Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

26
Ago15

Suplementos Online - Zumbu .

Ana Gomes

image.jpg

 

 

Há por aí "viciados" em desporto e em alimentação?

Confesso que este mundo ainda é quase novidade para mim. Sou uma curiosa, que gosta de ir lendo, de chatear os PT do Holmes Place com dúvidas mas confesso que não sou uma profunda conhecedora. 

Sei que há treinos em que preciso de ajuda extra, de uma solução rápida, prática e eficaz e nem sempre consigo isso sem recorrer a estas preciosas ajudas. 

Iniciei o meu contacto com o mundo dos suplementos alimentares numa consulta com um nutricionista - há uns anos - e desde então sempre que me cruzo com um site vou dar uma vista de olhos no que se passa por lá.

Descobri recentemente o ZUMBU - por sugestão - e encontrei promoções simpáticas e ofertas na primeira encomenda e por isso seleccionei uns itens. 

Valeu muito a pena pela água de coco - ADORO e nem sempre se consegue encontrar a um preço simpático - e pelas barrinhas e bolachas com altos valores proteicos - e que só como em SOS e em substituto de refeição após o treino. 

Já conheciam a loja? A minha encomenda chegou logo no dia a seguir a ter concluido o processo online. 

Ainda não provei tudo ( como vos disse só consumo estes tipo de alimentos em situações particulares ) mas comi o Oh Yeah! ( em destaque na foto ) e é MARAVILHOSO. 

 

Partilho convosco as promoções que encontrei : 

 

- código " NEW " que permite um desconto de 5€ na primeira encomenda (quando estas têm um valor superior a 30€).
- código " 10OFF " que oferece 10% de desconto em qualquer produto das seguintes marcas: Gold Nutrition, Amix e Now.

 

 

O link para o site e facebook da zumbu. 

03
Jul15

Rubrica RFM - Os saldos e a motivação para o desporto.

Ana Gomes

Hoje vamos abordar dois temas que parecem ter muito pouco em comum... mas que se podem complementar!

 

rfmdesporto.jpg

 

rfmdesporto2.jpg

 

rfmdesporto3.jpg

 

rfmdesporto4.jpg

 

rfmdesporto5.jpg

 

rfmdesporto6.jpg

rfmdesporto7.jpg

rfmdesporto8.jpg

rfmdesporto9.jpg

rfmdesporto10.jpg

 

Como sabem defendemos um estilo de vida saudável e por isso vamos falar de actividades desportivas e saldos ;)  Se a ida às compras pode ser uma verdadeira maratona ou possamos falar "de uma corrida" até às peças porque tanto esperámos... o desafio de hoje é mesmo que aproveitem estas incursões para adquirir roupa adequada às práticas que mais gostem! 

 

É extremamente importante que o equipamento que usamos seja adaptado ao desporto e há peças tão fundamentais como o calçado ou mesmo o soutien no caso das mulheres. Parecem ideias supérfulas? Pois... mas não são! 

 

Felizmente podemos encontrar peças adaptadas e melhoradas na generalidade das marcas - e não só nas dedicadas ao desporto - mas devemos sempre pensar nestas aquisições como algo importante para a nossa saúde e bem-estar físicos.

 

E até... como uma motivação extra! Ou um miminho especial para o momento em que vamos ao ginásio ou fazer uma caminhada!

Já sabemos que não há nada de errado em treinar com uma t-shirt em fim de vida e umas calças largueironas ( já que o que importa é treinar ) a opção de escolher e usar peças que nos façam sentir confiantes e confortáveis pode ser fundamental!

 

E porque não juntar o útil ao saldo e aproveitar para investir em equipamento? É que mesmo existindo colecções sazonais.. o que interessa é procurar peças adequadas e de boa qualidade é mesmo uma boa altura para reforçarmos a gaveta das peças de treino e usa-las muito o ano inteiro. 

