Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Uma Espécie de Manifesto pelo Direito a Um Amor Melhor.

08.01.15 | Ana Gomes

Uma Espécie de Manifesto pela Direito a Um Amor Melhor. 

 

love.jpg

 

Vivi tanto tempo presa a "falso amor". 

O problema é : quanto mais falava sobre isso mais sabia que não estava certo e que era demasiado comum. Não estou a falar de uma relação. Refiro-me a uma sucessão de vários encontros, relações e desencontros. 

Então acabei por considerar que era isso mesmo. O que eu queria - por muito razoável que me parecesse - era só um ideal, um sonho qualquer que no fim do dia me fazia sentir ridícula. 

Eu queria - e vamos falar com franqueza - o Amor e a Tesão. O carinho e o desejo. 

Eu queria viver em paz e acima de tudo em liberdade. Beijar e ser beijada. Abraçar, puxar e ser desejada.  

Sem saber : eu queria que me elogiassem. Que me fizessem sentir bem, bonita. Em silêncio ou verbalmente. Mas também queria ser protegida. Queria que os abraços, as palavras e as partilhas fossem de confiança e de carinho. 

Eu nunca quis uma pessoa focada só em mim. Não. Eu quis uma pessoa ao meu lado focado no mundo. A caminhar no mesmo passo, no mesmo sentido e até aceitava que por vezes optássemos por atalhos diferentes. 

Ah... e eu sempre quis o mais piroso no Amor : as mensagens de bom dia os desejos de boa noite. 

Os "gosto tanto de ti" e os "quero ir ter contigo". Sim. Eu quis isto tudo. Mas sempre soube que isso eram exigências irreais e coisas de filmes. Eram? 

Aos poucos fui-me habituando a viver assim - afinal de contas eu nunca tinha vivido de outra maneira. 

Mas era? Eu nunca me senti absolutamente feliz. Muito menos Amada. 

Nunca me senti particularmente Especial. 

Não é a aprovação exterior que nos faz ser mais Mulher. Nem deve ser isso que nos faz ser melhores ou ter uma auto-estima maior. 

Mas acreditem. Pode ser isso que nos priva de algum amor-próprio. Porque quem aceita viver assim... por muito que não consiga perceber logo está-se a privar de uma vida melhor. 

 

Eu sei : é mais confortável ter algum Amor do que ter Amor algum. 

Mas quando temos a capacidade de dizer : Basta! O cenário muda. Muda mesmo! 

Quando temos a capacidade de nos começar a Amar em pleno, a cuidar de nós e a abrir o coração para o mundo é mais fácil ter "Sorte". Saber dizer : não. Não gosto assim. Quero desta maneira. Chorar sozinha sempre que for preciso, enviar mensagens às amigas se necessário. Dizer "Que Merda... Estou Farta Disto!"

 

Um dia :

Dizer : "Estou feliz. Temos de ir beber café para te contar tudo."

 

Mesmo que demore muito tempo. 

8 comentários

Comentar post