Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

14
Mai15

Casa Dos Sabores - Receita Guacamole de Ervilhas IGLO.

Ana Gomes

Já vos falei do primeiro almoço que foi servido na Casa Dos Sabores. E quando partilhei as fotos e o menu recebi algumas mensagens sobre as receitas com enfoque numa em particular :

 

IMG_8927 1.JPG

IMG_8926 2.JPGIMG_8924 1.JPG

 

 

 

Apresento-vos o Guacamole de Ervilhas que me deixou a salivar e que tive de parar de comer por vergonha! Mas fiquem a saber que é uma opção muito saudável e por isso não se inibam de a fazer ;) 

 

Mas o que vocês pediram foi a receita por isso... aqui vai ;) 

Guacamole de ervilhas com tortilhas caseiras

30 min. / fácil /4 pessoas

1 cháv. de Ervilhas Iglo
2 abacates esmagados
Sumo de 1 lima
6 tomates cereja em quartos 1 cebola roxa pequena picada 3 c. sopa de coentros picados 1 malagueta vermelha picada Sal e pimenta q.b.

Vinagre de vinho tinto q.b. 6 tortilhas
Azeite q.b.
Sal grosso q.b.

Paprika q.b.

 

. Escalde as ervilhas em água a ferver com sal. Escorra e coloque num robot de cozinha até obter um puré.

. Noutra taça misture os abacates com o sumo de lima, os tomates cereja, a cebola, os coentros,
a malagueta e junte o puré de ervilhas. Tempere a gosto com sal, pimenta e vinagre. Reserve no frio.

. Corte as tortilhas em triângulos, pincele com azeite, polvilhe com sal grosso e paprika e leve ao forno pré-aquecido a 200°C por cerca de 12 minutos, na prateleira central.

 

 

Bom Apetite! ;) 

13
Abr15

#eugostodemim - Vamos dar voz a este manifesto ?

Ana Gomes

A minha relação com o meu corpo não é a mais fácil do mundo. Partilhei aqui vários desabafos, tantas angustias e uma série de resoluções. 

O objectivo nunca foi ficar de braços cruzados. Pelo contrário! E mesmo quando os resultados tardaram e chorar era a opção mais simples… chorei e não desisti. E acreditem : ainda choro muitos dias. Tudo piora quando o tempo fica melhor e as camadas de roupa que escondem o meu corpo vão ficando para trás. Não vale a pena fingir que não se passa. Há uma coisa que não vale MESMO a pena : desistir de mudar e tentar sentir-me melhor. 

Eu tenho uma alimentação saudável. Procuro novas soluções, alternativas equilibradas e adoptei um estilo de vida que me permite viver de consciência tranquila. 

No meio do processo aprendi várias coisas. Partilhei tudo o que achei relevante e há uma coisa que é fundamental. Mas MESMO importante : aprendermos a viver com o corpo que temos. Isto não quer dizer que não possamos mudar ou que não devamos preocupar-nos. Quer dizer precisamente o contrário .

O ponto é : vivemos no momento presente. E hoje temos de saber viver com o nosso corpo. TEMOS. É um dever.  

Faz parte das obrigações de cada indivíduo saber gerir as suas capacidades e aproveitar a vida! Importa muito desfrutar, importa sermos um exemplo do bem, importa muito que consigamos trabalhar a nossa auto-estima para os níveis que nos permitem ser pessoas saudáveis e boas de ter por perto! 

Corpos Danone lançou um movimento no qual me revejo em absoluto : #eugostodemim porque na realidade nenhuma de nós precisa de ser “uma Modelo” para ser um modelo de mulher, de acordo?! 

Gostava de estender o desafio a toda a comunidade de leitores e seguidores do blog! Partilhem nas vossas redes sociais imagens que ilustrem esta forma de estar na vida, a vossa confiança e até mesmo as vossas sugestões saudáveis ( quer sejam refeições, desporto ou actividades que achem que melhoram a vossa auto-estima ). 

 

Vamos trabalhar esses sorrisos? Vamos aprender a gostar mais de nós? 

 

#eugostodemim é o que quero que partilhem comigo!

 

Vamos a isto ? 

image.jpg

image.jpg

image.jpg

02
Abr15

Rubrica RFM - Preparar para o Corpo para o Verão!

Ana Gomes

Os últimos dias de Março e este solarengo inicio de Abril trouxeram algum calor! 

