajar com miúdos. 

Em primeiro lugar, a consulta do viajante! É importante saber se há algumas vacinas recomendadas, se existem surtos ou algum tipo de sintoma ao qual tenhamos de estar mais atentos. No nosso caso, e tendo em conta o destino : Rio de Janeiro, foi-nos recomendada a utilização de repelente de insectos todo o dia e a administração da Vacina da Febre Amarela. Para além disso foram-nos passadas algumas outras indicações básicas sobre como agir relativamente a alguns alimentos e se a Vi tivesse algum problema na barriguinha. 

 

A minha maior preocupação era mesmo a viagem de avião. Não tenho medo... mas não queria que um voo inteiro tivesse de levar com uma birra do meu monstrinho. Nesse aspecto correu maravilhosamente bem. Levámos um telemóvel cheio de bateria com alguns vídeos disponíveis e um livro com uma "caneta mágica" para que ela pudesse pintar sem fazer a maior bagunça. Basicamente as cores nas páginas são activadas em contacto com água, e basta molhar a tal caneta mágica. Andou connosco o tempo todo, porque de certa forma é um "livro infinito" quando seca as cores desaparecem! Outra coisa que levámos connosco foi comida! Como ela tinha menos de um ano não era servida qualquer refeição a bordo. Fui munida de sopa, fruta e vários snacks da Ella's Kitchen - são biológicos e sem açucares ou ingredientes desinteressantes adicionados. Levei um belo carregamento, já que foram o nosso recurso SOS em toda a viagem. 

 

Ultrapassado o meu maior medo - a viagem - veio aquilo com que não estava a contar : a adaptação. Achei que para ela tudo seria naturalíssimo. Mas no principio estranhou tudo um bocado. Foi preciso uma dose extra de paciência e de colo. 

 

A nível de roupa, a minha ideia foi simplificar ao máximo. Andar o dia todo com duas mudas de roupa, não me chateiam demasiado as nódoas, mas com o calor ou com os fatos de banho molhados, ficam sempre mais confortáveis se formos trocando. E se andava sempre praticamente descascada no exterior... em restaurantes, transportes e espaços comuns fechados está sempre fresquinho por isso levava sempre um casaquinho de malha. Mas a verdade, e como disse, é que ela andava quase sempre de fralda - usamos as Walkers da Muumi nestas alturas, porque são mesmo as mais práticas - e depois um body de alças ou de manga curta e estava feito. Outra das coisas que usámos bastante foram as toalhitas, já sabem, aqui em casa usamos as Waterwipes, e foram perfeitas. Para além do uso comum - a muda da fralda - usámos muito para a refrescar ou para limpar as mãozinhas já que são 99,9% água. 

 

Se tiverem oportunidade de cozinhar, andem com umas sopas em vácuo e a vossa vida fica infinitivamente mais simplificada. Assim ela acabava por comer qualquer coisa na praia e nós não tínhamos de sair a correr para acompanhar os horários dela. Como adora legumes houve mesmo uns dias em que cozinhei legumes aos pedacinhos e que lhe dei como snack, isto porque também percebi que estava a sentir falta dos "paladares" dela. E água de côco! Bebeu muita, directamente do côco na praia, ou as de compra nos restaurantes. É uma bebida muito interessante para hidratar e dar alguns nutrientes, a titulo de curiosidade nestes países é o que bebem quando estão doentes - a vomitar e com desarranjos intestinais - funciona como um soro natural! 

 

Depois o óbvio, protecção solar mesmo antes de sair de casa e com vários reforços ao longo do dia, 2 ou 3 mudas de fato de banho na mesma ida à praia para evitar as assaduras e água termal para ir refrescando os nossos bebés que devem estar o mais possível à sombra! Muitas vezes para melhorar o conforto dela, depois da praia levava banhoca de chuveiro e trocávamos a roupa para estar com menos sal no corpo. E chapéus, turbantes ou lenços! São mesmo um must go. 

 

Boas Férias! 

1 comentário

Comentar post

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D