Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

12
Jan19

Receita Sopa Pinkalicious.

Ana Gomes

6358bca80dea3cac876d1320af62052c.jpg

 

 

 

Fico mesmo satisfeita quando coloco uma imagem no stories de um "prato" e me pedem logo a receita. 

E foi o que aconteceu - uma vez mais - a noite passada, com um foto ZERO cuidada, de uma sopa que foi um improviso de algumas coisas que tinha no frigorífico e que tinham de ser cozinhadas. Ficou muitoooo boa! E com uma cor incrível! Super Cor-De-Rosa, uma sopa Pinkalicious como lhe chamei. 

A receita é muito simples e é excelente - também para os mais pequenos - porque pode fazer com que comam duas coisas que nem sempre gostam tanto : couve-flor e beterraba. 

A couve flor é um óptimo alimento, sendo pobre em calorias é rico em anti-oxidantes e tem também vitamina-C ( é muito comum nas dietas anti-cancro ) e tem benefícios para os ossos e músculos por ser rica em potássio! Já a beterraba é das melhores amigas dos vegetarianos, é muito rica em ferro e em zinco. Muitas vezes vemos a beterraba associada a à pressão arterial já que o seu consumo pode ajudar a relaxar os vasos sanguíneos. Estes são só alguns apontamentos breves sobre estes alimentos! Se quiserem ler mais sobre eles é provável que se apaixonem. Mas... também acredito que não tenha sido este o motivo que vos trouxe aqui, foi um a receita de sopa, não é verdade? Vamos a ela!

 

Ingredientes : 

Cebola

Alho Francês

Couve Flor 

Beterraba 

Água 

Azeite 

Sal Marinho 

 

Descascar a beterraba, fatiar e colocar a cozer. Este é talvez o processo mais longo de toda a sopa, podem optar por comprar a beterraba já cozinhada, sendo que o ideal é que não tenha aditivos. De seguida fiz um refogado com uma colher de sopa de azeite, a cebola e o alho francês, enquanto preparava a couve flor. Acrescentei a couve flor ao refogado e envolvi durante uns segundos até cobrir tudo com água e deixei cozinhar. Quando finalmente a beterraba cozeu, desfiz com a varinha mágica, ainda com um pouco de água e juntei à couve flor e ao refogado, ferve durante um minuto e passa-se tudo! Depois é só temperar a gosto, sal marinho, uma pitada de pimenta preta... 

Ao servir sugiro que polvilhem com sementes de abóbora tostadas ou com sementes de cânhamo! E se quiserem servir bonito, podem reservar pedacinhos de beterraba e de couve flor para colocar inteiros no prato. 

Bom apetite.

 

( a foto é do Pinterest, mas fica assim bem rosinha! ). 

16
Nov18

Cinnamon Rolls - Versão Vegan e Saudável.

Ana Gomes

Um dos meus bolos preferidos é o famoso Cinnamon Roll. 

Os puristas podem-me matar - mas adorava os do IKEA. Acredito que no universo dos hamburgers isto seja tão bizarro como alguém dizer que adora Hamburguers  e os de eleição são os do MacDonalds. 

A verdade é que no meu exemplo, os Cinnamon Rolls não são um bolo super comum de encontrar... talvez o fascínio pelos do IKEA venha exactamente por isso : há sempre... e estão sempre quentinhos. 

 

A grande particularidade deste bolo não é apenas o incrível sabor a canela... é também a forma, as pontinhas mais estaladiças e a massa tão fofa ( e tão cheia do nosso querido glúten... eheheh ). 

 

Há muito tempo que queria tentar fazer o bolo em casa... e provavelmente há uns dois ou três anos teria feito uma versão super normal.... em que a massa levedaria e usaria uma farinha de trigo normalíssima. 

Mas não foi isso que aconteceu! Vamos então à receita, que fica mesmo saborosa! E hey... é vegan! 