As redes sociais começaram a ficar preenchidas com fotos de praias, piscinas e o tecido por cima dos corpos diminui substancialmente para todos os que puderam aproveitar!

O problema? É que há muita gente que não se sente confortável para assumir a roupa de praia e começa a ficar desmotivado ou preocupado. 

Bom... na realidade também me incluo neste grupo! Saí dois dias com o bikini vestido mas ainda não foi desta que viu os raios de sol. 

 

bodylove.jpg

 

 

Pensamento positivo! Estamos em Abril e muito a tempo de mudar o que nos deixa menos confortáveis. 

A rubrica de hoje quer mesmo incentivar-vos a fazer alguma coisa pelo vosso estado de espírito e juntei algumas dicas e conselhos que podem ser úteis! 

 

- Hidratem-se! Por dentro e por fora. Beber água é fundamental e os líquidos são dos melhores aliados para a boa forma ( os líquidos certos... claro ;) ! Complementem a hidratação superficial com um bom creme hidratante e se quiserem podem começar a ganhar um tom ! Como? O auto-bronzeador! 

 

- Caso não possam ir à praia os auto bronzeadores são uma óptima opção! Não se esqueçam de esfoliar a pele antes da aplicação e lavar muito bem as mãos depois para evitar manchas, é importante ter atenção ás zonas onde a pele está mais seca porque geralmente o bronzeador é absorvido de forma diferente. 

water.jpg

- A protecção solar também é fundamental mesmo que não passemos da esplanada! Escolham o factor de protecção adequado à vossa pele e cada minuto ao sol será transformado num bronze bonito e não num escaldão perigoso! 

 

- Pratiquem desporto ou uma actividade física. Os números de inscritos nos ginásios dispara nesta alturas e ainda bem! Mas caso não possam frequentar um ... optem por aproveitar o tempo livre o bom tempo e andem, corram, saltem à corda, passeiem de bicicleta! Caso não arranjem motivação sozinhos juntem um grupo de amigos ou procurem grupos de treino! 

 

- Procurem alternativas mais saudáveis! Quer seja nos hábitos diários que já referimos quer na alimentação. Existem inúmeros fóruns e livros dedicados a receitas saudáveis e amigas do corpo de verão mas nada é melhor do que o aconselhamento de um profissional. Todos sabemos os alimentos que devemos dispensar mas muitas vezes isso não é suficiente. 

 

É muito importante trabalhos os níveis de auto-confiança e estabelecer metas que sejam possíveis de concretizar. A vontade de mudar é um dos passos mais importantes para esta jornada e se existe a mínima força dentro de vocês... estão com um pé na casa de partida! 

 

Inspirem-se e façam mais por vocês mesmos! 

16
Mar15

De volta aos Sucos Verdes ( receita e dicas ).

Ana Gomes

Os domingos são sempre dias de muita preguiça. 

Pior ainda quando ontem o dia começou no novíssimo Brunch no Epic Sana (partilho tudo sobre isso em breve), passou pela Moda Lisboa e por umas bebidas frescas nas maravilhosas esplanadas do Terreiro do Paço e acabou com amigos no sofá a fazer zapping. 

 

O jantar improvisou-se ( a fome não era muita ) e lembrei-me que podia aproveitar algumas sobras para preparar o meu pequeno almoço. Sou fã assumida dos "sucos verdes" ( que misturam fruta e legumes ) mas como treino todos os dias no Holmes Place e saio de casa antes das 9 não tenho grande paciência para me levantar ainda mais cedo para os preparar... assim faço de véspera (o mais tarde possível) para os beber super frescos antes de treinar! 

Não é perfeito mas é uma boa solução! 

 

Captura de ecrã 2015-03-16, às 19.31.33.pngCaptura de ecrã 2015-03-16, às 19.31.18.png

 

No frasquinho de hoje estavam :

Framboesas ( compro em grandes quantidades e congelo ) ;

Meio Limão Com Casca

Folhas de Espinafres ( tenho sempre cubos de folhas congeladas )

Um pedaço de Banana congelada

Mix Ómega 3 da Iswari

Clorela da Iswari 

1 copo de água 

 

Como usei a casca do limão o sumo ficou amargo (mas eu gosto!).

