Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Porque desejar mal a quem vive bem?

22.06.14 | Ana Gomes

 

Há assuntos sobre os quais eu devia estar calada... mas não consigo.

 

Não estão em causa os contornos da história ou os motivos. Está em causa a reacção. 

 

Uma apresentadora de televisão Portuguesa recebia 12 mil euros por mês e irá ter ( pelo que percebi ) um corte de 50% no ordenado passando a receber 6 mil euros por mês. Posto isto está indignada e referiu-o em várias entrevistas. 

 

E como é que as pessoas reagem? Com comentário e status no facebook dentro deste género : " Vais receber 6 mil euros e ainda te queixas! " ; " Nem mil merecerias" ; " Devias era estar contente por receber 6 mil euros " (etc... ).

 

Caramba... mas não são essas ( e eu ) as mesmas pessoas que se queixam do ordenado que têm? Do estado do país? Do valor do ordenado minimo? De como isto está mesmo mal? 

 

E está porra. Está muito mal. A situação dos recibos verdes é vergonhosa, para não falar das pensões, das reformas e das compensações. 

 

Não basta isso?

 

Temos MESMO que ser assim para quem um dia esteve melhor? Eu queria - o que eu queria mesmo - era que todos ganhássemos 12 mil euros. Nunca irei ficar satisfeita por alguém receber menos do que o que ganhava antes. Quer os 50% sejam sobre 12 mil euros ou 20 euros. É menos. E pelo mesmo trabalho nunca ninguém deveria receber menos. 

 

A história dela é SÓ mais uma. Só um exemplo. Mas não é essa a problemática do meu post. Não a conheço de parte nenhuma.

O que me deixa indignada são as reacções das pessoas, que destilam más vibrações para quem - um dia - esteve numa posição mais confortável. Viver com menos é mau... é sempre mau nestas condições. 

 

Pessoal... bonito é querer e lutar por um mundo e por uma vida melhor. Tudo o resto é maldade e falta de foco. 

7 comentários

Comentar post