9DED1E0D-9EBC-428F-A67B-9A522A921305.jpeg

 

3E138EE2-0B63-4E8D-934A-634A041FF049.jpeg

 

C4DE5992-B192-4914-BF2E-4F389F916687.jpeg

 

Para a Massa : 

2 chávenas e 2/3 de farinha de aveia integral

1 colher de café de fermento

1 colher de café de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de vinagre ( para activar o bicarbonato )

1 pitada de sal

1 colher de sopa de açúcar de côco

1 colher de sopa de óleo de côco

1 chávena de leite vegetal morno ( usei de avelã, porque era o que tinha a uso )

 

Juntar uma chávena de farinha de aveia com o fermento, a pitada de sal, o açúcar e o fermento e o bicarbonato de sódio. Misturar com os líquidos ( leite morno, óleo de côco ) , depois ir adicionando colher a colher a restante farinha ( uma chávena e outra mal cheia ) . Amassar até a massa se soltar das bordas da taça, a massa não é uma massa liquida de bolo, fica mais com a textura de pão. Retirar e amassar com as mãos durante uns três minutos : a superfície deve ter farinha de aveia para não colar! 

Agora deixem a massa repousar um pouco enquanto preparam o recheio.

 

Recheio : 

4 Colheres de Sopa de Açúcar de Côco;

1 Colher de Sopa de Canela

1 Colher de Sopa de Avelãs Picadas ( opcional ) 

 

No caso do recheio, basta misturar os dois ingredientes, caso queiram mais doce devem juntar mais açúcar ou mais canela dependendo do objectivo final. 

 

Estender a massa com um rolo em forma de quadrado, pincelar toda a massa com óleo de côco derretido, e espalhar o recheio. Depois basta enrolar - como se fosse uma torta - e cortar com uma faca afiada sem exercer muita pressão sobre o rolo. 

Está pronto a ir ao forno, podem juntar todos os rolinhos para ficar com aspecto de rolo ou podem colocar separadamente - como fiz. 

Levar ao forno pré-aquecido a 180' e cozinhar cerca de 25 minutos. Sim... é mesmo rápido!!! :) 

 

Enquanto iam ao forno, fiz uma espécie de caramelo ( sobrou-me açúcar e canela para o recheio ) e coloquei ao lume com mais um bocadinho de leite de avelã, quando retirei os rolinhos do forno, espalhei o caramelo por cima... deixei arrefecer ligeiramente e deliciei-me com um chá. 

 

Bom Apetite! 

 

 

16
Out18

Creme de Avelã e Cacau - Nutella Saudável.

Ana Gomes

 

9F400B7A-BFCD-4E85-9289-C58040D9C369.jpeg

BA18DBCD-F336-4C1B-A3AB-3D661ABAB8B6.jpeg

 

 

CE3DDA9C-C3C5-41CD-A4D2-6A7F6A577729.jpeg

 

 

Quase, quase, quase deixava passar um dia tão importante como o Dia da Alimentação em branco. 

 

Mas impossível!! Estou a usar o resto da minha energia para partilhar convosco uma daquelas receitas de lamber a colher - e os dedos - a inspiração é a Nutella, sim!!!! Mas.... para não defraudar o palato dos mais gulosos vamos-lhe chamar Creme de Avelãs e Cacau. 

 

Confesso que não adoro o processo da receita, preciso urgentemente de encontrar avelãs sem casca. É que nada me toma mais tempo - e me inibe de fazer esta receita mais vezes - do que ter de tirar a casca das avelãs depois de as tostar, e sim... geralmente colocá-las ainda quentes num pano e esfregar resulta... mas comigo nunca fica a cem porcento ( e acho que é mesmo o truque para ficar deliciosa, avelãs bem tostadas... e sem casca ). 