Uma dica que dou várias vezes é que sempre que tiverem fruta em casa e percebam que não a vão consumir antes de ficar madura a preparem e congelem em saquinhos de congelação. Assim não há desperdicio e é perfeito para juntas nestes suminhos. 

 

A receita foi partilhada no instagram amelhoramigadabarbie_fitlife. 

 

No site do Holmes Place podem encontrar várias receitas de batidos protéicos! São sempre soluções mais económicas do que os pré-comprados ;) 

 

 

26
Fev15

Se te dão limões... partilha receitas saudáveis!

Ana Gomes

Há cumplicidades que se criam nos sitios onde vamos regularmente. 

No meu ginásio isso acontece! Damos pela falta, falamos, trocamos ideias, desabafos, conselhos e dicas. 

A Isabel - que é uma colega SUPER simpática - tem-me levado alguns mimos. Sacadas de Limão têm entrado cá em casa e eu agradeço porque uso imensos!

 

Hoje trouxe mais uns bons kilos da frutinha amarela e trouxe um desabafo da Isabel que disse que não sabia o que fazer a tantos limões. 

limões.jpg

 

Eu disse : Limonada ( a resposta óbvia mas que tem muita saída aqui em casa... ). 

E a resposta foi : A Limonada engorda porque tenho de por sempre açúcar. 

 

Isabel! Este post é para ti ;) Primeiro porque a minha pesquisa ensinou-me que podemos congelar limão! Deve ser preparado da seguinte forma e é perfeito para as bebidas fresquinhas no Verão  : 

 

limão.jpg

 

 

Receitas saudáveis com Limão...  E começo com uma limonada docinha... mas sem açúcar branco! Já agora uma outra dica : tempero todas as saladas com suminho de limão ;) 

 

Limonada Verde (serve dois copos)

 

1 limão com casca
1 copo chá verde
6 folhas de hortelã
1/2 colher de chá de Stévia ( se realmente for preciso adoçar )

Gelo

 

Misturar tudo na liquidificadora ! 

 

Biscoitos De Limão Sem Gluten : 

 

2 Colheres de adoçante culinário (Stevia, Mel) ou açúcar mascavo

2 colheres de manteiga de amendoim

1 ovo

Raspas de limão a gosto

1 limão espremido

2 chávenas de farinha sem glúten, pode ser de arroz ou côco (colocar até ganhar consistência)

 

Misturar a manteiga de amendoim com o adoçante ou açúcar e mexa bem. Adicionar o ovo, raspas de limão e o sumo do limão. Depois é ir adicionando a farinha sem glúten aos poucos até obter consistência de massa e descolar do recipiente. Fazer bolinhas de massa sobre papel vegetal num tabuleiro e levar ao forno a 190 graus por 10 minutos no máximo!

 

Chá Frio de Gengibre com Limão : 

½ litro de água quente

2 colheres (sopa) de raiz de gengibre ralada

 ½ limão com casca

 

Ferver a água com o gengibre. Esperar 5 minutos, acrescentar o limão e bater tudo na liquidificadora. Juntar gelo e beber num curto espaço de tempo ( a casca do limão pode deixar um sabor ainda mais amargo com o passar do tempo ). 

 

 

 

Conheço centenas de receitas com Limão.. mas a maioria mete leite condensado e afins e isso comprometia o objectivo real deste post ;) 

Há por aí receitas saudáveis com Limão?!

 

 

 

 

 

25
Fev15

Divagações sobre o ginásio.

Ana Gomes

girlworkout.jpg

 

 

Passam-me centenas de coisas pela cabeça quando estou no ginásio.

 

Há inclusive aulas em que sinto vários picos de emoções :

- começo motivada;

- passo para a indiferença;

- quero chorar por ser desengonçada e descoordenada;

- penso : só mais um bocadinho;

- riu-me por ser desengonçada e descoordenada;

- relaxo;

- fico tensa;

- há alturas em que choro ( mas nem se nota... transpiro quase sempre );

- enfio-me no banho

- fico bem

 

A melhor parte das idas diárias ao ginásio é inequivocamente o momento em que entro no duche. Mais do que a transpiração, ou a maravilhosa sensação que será sempre ter água morna a cair no corpo, naqueles minutos sinto a divina reliquia que a vida nos dá : O dever cumprido. 