 

 

27
Mai15

O que se treina no ginásio... até podem ser as emoções!

Ana Gomes

Captura de ecrã 2015-05-27, às 19.49.22.png

 

 

Acho que estou a criar uma ligação demasiado emotiva com o meu ginásio. 

Isto só me dá para rir mas acreditem... a vida de "free lancer" pode ser muito solitária e já aqui disse que tenho feito do "Bliss" - o bar do Holmes Place das Amoreiras - o meu mini escritório. Fico por lá a escrever entre treinos e sempre estou acompanhada pelas pessoas que vão passando, o que é muito agradável para combater o silêncio que é trabalhar em casa. 

E é mesmo bom perceber as empatias que se vão criando, os hábitos, a simpatia das pessoas com quem acabamos por estar todos os dias.  

E há um "grupinho" especial! Três amigos bem mais velhos que eu e que por ali se juntam todos os dias... e como eu ADORO ouvi-los falar. As conversas dividem-se entre tontices e o Benfica ( e as tontices do Benfica ) mas há sempre, sempre, sempre coisas para aprender. 

 

Na aula da manhã o Tiago ( treinador ) disse-me : "Acorda! Hoje estás cheia de sono."  Disse-lhe que não tinha sono mas que estava triste. Acontecia-me. Disse mesmo assim " Hoje não me piques... estou triste.. acontece-me" e ele respondeu : "O que vale é que tens sempre um sorriso."

Horas depois ouvi uma pessoa dizer - sobre um assunto muito pouco dramático - que para sermos felizes temos de por a razão de lado. Não estava a falar comigo ou sobre mim. 

 

Mas caraças como aquelas palavras ficaram a ecoar na minha cabeça. E é tão verdade... Há dias em que estou numa tristeza e num sofrimento absurdos porque quero mostrar a minha "verdade" , a minha "razão" ou o meu "motivo" e seria tão imensamente feliz se deixasse isso de lado. 

 

No ginásio não se treina só o corpo. Trabalham-se também as emoções. Verdade? 

 

25
Fev15

Divagações sobre o ginásio.

Ana Gomes

girlworkout.jpg

 

 

Passam-me centenas de coisas pela cabeça quando estou no ginásio.

 

Há inclusive aulas em que sinto vários picos de emoções :

- começo motivada;

- passo para a indiferença;

- quero chorar por ser desengonçada e descoordenada;

- penso : só mais um bocadinho;

- riu-me por ser desengonçada e descoordenada;

- relaxo;

- fico tensa;

- há alturas em que choro ( mas nem se nota... transpiro quase sempre );

- enfio-me no banho

- fico bem

 

A melhor parte das idas diárias ao ginásio é inequivocamente o momento em que entro no duche. Mais do que a transpiração, ou a maravilhosa sensação que será sempre ter água morna a cair no corpo, naqueles minutos sinto a divina reliquia que a vida nos dá : O dever cumprido. 

Hoje viajei para as minhas aulas de educação física. Nunca me baldei. Quero dizer : nunca me baldei às aulas. Nas aulas era uma balda. Eu tentava correr : não conseguia. Tentava fazer os exercícios : era o terror. 

Sofri um bullying nada traumatizante porque : usava óculos, tinha um ar de menina/boneca de loiça, não era magra e nunca consegui chegar com os dedos das mãos às pontas dos pés. 

Mais tarde, e numa clara demonstração de Amor, era sempre a primeira a ser escolhida para as equipas de futebol. Quando o assunto era badmington nem tudo corria mal, mas se o voley era o desporto do semestre o Helder servia SEMPRE por mim. 

Finalmente uma breve incursão pelo rugby : adorável desporto que nos permitia chafurdar na lama. 

Os melhores dias ? Claramente quando chovia e tínhamos furo. 

