Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Dos dias Épicos - 2

06.07.14 | Ana Gomes

Eis-me chegada a Lisboa. 

 

Ainda ponderei escrever este post durante a viagem Algarve - Lisboa mas perdi a coragem. 

 

Vim reconfortada, muito descansada, agradecida mas... introspectiva. Isto são pronuncios de uma semana menos pacifica, mas o que importa isso depois destes dois dias? 

 

Ontem planeie acordar cedo, aproveitar o super buffet de pequeno-almoço, seguir para a praia, petiscar qualquer coisa e dar um ultimo mergulho na piscina antes de passar pelo SPA... parte do plano foi cumprido, mas confesso que quando o despertador tocou e me levantei para abrir a janela para *aquela* vista magnifica e percebi que o tempo estava cinzentão só me apeteceu voltar para o paraíso adornado com quatro almofadas. 

 

Esta foto é de Sábado: 

 

Fui forte! Duche rápido, bikini - porque uma pessoa não pode perder a esperança e o I-Phone dizia que o tempo ia melhorar - calções, top e lá fomos nós.

 

Hoje fiquei hipnotizada com o cheirinho das torradas mas parei de pensar nisso quando na imensa variedade de pães e bolarias não vislumbrei pão sem glúten.

Enchi o meu pratinho de fruta fresca, um punhado de nozes e peguei num iogurte de soja. Quando me vieram servir o café decidi perguntar... e há pão sem gluten!! Trouxeram-me um torradinha em 2 minutos e soube-me mesmo mesmo bem. ( vale sempre a pena perder as vergonhas nestas alturas ). 

 

Tudo com muita calma que não havia pressas para apanhar "nuvens"... já que o sol não apareceu! Subi de novo para o quarto e voltei-me para os artigos que queria ler e para o meu livro. Acontece que aquele mar lá ao fundo deixou-me inquieta, passo a vida entre o cinzento de prédios, que sentido fazia estar ali tão perto e não aproveitar? 

 

Calcei as birken e lá fomos. Foi uma óptima caminhada, embalada pela brisa fresquinha e facilitada pela timidez do sol. Regressámos ao Epic Sana pelas 14h mesmo a tempo de um almoço ligeiro antes da massagem de relaxamento no SPA. 

 

 

 

 

 

Ao SPA chegámos um bocadinho sem tempo e por isso não aproveitámos a piscina interior, troquei para um roupão fofinho e subi as escadas até uma sala super ZEN com um jacuzzi... imensas velas e uma espécie de pátio privado. 45 minutos de relaxamento puro! Ou seja.. o culminar meloso de tudo o que o fim-de-semana foi.Depois disso um chá de menta e morango estendida na cadeira da sala. Lisboa era a próxima paragem... e tudo o que não me apetecia. 

 

 

 

 

 

Adorei o ambiente do hotel... já ontem falei da decoração - que importa, quer queiramos quer não - mas a simpatia do staff e o cuidado que é posto em todos os detalhes faz mesmo desta experiência um momento inesquecível. Por lá vi vários casais, mas também famílias e o que pareciam ser grupos de empresas, todos a conviver pacificamente, entre sorrisos e cumprimentos de quem já se (re)conhece e é cúmplice de sensações tão boas. 

 

E eu sei que é cliché dizer que os dias foram épicos... mas o nome do hotel encerra o adjectivo perfeito. 

 

 

Melhor que isto? Só a surpresa que tenha preparada para vocês. 

 

 

1 comentário

Comentar post