Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

13
Set18

Rubrica RFM - TOP 5 - Snacks Saudáveis Para as Lancheiras.

Ana Gomes

Com o regresso dos miúdos à escola ( ou até mesmo dos graúdos ao trabalho ) muitas vezes torna-se difícil saber o que levar para os lanches. Somos bombardeados com informações confusas e balançamos entre rótulos que apelam a qualquer criança.... e aquelas opções que achamos que são as melhores. E a verdade é que em muitos dos casos são precisamente o oposto : aquilo que mais nos chama a atenção... acaba por não ser a melhor escolha.

 

Mas hey! Este conteúdo não é um julgamento! São apenas ideias simples e exequíveis de pequenos snacks que podemos incluir nas lancheiras dos miúdos ( ou até mesmo na nossa marmita ). A ideia é tentar educar o gosto e fazer destas opções alternativas válidas e saborosas que serão rapidamente incorporadas nas vossas dinâmicas familiares. Não se esqueçam que somos seres de hábitos e acima de tudo : aprendemos pelo exemplo! 

Não se esqueçam de incluir sempre água e uma peça de fruta extra que pode ser sempre uma alternativa válida. 

 

 

 

Captura de ecrã 2018-09-12, às 17.06.47.png

 

5 - Maçã Verde Com Manteiga de Frutos Secos. 

 

A ideia é que a maçã já possa ir cortada em fatias ( podem colocar um pouco de sumo de limão para não oxidar ) e juntem uma generosa colher de sopa com manteiga de frutos secos ( amendoim, amêndoa ou caju ). Importa dar uma olhadela no rótulo, nenhuma destas manteigas deverá ter açucares adicionados ou ingredientes desnecessários, podem inclusive ser feitas em casa e para tal basta que se triturem os frutos secos escolhidos até se transformarem numa pasta! Este snack é muito nutritivo e saboroso, o contraste de texturas é divertido e os miúdos adoram! 

 

4 - Muffins de Maçã e Cenoura. 

 

Esta opção não tem glúten nem açucares adicionados e resulta num bolinho bem saboroso! Como também não tem ovos é uma receita super inclusiva que pode ser utilizada até para os mais pequeninos. Podem consultar a receita aqui.  As receitas mais populares de muffins que não levam açucar têm banana - e são DELICIOSOS - mas aqui a ideia era dar também uma alternativa às receitas mais comuns. 

 

3 - Wraps Salgados : 

 

Se o vosso apetite for mais para salgados do que para doces, esta opção é excelente! O recheio fica ao vosso cargo, mas sugiro sempre uma boa proteina e folhas verdes ( não vale colocar molhos do tipo maionese e afins... que estragam todo o propósito ). A massa dos wraps faz-se em poucos minutos e pode ficar colorida se quiserem tornar a experiência mais divertida. Só vão precisar de : 

 

1 ovo, 

2 colheres de tapioca hidratada

Temperos a gosto 

 

Juntar todos os ingredientes e colocar numa frigideira, deverá ficar com o aspecto de um crepe e depois basta cozinhar de ambos os lados ( cerca de 1 minuto ) e rechear a gosto, podem incorporar beterraba cozida ou espinafres cruas na massa e triturar, desta forma ficarão rosa ou verdes! 

 

 

2 - Barritas de Aveia Sementes e Chocolate.  

 

Infelizmente não posso recomendar que generalizem todas as de compra como boas ou más. E por isso - e para simplificar - dou-vos uma ideia de uma receita super fácil e rápida de fazer! 

 

Esta receita é da Joana Limão e ... tem chocolate! Vai de certeza fazer as delicias de todos! 

 

Ingredientes (para 12 a 14 unidades):

— Dez tâmaras sem caroços;

— Um quarto de chávena de mel;
— Um quarto de chávena de água;
— Duas chávenas de flocos de aveia;
— Meia chávena de amêndoas inteiras;
— Meia chávena de sementes de girassol;
— Um quarto de chávena de sementes de abóbora;
— Uma pitada de sal marinho.

Modo de preparação:

Demolhe as tâmaras durante 30 minutos. Pré-aqueça o forno a 170 graus.
 
Num processador de alimentos, triture as tâmaras até formarem uma pasta e, junte o mel e a água. Adicione a aveia, as amêndoas e as sementes, envolva mais um pouco até obter uma mistura homogénea.
 
Espalhe esta mistura numa forma forrada com papel vegetal, espalmando bem para que fique uniforme.
 
Leve ao forno durante 40 minutos, retire da forma e leve novamente ao forno (só com o papel vegetal) por mais 15 minutos ou até a superfície ficar dourada.
 
Deixe arrefecer e, com uma faca de serrilha, corte em forma de barrinhas. Derreta o chocolate e, com a ajuda de um garfo ou de uma colher, salpique, em ziguezague, as barrinhas.