 

O mais engraçado é que hoje a ideia de não passar pelo ginásio me deixa desconfortável. Um desconforto diferente daquele que sinto quando olho para o meu corpo desengonçado. Há uma diferença entre um corpo desengonçado que se esforça e outro que preguiça. Não falo de volume corporal... falo de postura mental. Falo da vida no fundo. Não falo de gordos, magros ou assim-assim. Falo de mim. Só isso. Menos chateada comigo.

 

( E sim... adoro os sorrisos cúmplices das pessoas com quem se vai treinando sempre... uma espécie de "força, vamos a isto!" que se troca sem palavras nos corredores do Holmes Place das Amoreiras ). 

 

02
Jan15

RFM - Dicas para manter o foco no ginásio e... aproveitar os saldos ;)

Ana Gomes

Reebok_Les Mills_PR Image_7.jpg

 

noexcuses.jpg

 

Uma das resoluções de ano novo mais comum é : Regressar ao ginásio ou retomar a prática de exercício físico. 

E se é óbvio que este numero é considerável porque o hábito se vai perdendo com o passar do tempo.. não deixa de ser uma das resoluções que mais benefícios pode trazer para o corpo e para a mente. 

 

Mas o que podemos fazer para manter a motivação... e o foco? 

 

É importante estabelecer regras : umas rígidas e outras absolutamente flexíveis. 

A mais importante é encontrar um ponto de interesse, ter um objectivo e eventualmente uma meta e tentar "caminhar" nesse sentido. Por outro lado devemos ser flexíveis no que diz respeito ás modalidades que escolhemos ou o grau de intensidade do exercício. Não é por uma coisa estar em voga que nos agrada ou que é o exercício certo para nós.. e se insistirmos no que não gostamos desistir é uma forte possibilidade. 

 

Nesse caso o ideal é mesmo pegar num calendário de aulas e experimentar as várias modalidades até encontrar a certa.. e quando se aborrecerem desta : voltem a tentar outra!

 

Depois há a questão importante dos horários : é melhor ir de manhã e deixar o assunto arrumado? Ou descomprimir depois de um dia de trabalho? Aqui só vocês poderão descobrir o que funciona melhor convosco. E o mesmo se aplica a treinar sozinhos ou acompanhados. 

Pessoalmente prefiro treinar logo cedo e ficar com a sensação de dever cumprido e ... sozinha! Apesar de reconhecer que ter alguém que puxe por nós ou um compromisso assumido com alguém possa ser um forte motivo para irmos treinar. 

E porque não seguir contas de facebook ou instagram dedicas a esta motivação? Podem ser uma óptima forma para nos despertar a vontade de ir treinar.

 

Finalmente uma questão não menos importante : o equipamento que usamos. Deve ser adaptado ao estilo da modalidade e não havendo nada de errado em treinar com uma t-shirt em fim de vida e umas calças largueironas ( já que o que importa é treinar ) a opção de escolher e usar peças que nos façam sentir confiantes e confortáveis pode ser fundamental! E nada melhor do que esta época de saldos para aproveitar e investir em equipamento já que existindo colecções sazonais.. desde que sejam peças adequadas e de boa qualidade é mesmo uma boa altura para reforçarmos a gaveta das peças de treino e usa-las muito o ano inteiro. 

 

gymwear2.jpggymwear.jpg

 

gymwear4.jpggymwear3.jpg

 

gymwear6.jpggymwear7.jpg

 

gymwear8.jpg

534x805q80.jpeg

Reece-carter-4.jpg

 

 

03
Dez14

Uma guerreira sem coordenação.

Ana Gomes

taptap.jpg

 

Há uns anos atrás tive uma ruptura amorosa muito difícil de gerir ( como todas de resto ) mas durante a qual não tinha a noção de vida e perspectiva que tenho agora. 

Ou seja... estava um caco ambulante, horrível para toda a gente, ferida e indecente. Achei que a minha vida ia acabar. Para não variar os amigos são autênticos anzóis disponíveis para nos ir buscar mesmo que seja preciso fazer mergulho... e na altura - em que na verdade por sermos todos mais novos ainda ninguém tinha as responsabilidades de gerir uma casa ou família - faziam-se festas durante a semana em que a única regra era rir e não pensar na vida. 