 

Tostar 200gr de avelãs no forno cerca de 15 minutos, depois descasca-las e colocar num processador até começarem a libertar "óleo". Nesta fase juntamos o cacau ( uso 3 colheres ), 2 colheres de sopa de mel, uma pitada de sal e vou adicionando água até ficar com a textura que quero, 4 a 5 colheres são o suficiente na maioria das vezes, também costumo adicionar uma colher de café de óleo de côco. Podem adoçar esta pasta como quiserem , sendo que se substituírem a água por leite vegetal não necessitam de colocar tanto mel, já que o leite é naturalmente doce, mas não o suficiente para dispensar algo que vá adoçar a mistura. 

 

Lambuzem-se!!! 

 

200g de avelãs ( uso estas da Prozis - promocode barbieprozis ) 

3 colheres de sopa de Cacau ( uso este da Iswari - promocode isbarbie ) 

Mel ( uso o bio do Aldi )

Óleo de Côco ( uso este da origensbio ) 

 

 

12
Jan18

Craving a Natural Meal?

Ana Gomes

76FAC21B-41E6-46DF-8C81-3DDF11D71DAE.jpeg

Se me falam em brunch eu fico atenta. Se me falam em comida saudável eu fico atenta. Se me dizem ovos, panquecas, sumos verdes... eu ponho-me a caminho. 

Felizmente cada vez mais existem opções para quem - como eu - tem desejos de comidas saudáveis! 

Quando o Crave abriu nas Amoreiras marquei lá um almoço com uma amiga. Coincidiu com aquela altura em que estava a ficar saturada de comer peixe e decidi experimentar a Vegan Bowl - que agora se chama Earthy mas que se poderia chamar Céu na Terra ahaha - adorei a combinação de sabores e fiquei tão saciada que nem consegui terminar a minha taça. Tanta variedade, tantos ingredientes frescos, combinações diferentes, interessantes... voltei várias vezes - e continuarei a voltar. Como sigo a Natural Crave no Instagram apercebi-me que tinham aberto numa nova morada, a Rua da Boavista nr32, e que... havia Brunch ao Sábado. Ermm, digam lá outra vez? Brunch... com aquelas opções incríveis? 

Já não passava um fim-de-semana em Lisboa há bastante tempo ( não contando com os das festas de Natal e Fim de Ano ) e na primeira oportunidade fomos. Adorei! O espaço é simples e bonito e é tudo tão bom como as famosas bowls. Escolhi uma tosta de abacate com ovo escalfado e panquecas de aveia e banana com frutos vermelhos e nutela Vegan, também pedimos uma fritata de legumes e o Tiago experimentou a tosta de Ovo Escalfado, Cogumelos e Bacon. Eu bebi um super sumo verde - energia pura - e fiquei com a certeza absoluta que irei regressar quer seja para Brunch - só ao Sábado - ou para almoçar ou lanchar durante a semana porque o menu é mesmo a minha cara. Comfort Food com ingredientes saborosos e saudáveis. 

 

Menu do Brunch aqui.

Site com todas as informações e Menus. 

 

Podem perder a cabeça com as fotografias que vão partilhando nas redes sociais, sendo que o mais provável é que ganhem bastante apetite! 

 

 

 

 

 

008D56EA-9364-4EFC-B301-19AF3E72F1B6.jpeg

 

1C8F5A9C-F79E-4DB5-A4C2-E674294F4BF3.jpeg

 

0AB66C39-A246-4A2A-AD54-FC92105EB8EC.jpeg

 

3071E1F0-2527-4930-9C61-D9C325F92C84.jpeg

 

Crave : 

Amoreiras - Piso 0  Segunda a Domingo - no horário do shopping.

Ou

Rua Da Boavista, nr 32, Lisboa - Segunda a Sábado. 

 

 

 

 

 

 

13
Out17

Club Life To Go - a morada Lisboeta da comida funcional.

Ana Gomes

DSCF4847_preview.jpeg

Quero muito - e cada vez - responder às vossas perguntas de "onde ir jantar, almoçar, lanchar, namorar.... em Lisboa". 