Para as conservar, guarde-as num recipiente hermético.

 

 

 

 

 

 

 

1 - Bolinhas Energéticas: 

 

Aparentam ser brigadeiros e na verdade são uma explosão saudável de energia e sabor! São muito práticas de transportar e têm a vantagem de ser muito saciantes -  e gulosas para os olhos - 

 

A receita que vos sugiro é da Dra. Iara Rodrigues : 

Ingredientes:
  • 1 chávena de bagas a seu gosto (amoras brancas e / ou bagas goji)
  • 1 c. de sopa de sementes de chia
  • 1 c. de sopa de cacau cru
  • 10 tâmaras (sem caroço)
  • 3 c. de sopa de água
 
MODO DE PREPARAÇÃO
  1. Coloque as bagas, as sementes de chia e o cacau cru num processador de alimentos e bata até estar tudo bem envolvido;
  2. Adicione ao preparado anterior as tâmaras e a água e volte a bater;
  3. Com a ajuda de uma colher retire 1 – 2 colheres do preparado final e com as mãos faça bolinhas (como se fossem brigadeiros). Repita o procedimento até terminar a “massa”;
  4. Coloque as raw bites numa caixa e conserve no frigorífico durante, no máximo, uma semana.
 

 

07
Jun18

Rubrica RFM - Top 5 - Dicas Ecológicas Para Educar os Mais Pequenos.

Ana Gomes

ecomiudos.jpg

 

 

 

Esta semana comemorou-se o Dia Mundial do Ambiente. 

A verdade é que já não é a primeira vez que este tema é assunto nesta rubrica, mas lá está, acredito que pela repetição se apreendem os hábitos! Hoje trazemos um top 5 de ideias para ajudar os mais pequenos a adquirir uma consciência ecológica. 

Se as próximas gerações forem educadas ou sensibilizadas a enraizar hábitos ecológicos nas suas rotinas... estes momentos acabarão por ser "naturais" e não um esforço. Vamos a isto? Aposto que há por aí filhos, primos, sobrinhos ou afilhados, certo?

 

 

5  - Criar um mini-ecoponto em casa.

 

Todos sabemos que as crianças adoram participar nas tarefas dos adultos. Se na generalidade dos casos acabam por não atrapalhar, neste caso podem não só ajudar como ficar entretidos. A ideia é que os comecem a habituar a entender qual das cores dos caixotes diz respeito a que material e que possam de uma forma lúdica ir ajudando com o lixo da reciclagem. 

 

4 - Não utilizar palhinhas. 

 

Este é um dos principais flagelos dos tempos modernos e é uma coisa tão simples e tão desnecessária! Mas imagem que os vossos pequenos NUNCA usam uma. Rapidamente deixará de ser tão comum. Já existem várias alternativas - bambu e inox são as mais conhecidas - caso sintam essa necessidade em algum casa. 

 

3 - Brincadeiras ao Ar Livre. 

 

A recolha de lixo - controlada e supervisionada por um adulto - pode ser uma boa actividade para praticar ao ar livre. Nomeadamente naqueles intervalos na praia em que os miúdos querem ir ao banho e ainda não podem... ou quando começam a ficar aborrecidos na tarde que planearam com os vossos amigos. O contacto com o exterior é obviamente fulcral para o desenvolvimento mas cada vez mais os programas em família passam de casa para espaços comerciais. Verdade? 

 

2 - Consumo de Energia! 

 

Provavelmente nem os "mais crescidos" têm noção que os carregadores e as fichas de electricidade consomem energia mesmo quando não estão a carregar. O ideal será optar por tomadas ou extensões que tenham o seu próprio interruptor e ensinar os miúdos a desligá-lo. É que cada vez mais os brinquedos ou os dispositivos que se utilizam carecem de baterias ou carregadores que - regra geral - estão sempre ligados. Outra ideia interessante será colocar uns auto-colantes divertidos nos interruptores da luz para que se lembrem de desligar as luzes que não são necessárias. É dos desperdicios mais fáceis de controlar e que muitas vezes - até nós - ignoramos. 

 

1 - Jogos Ecológicos. 

 

Há atitudes e formas de lidar com as crianças que rapidamente teriam algum impacto. Reutilizar brinquedos ou comprar muito menos brinquedos seria uma boa forma de os habituar a ter menos coisas... logo um comportamento de consumo mais eficaz. Acontece que nem sempre é fácil controlar estas questões, verdade? Não custa que façamos este esforço. Mas há outras brincadeiras ecológicas que podemos fazer. Utilizar algumas matérias - tipo rolos de cozinha, cartões de embalagens e por aí fora - como bases de pinturas ou para a construção de bonecos. Fazer uma "corrida" no banho, para que se habituem a gastar pouca água... ideias não faltam :) 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D