Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Melhor Amiga da Barbie

Dos Dias.

11.12.14 | Ana Gomes

good.jpg

 

 

 

Ser freelancer é muito bonito. Eu adoro. 

Mas quando temos um dia organizado de uma maneira e o telefone toca e temos que o repensar muito bem... Temos que fazer contas de cabeça e considerar que aquilo que nos apetecia fazer pode não ser a opção mais rentável. Ficar duas horas agarrada ao telemóvel para não perder uma oportunidade e escrever emails com o telefone em equilíbrio entre o ombro e a orelha para tentar não perder outras tantas. 

 

Quando finalmente chego a casa não me apetece fazer nada, claro. Visto o pijama, faço uma máquina de roupa e aqueço uma sopa. 

Tenho o dia de amanhã minimamente organizado. A água do chá está a ferver e a agenda aberta. Jantares, almoços e lanches de Natal. 

 

Depois há uma série de textos pendentes : quero escrever sobre tentar de novo, sobre recomeços, segundas oportunidades. Mas ainda não consegui encaixar e organizar os pensamentos todos. 

 

Cá em casa continua a não ser Natal. Há dois calendários do advento e alguns presentes em vários sacos que tenho de distribuir. O espírito ainda não me visitou e ainda não será este ano que haverá uma árvore por aqui. Há dias em que penso que é triste não ter vontade que aqui seja Natal... felizmente no resto do tempo nem penso nisso.

 

E mesmo que digam que esta é uma época cheia de hipocrisia eu continuo a adorar o esforço que as pessoas fazem para se encontrar, para partilhar momentos e para estar em família.