E quero-vos responder a essa pergunta com este tipo de posts : eu fui, experimentei e adorei! 

E neste caso em particular do Club Life To Go senti-me realmente satisfeita por compreender que já não há medo em apostar neste tipo de projectos em Portugal. É que este restaurante / grab and go tem uma oferta super variada de receitas sendo que naquela cozinha não entram açucares refinados, gluten ou leite : a lactose só existe nos queijos que são ingrediente em algumas receitas. Todas as propostas são de comida funcional : que é riquíssima em nutrientes e muito saciante. Não se preocupem se as doses vos parecerem pequenas, nem vale a pena encher o tabuleiro, bom... na verdade vale, para que possam experimentar vários pratos, mas não necessitam de o fazer sob o ponto de vista da saciedade. 

Este conceito veio do Brasil - em que estas preocupações alimentares estão na ordem do dia - e encontrou a sua primeira morada na Avenida Elias Garcia. Da minha parte só quero que comecem a crescer rapidamente por esta Lisboa fora. É tudo "do bem" e tudo muitoooo bom! 

Já passou uma semana e ainda sonho com aquela Coxinha Vegana feita com batata doce e cogumelos trufados. 

 

Ah... um conselho final : nunca provem a versão Club Life To Go do "Snickers". Nunca mesmo. 

Ou então provem e depois nunca mais consigam pensar noutro chocolate na vida. 

 

DSCF4826_preview-2.jpeg

 

DSCF4831_preview.jpeg

 

DSCF4834_preview-2.jpeg

 

DSCF4840_preview.jpeg

 

DSCF4842_preview-2.jpeg

 

Mais infos no Facebook do Club Life To Go. 

 

Av Elias Garcia 84 A
Lisboa

 

 

28
Set17

Rubrica RFM - Top 5 - Dicas para Combater a Queda de Cabelo.

Ana Gomes

 

 

 

a7918212b657dab8c772009017d727bb.jpg

 

No Outono as folhas caem das árvores. E há muitas pessoas que se queixam de queda acentuada de cabelo. Afinal de contas o ciclo parece igual para todos e de facto esta é uma altura do ano em que é natural que isso aconteça. Não é de estranhar por isso que comecemos a ver uma forte campanha de lançamentos de produtos por esta altura. 

 

Mas... existem algumas dicas que podemos adoptar e poderão - efectivamente - fazer a diferença : 

 

5 - Evitar o uso excessivo de modeladores e secadores de cabelo : 

 

Ocasionalmente ou com as devidas precauções o impacto destas acções mecânicas sobre o cabelo pode não ter  muita influência. Mas numa prespectiva continuada ou exagerada podem não só potenciar a queda como agredir o cabelo.

 

4 - Perceber junto de um profissional - cabeleireiro ou dermatologista - quais os melhores produtos :

 

Existem vários tratamentos intensivos no mercado, mas pode ser o caso de nem ser necessário. Escolher um champô ou uma linha de tratamento adequada ao vosso couro cabeludo poderá ser o suficiente! 

 

3 - Hidratar bem o cabelo antes de o pentear : 

Seja imediamentamente depois do banho - ainda com ele molhado - ou depois já com ele seco. É muito importante que o cabelo esteja hidratado para que este processo aconteça de uma forma facilitada e que não estejamos a massacrar o cabelo, utilizando a força para o desembaraçar, resultado : cabelos partidos. 

 

2 - Controlar os niveis de stress: 

 

Parece um pedido impossível? Mas devia estar no nr1 deste TOP! Façam-no pela vossa saúde no geral - obviamente... mas saibam que isso também influencia o vosso cabelo e neste caso a queda do mesmo! 

 

1 - Alterar os hábitos alimentares : 

Especialmente nos periodos criticos... Sabiam que o baixo consumo de proteínas, vitaminas e minerais pode levar à perda do brilho, à quebra, queda e até interferir no crescimento do cabelo? 