Hoje viajei para as minhas aulas de educação física. Nunca me baldei. Quero dizer : nunca me baldei às aulas. Nas aulas era uma balda. Eu tentava correr : não conseguia. Tentava fazer os exercícios : era o terror. 

Sofri um bullying nada traumatizante porque : usava óculos, tinha um ar de menina/boneca de loiça, não era magra e nunca consegui chegar com os dedos das mãos às pontas dos pés. 

Mais tarde, e numa clara demonstração de Amor, era sempre a primeira a ser escolhida para as equipas de futebol. Quando o assunto era badmington nem tudo corria mal, mas se o voley era o desporto do semestre o Helder servia SEMPRE por mim. 

Finalmente uma breve incursão pelo rugby : adorável desporto que nos permitia chafurdar na lama. 

Os melhores dias ? Claramente quando chovia e tínhamos furo. 

 

O mais engraçado é que hoje a ideia de não passar pelo ginásio me deixa desconfortável. Um desconforto diferente daquele que sinto quando olho para o meu corpo desengonçado. Há uma diferença entre um corpo desengonçado que se esforça e outro que preguiça. Não falo de volume corporal... falo de postura mental. Falo da vida no fundo. Não falo de gordos, magros ou assim-assim. Falo de mim. Só isso. Menos chateada comigo.

 

( E sim... adoro os sorrisos cúmplices das pessoas com quem se vai treinando sempre... uma espécie de "força, vamos a isto!" que se troca sem palavras nos corredores do Holmes Place das Amoreiras ). 

 

12
Fev15

Receitas Rápidas ( em contratempo).

Ana Gomes

Ontem tive um dia "daqueles". Na verdade não parei um minuto a saltar de compromisso em compromisso. 

E acreditem... se normalmente já é dificil cumprir horário e atravessar a cidade... depois das ultimas aulas que tenho feito no ginásio ando com TANTAS dores no corpo que me desloco ainda mais devagar. 

Ao final do dia no regresso de Carnaxide para Lisboa apanhei imenso trânsito e cheguei a casa em cima da hora de um jantar especial que estava marcado há alguns dias. 

O problema? Tinha ficado de levar uma salada e uma sobremesa e não tinha tempo para passar no supermercado. 

 

Falta de tempo e de ingredientes resultam em : improvisação! Não liguem à fraca qualidade das fotos - que pouco inspiram a que repitam as receitas em casa - mas acreditem. Em 10 minutos preparei as duas taças e ninguém reclamou ( pelo contrário!) 

 

IMG_5344.JPG

 

Na salada coloquei :

1 embalagem de mistura de alfaces e coentros;

1/2 Laranja Grande 

2 Queijinhos Frescos Magros

5 Tomates Cherry 

Mix de Sementes : Abóbora, Girassol e Sésamo tostadas com amêndoa laminada ( este detalhe dá logo outro "ar" à salada )

 

Finalmente peguei nestas duas novidades da Margão que recebi há uns dias e plim! Fez-se magia  : Sementes de Sésamo Dourado e este Sal com Ervas do Mediterrâneo. 

 

Já no jantar e na mesa temperámos um azeite e vinagre balsâmico a gosto ( eu não temperei para mim, o sumo da laranja é um truque para evitar usar gordura ). 

IMG_5345.JPG

 

E a sobremesa... aqui as coisas podiam complicar. Já se sabe que poucas pessoas dão por falta da salada.. mas o docinho no final do jantar ninguém passa.

 

Na taça coloquei :

3 taças de iogurte grego

2 taças pequenas de puré de maçã sem açucar

Cobrir tudo com granola + avelãs partidas e pedaços de chocolate negro

 

Para desenrascar.. nem ficou mal ;) 

22
Dez14

Uma Ceia de Natal Saudável - receitas e dicas d'A Nitricionista.

Ana Gomes

árvore-saudável-de-legumes02.jpg

 

 

Prometi-vos mais receitas natalicias ( e cheias de dicas saudáveis ) e aqui segue o aconselhamento da querida Nitricionista ( blogger e nutricionista ) pedi-lhe umas receitas para partilhar convosco e recebi melhor do que isso!

 

Ora espreitem aqui a resposta que tive e sigam o link do blog e do facebook para estarem sempre a par de receitas boas e saudáveis!  

