Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Fim-De-Semana - Mangualde

18.08.14 | Ana Gomes

 

 

A vida é definitivamente feita de fases. 

Se há uns meses largos um convite para sair de Lisboa ao fim-de-semana era um sufoco... hoje em dia é das coisas que mais me dá prazer. Quando penso a sério nisso acho que neste momento vivo para viajar. Seja dentro ou fora do país, para muito longe ou para relativamente perto, há um encanto gigantesco no desconhecido. Bom... no conhecido também, mas agrada-me a ideia de ir a um sitio onde nunca estive. 

 

Mangualde foi o desafio e foi muito bem aceite. Sábado depois de um pequeno-almoço no jardim e a matar saudades das minhas cadelas... fizemo-nos à estrada. Ainda parámos em Pombal, naquele que deveria ter sido um almoço no Manjar do Marquês, mas foi a nossa ideia ( eu não conhecia o ponto de paragem ) e a de outras tantas dezenas de pessoas, pelo que tivemos de seguir caminho. 

 

A paisagem é mesmo bonita, rios, barragens, pinhais um verde viçoso que vai crescendo à medida que subimos no mapa. Malas no quarto do hotel e fomos espreitar a Live Beach - a primeira praia artificial da Europa - onde no domingo vimos o concerto do Anselmo Ralph. 

 

Acreditem o conceito de praia artificial pode parecer estranho, mas é altamente justificado! Não só pela experiência, mas por poder - literalmente - estender a toalha na areia, montar o chapéu e dar uns mergulhos. O espaço está preparado para receber famílias e tem um bar e uma zona de insufláveis para que todos se mantenham ocupados. 

 

Depois de um duche rápido - já que as viagens moem - e um recarregar de energias e fomos até Viseu. Jantámos num Mexicano que foi recomendado - o Azucar - e decidimos ir até à Feira de São Mateus. A entrada não era barata - 7€, sendo que nos restantes dias custava apenas 2,5€ - mas o preço era  justo... é que no palco principal iria actuar o grande Tony Carreira. Entrámos claro! É a feira mais antiga do país ( pelo que me disseram ) e para além de ser ENORME é bastante divertida. Várias tasquinhas ( na realidade deveríamos ter jantado mesmo lá! ), diversões, artesanato e bugigangas. Quando voltámos para o hotel já era 1 da manhã! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No domingo tomámos um café rápido e uma fruta na sala de pequeno-almoço e saímos para explorar as redondezas. Fomos até Penalva do Castelo e lá apanhámos um caminho com indicação de "barragem". Que lugar bonito! Várias pessoas a aproveitar as margens, mas muito poucas "marcas" da civilização - ou seja, tudo agradavelmente cuidado e limpo - no fim da estrada encontrámos um restaurante com uma zona lounge super porreira e parámos para uma Sommersby! 

 

 

 

 

 

Barragem de Fagilde. 

 

 

 

 

Foto no concerto de Anselmo Ralph no Live Beach. 

 

O regresso custou um bom bocado! Primeiro porque apetecia ficar ali, depois porque foram 4 horas de viagem com este sentimento de querer prolongar um fim-de-semana que passou depressa demais! 

6 comentários

Comentar post