Salmão, nozes, batata doce, cenoura, espinafres, manga e ovos são bons exemplos de alimentos que podemos incluir numa dieta saudável que potencia o crescimento e a saúde capilar. 

 

9d64c0ecf4ddf26afee669995f32ff4e.jpg

 

 

 

 

25
Set17

Receita Saudável - Couscous Mediterrânico.

Ana Gomes

BC41D0FA-E700-4F6E-B2E8-A8EAA306BC64.jpeg

 

A foto não é minha - como podem perceber pela marca de água - mas confesso que ODIEI as fotos que fiz ao meu couscous a semana passada. 

E não pensei refazê-las por um motivo simples: achei que o frio tinha chegado e que teria de deixar a sugestão para outras núpcias. Estas saladas frias são a minha solução rápida, fresca e saudável para os dias de calor e pouco tempo. Mas felizmente as temperaturas voltaram a subir e a receita ainda faz sentido.

Confeccionar o couscous é a coisa mais simples do mundo e permite-nos ter uma refeição completa em pouquíssimo tempo, para duas pessoas e doses bem generosas usei : 

1 copo de água a ferver e 1 copo de água de couscous. 

 

Colocar o couscous num prato de sopa ( e não numa tigela ) e verter a água fervida por cima. Usei uma cafeteira para ferver a água por isso só temperei neste momento : sal, pimenta e cominhos. Depois esperamos 5 minutos ( o tempo do couscous absorver a água ) e separamos os grãos com um garfo! Mais simples impossível :) Neste momento há quem coloque um pouco de manteiga ou azeite, mas geralmente não o faço. Aconselho também a que dispensem os cominhos caso não gostem de sabores exóticos! 

 

Próximo passo? Abrir o frigorífico e perceber que alimentos fresquinhos estão por lá! 

A minha sugestão : 

Tomate, Cebola, Pepino, Azeitonas e Queijo Feta : Mais mediterrânico era praticamente impossível. 

Picamos todos os ingredientes e esfarelamos o queijo feta. Depois é só envolver com os couscous idealmente numa taça larga e funda para podermos fazê-lo à vontade.

No final basta corrigir o temperos e acrescentar um pouco de azeite se acharmos necessário. 

Decorar com uma rodela de limão e com tomate cherry aberto ao meio e está pronto! 

 

 

Para fazer esta receita vou precisar de :

Couscous

Sal, Pimenta, Cominhos

Manteiga e/ou Azeite (opcional)

Queijo Feta

Tomate

Cebola

Pepino

Azeitonas 

 

 

Bom Apetite :) 

 

 

18
Set17

Receita Saudável - Pesto de Abacate.

Ana Gomes

IMG_5585.JPG

 

Adoro quando vou partilhando as minhas compras e o que vou comendo no instastories e invariavelmente alguém me pede a receita, ou uma dica, ou mais sugestões de receitas saudáveis. 

Vou tentar ser regular nestas partilhas e uma vez por semana quero estar por aqui para contar alguma coisa! 

Não liguem à má luz da foto : só tirei uma, por brincadeira, para o instastories e ... foram tantos os pedidos que acabei por guardar para partilhar! 

A base da receita é curgete espiralizada e o "decor" são espinafres crus! O molho : pesto de abacate!

A receita? Mais simples impossível - rendeu molho para três pratos - e eu ainda repeti por isso... creio que poderia dar tranquilamente para 4 com estas medidas : 

 

 . 1 abacate médio
 . 1 mão cheia de manjericão fresco 
 . 6 a 8  nozes 
 . 2 dentes de alho 
 . sumo de 1/2 limão 

– bater no liquidificador o abacate, o manjericão, as nozes e o alho ( eu uso a Cuisine Companion com a lâmina de triturar ). 
– ainda batendo, adicionar aos poucos o sumo de limão (eu não usei azeite, mas quem preferir pode acrescentar um pouco até o molho ficar cremoso).  