 

Siga algumas regras alimentares:
 



Controle o número de refeições diárias. Deverá fazer pelo menos 5 refeições fraccionadas ao longo do dia, não ficando mais de 3h30m sem comer. De modo a nunca sentir fome, pois este a inimiga de escolhas ponderadas e saudáveis. 



Planeie as situações sociais. É fundamental ir bem alimentado e saciado, para um almoço ou jantar. 



Antecipe as dificuldades. Se lhe é difícil resistir às entradas, peça uma sopa de legumes ou uma salada de alface. Só sem fome é que conseguirá resistir. Posteriormente, tente escolher o prato que mais lhe apetecer das opções saudáveis e menos calóricas.



Faça substituições alimentares. Se a sua maior dificuldade é resistir às sobremesas, opte por um prato somente acompanhado por vegetais ou uma salada, em detrimento dos hidratos de carbono (arroz, massa, batata), ou não consuma bebidas alcoólicas. Poupará calorias e poderá consumir uma sobremesa, sem haver tanta sobrecarga calórica.



Regra das compensações. Equilibre o excesso de calorias ingerido ou a ingerir. No dia em que tiver uma festa ou uma refeição mais calórica, prefira refeições mais leves durante o dia. Faça mais exercício nesse dia ou no seguinte (pelo menos 40/45 minutos), ande mais a pé ou suba mais escadas durante essa semana.

 

O costume dos doces fritos envolve, não só a prova obrigatória das muitas e saborosas variedades destes típicos doces de Natal, mas também a arte da sua confecção. Em muitas cozinhas, os doces são preparados da mesma forma há anos. Mas as receitas incorrem constantemente no mesmo crime: excesso de açúcar, excesso de ovos, excesso de gordura. 


Para que a “multa” não seja pesada no período pós-festivo torne os doces mais saudáveis:


Reduza as quantidades sugeridas de manteiga, banha, açúcar, margarina, natas…
Substitua o açúcar por adoçantes ou açúcar light.
Troque as farinhas refinadas por integrais.
Troque o leite gordo por magro ou de soja light.
Use canela, limão…
Use papel absorvente, para retirar o máximo de gordura possível.

 

Uma Ceia de Natal mais saudável pode igualmente ser composta por pratos tradicionais e com o mesmo aspecto… No entanto, devemos ter em conta as receitas originais e fazer pequenas alterações, sem as desvirtuar. 

 
Rabanadas no forno
 

Ingredientes:

• 7 fatias de pão de rabanadas

• 1 chávena de chá de leite magro

• 1 colher de chá de essência de baunilha

• 1 pau de canela

• 3 colher de sopa de adoçante

• 3 colheres de sopa de água

• 1 colher de sopa de margarina light

• 2 ovos

• Adoçante e canela para polvilhar

 

Preparação:

Misture o leite, o adoçante, o pau de canela e a baunilha. Leve ao lume para aquecer.

Numa tigela bata ligeiramente os ovos. Adicione 3 colheres de água e misture bem. Reserve.

Unte uma forma com margarina. Passe cada fatia de pão no leite e em seguida no ovo batido. Coloque as fatias na forma untada e leve ao forno bem quente, pré aquecido, por aproximadamente 8 minutos. Vire as rabanadas na metade do tempo, para dourarem nos dois lados

 

Arroz doce

Ingredientes (10 pessoas)


- 250g de arroz

- 7,5 dl leite magro
- 65 g de adoçante 
- 3 gemas de ovo
- casca de limão
- canela

Preparação: 

Levar ao lume o leite previamente fervido com o arroz e o açúcar, e quando levantar fervura juntar a casca de limão.
Quando o arroz estiver cozido, retirar do lume, juntar uma pitada de sal e as gemas previamente batidas.
Mexer muito bem e levar ao lume até as gemas cozerem.
 
 
Aletria
 
Ingredientes (para 4 pessoas): 
 
- 100g de Aletria
- 4dl de Leite Magro
- 40g de Açúcar light (ou equivelente em adoçante)
- 2 Gemas
 - Casca de limão
- Canela

Preparação :
Cozer a aletria em água durante 5 minutos e escorrer.
Levar o leite magro ao lume juntamente com casca de limão, açúcar e a aletria e deixar cozer.
Depois da aletria estar cozida, e, fora do lume, misturar as gemas previamente batidas.
Levar ao lume apenas para que as gemas cozam ligeiramente.
Servir a aletria polvilhada com canela.
21
Dez14

Receitas Alternativas Para a Ceia de Natal

Ana Gomes

xmas.jpg

 

 

 

Todos os anos é um turbilhão na minha cabeça na altura do Natal ( digo altura porque são basicamente 2 dias em loop à volta da mesa ).