Ligaram, ligaram... ligaram e eu nada - claro! Lá me vieram buscar a casa e fui calças de pijama e casaco até ao joelho do Bairro Alto para a Bica onde ficava a casa deste grupinho querido. 

 

Um bom jantar - que não me lembro de ter comido - muitas guitarras, muito fumo e uma novidade : uma consola daquelas novinhas que se jogavam sem comando - ou melhor : com o comando preso ao pulso e bora lá por o corpo a trabalhar. 

O Zé pôs um jogo de boxe e diz : Joga... dá aí uns murros e uns pontapés e vais ver que isso melhora. 

 

Ora bem.. eu sou uma pessoa "da paz" e toda a violência me macera. Mas acreditem : senti-me melhor. Nada melhorou quando saí lá de casa, mas durante aquele jogo libertei um sentimento chato e ri-me - bastante - da minha descoordenação motora. 

 

Passaram MUITOOOOS anos e nada do género se passou. 

Hoje tive de trabalhar de manhã cedo num texto que não queria largar e falhei a minha aula no ginásio... quando cheguei ouvi a Isa dizer que ia começar a aula de Warrior e pensei "porque não?"... 

 

A aula foram "só" trinta minutos mas saí de lá COMPLETAMENTE k.o. Gabo a energia e a capacidade teatral do professor do Holmes Place que interagiu imenso connosco e conseguiu em expressões ser muito gráfico em relação ao nosso alvo e aos nossos movimentos. 

Devo confessar que não pensei em ninguém em particular. Quando tive energia para pensar foquei-me nas minhas ansiedades e nas coisas que não fiz por medo. Ás tantas só pensava "DEVIA ESTAR NO YOGA" enquanto dava socos e pontapés no ar. 

 

Conclusão : acho óptimo para gerir o stress ou libertar tensão acumulada. Não dispensa uma actividade mais calma para a mente ir ao lugar mas a adrenalina ali também é importante. 

Sobre mim concluo o de sempre : coordenação nunca será o meu forte. E se algum dia alguém me atacar na rua não me saberei defender. Mas eu tentei.. e acho que sempre que me apetecer vou continuar a tentar!

 

 

24
Mar14

Os benefícios do Pilates.

Ana Gomes

 

Confesso que desde que comecei com o Yoga não quero outra coisa. Já lá vão uns aninhos, não faço acrobacias espectaculares, não tenho a maior agilidade do mundo... mas sinto-me bem a fazer as aulas.

Ultimamente - desde que entrei no Holmes Place - que tenho intercalado as aulas com várias modalidades nomeadamente Pilates. A primeira aula foi super difícil para mim, mas é importante não desistir... ora vejam alguns dos benefícios : 

 

 

 

 

Participem no passatempo Holmes Place aqui. 

 

 

13
Set13

work out e... muito café!

Ana Gomes
Estou motivada. 
A bem dizer eu preciso mesmo mesmo mesmo disto. 
Ajuda-me a libertar um bocadinho o stress, a sentir que não passo o dia sentada, e mesmo que a aula que faça não seja brilhante... pelo menos a corrida que dou até ao ginásio já é de valorizar ahahah!
Hoje acordei mais cansada do que quando me deitei - e acreditem estava MUITO cansada - mas antes de sair para a RFM peguei no saco do ginásio e pensei "logo se vê".
Já vi! Já fiz a minha Zumba Express, já dei uso à minha descoordenação motora. E acho que só acordei mesmo depois da aula. 
Agora para aguentar o resto do dia de trabalho só precisava disto... vezes 10! 
Intense Grands Crus Kazaar and Dharkan ( intensidade 11 e 12 ) 

Muita Força para quem está todo partidinho!!!!

Componente 1

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D