 

04
Ago17

Receita rápida de Verão.

Ana Gomes

IMG_3771.JPG

Como sabem não tenho tido muito tempo livre. Visto de fora até pode parecer que sim... mas só quem toma conta de um recém nascido a tempo inteiro sabe como o tempo se relativiza de uma forma peculiar.

 

Ontem estive sozinha com ela o dia todo e quando dei por mim eram quase 3 da tarde e não tinha almoçado. Abri o frigorífico e em 5 minutos tinha um almoço super saboroso, leve, fresco e MUITO saudável.

 

Courgete espiralizada ( utilizei o espiralizador electrico da FLAMA - adorei o resultado! Conseguimos fios crus bastante longos sem desperdício ).

Tomates Cherry

Meio abacate esmagado

1 ovo escalfado.

 

Eu optei por não cozinhar a courgete ( pode ser cozida e salteada ) e temperei apenas o ovo ( sal e pimenta em cru ). A gordura utilizada foi mesmo a do próprio abacate mas é óbvio que se pode temperar com azeite ou com condimentos a gosto.

 

Bom Apetite!  

IMG_3772.JPG

 

20
Mar17

Banana bread - Receita Sem Farinha e Sem Açúcar.

Ana Gomes

IMG_6991.JPG

Já sabem que adoro cozinhar, e quando o desafio é uma receita saudável podem sempre contar comigo para por as mãos na massa! 

Saí da minha última consulta com a Dra. Iara Rodrigues com uma séries de receitas novas para experimentar ( esta semana partilho o feedback da consulta convosco ).

 

Depois do sucesso das bolachinhas de Banana e Aveia ( que são de babar ) decidi que me aventuraria primeiro no Banana Bread. É uma óptima opção para pequeno-almoço ou lanche e para além de muito saboroso é bastante saciante. Morninho então... nhom! Uma chávena de chá e uma fatia ( ou duas.. para ser realista ) e temos um maravilhoso lanche. 

 

A receita é daquelas para fazer todas as semanas! Para além disso abrange vários planos alimentares já que, por não ter farinha nem açúcar, é low carb e paleo! 

Vão reparar que a receita tem nozes e que eu usei amêndoas. A explicação é simples: estou numa missão de "limpeza" e privilegio os ingredientes que já tenho a uso. A semana passada abri um pacotinho de amêndoas laminadas e sobraram. Prefiro a combinação banana / noz mas como queria acabar com as amêndoas decidi usá-las! :) O único objectivo foi não estragar ingredientes... nada mais! Sugiro que adoptem também esta táctica na vossa cozinha. 

Ou seja: recriem receitas com os ingredientes que já têm na vossa dispensa ou frigorífico. Vão evitar desperdício e o resultado final será - naturalmente - mais económico e ecológico.

 

Mas vamos ao que interessa! 

 

BANANA BREAD

Ingredientes :

- 6 ovos biológicos

- 4 bananas maduras

- 150g de Coco Ralado

- 10 Nozes Picadas

- 4 colheres de Sopa de óleo de coco ( ou azeite )

- Canela ( a gosto )

 

Bater os ovos com a gordura escolhida, posteriormente adicionar as bananas esmagadas, o coco ralado e a canela. Mexer tudo muito bem. Finalmente juntar as nozes picadas.

 

Levar ao forno ( pre-aquecido a 180º ) entre 30 e 40 minutos. 

Tapem com papel de aluminio para que cozinhe mais rápido sem queimar. Idealmente utilizem uma forma de bolo inglês untada e forrada com papel vegetal.

 

Depois dos 30 minutos tirei o papel de aluminio e deixei corar.

 

Bom Apetite! 

 

IMG_6986.JPG 

IMG_6996.JPG

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D