Longe de pensar em intolerância alimentares ou alergias a minha preocupação perante a mesa de Natal sempre foi : comer o mais saudável possível. 

 

E a verdade é que no que diz respeito a esta época tenho uma tremenda sorte na altura de espreitar a mesa dos doces : Não aprecio doces de Natal. Não gosto de fritos e não sou a maior fã das combinações de sabores natalicios. 

Mas tenho dois calcanhares de Aquiles que doem muito : Frutos Secos e... as invenções de bolo-rei de chocolate, bolo rei de maçã assada, bolo rei de tudo e mais alguma coisa menos de frutas cristalizadas. 

 

Tenho procurado receitas diferentes que se enquadrem bem ali no meio das broas castelares, das lampreias de ovos e dos sonhos ( que são autênticos pesadelos ). 

 

Na minha busca acabei por me cruzar com um da Labco com sugestões da Dietista Maria Justino - que não conheço -  mas que sugere uma Ceia de Natal sem lacticínios, soja, glúten e açúcar. Não vou fazer esta ementa mas vou provar uma ou duas coisas e acima de tudo queria partilhar convosco algumas ideias - caso queiram experimentar ou precisem de receitas para algum membro da família com necessidades alimentares especiais :) 

 

Amanhã e Terça partilho outras receitas ;) 

 

Receita das tostas funcionais ( penso que são como rabanadas de forno mas sem pão de trigo )

 

Porção: 40 tostas

Ingredientes:

1 Chávena americana de amêndoa em pó

½ Chávena de sementes de linhaça e chia parcialmente trituradas

¼ Chávena de farinha de coco (vende-se em lojas biológicas)

2 Colheres de sopa de Polvilho doce

1 Colher de chá de sal (marinho ou dos himalaias)

Pimenta e alho em pó q.b.

3 Colheres de sopa de azeite

2 Ovos, tamanho L (biológicos)

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Misture todos os ingredientes secos.

Noutro recipiente bata os ovos com o azeite até que formem uma espuma.

Junte esta mistura aos ingredientes secos.

Amasse com as mãos até que fique homogénea. 

Coloque a massa entre duas folhas de papel vegetal e estenda a massa com um rolo.

Com uma faca corte aos losangos ou quadrados e leve ao forno.

Deixe cozinhar por 12min.

Se as tostas das pontas estiverem douradas, tire-as.

Separe as restantes e volte a colocar no forno por 5-10min, até que fiquem douradas

 

 

Bacalhau no forno com legumes assados e salada

 

Porção: para 6 pessoas

Ingredientes:

30ml de azeite virgem extra

2 Cebolas pequena

8 Dentes de alho

600g Bacalhau cozido desfiado

450g Espinafres

300g Biomassa de bananas verdes (ver receita abaixo)

Sal, pimenta, noz-moscada q.b.

500g Batatas-doces assadas em cubos pequenos

Coentros q.b.

Pão sem glúten (marca Miolo)

Preparação:

Numa frigideira coloque 50ml de azeite, cebola em meias luas e 4 alhos picados, até começar a ganhar cor.

Junte o bacalhau, batatas-doces e coentros picados.

Coloque o bacalhau num tabuleiro de ir ao forno.

Salteie os espinafres com os restantes alhos e azeite.

Triture os espinafres com a biomassa de banana verde.

Tempere com sal, pimenta e noz-moscada.

Coloque o molho verde sobre a camada de bacalhau e batatas--doces.

Termine com pão ralado sem glúten (pode aromatizar com alho e coentros).

Leve ao forno durante 10-15 minutos a 180ºC.

Sirva com um fio de azeite virgem extra.

 

 

 

Bebidas: Água aromatizada com Romã 

 

Ingredientes: 

2 Romãs médias 

1 Toranja 

2 Paus de canela 

1-1,5L de água 

Gelo (opcional) 

Preparação: 

Lave as frutas. 

Num jarro coloque os paus de canela, 1 romã e 

1 toranja cortadas (sem as extremidades). 

Com um espremedor de citrinos esprema o sumo 

de 1 romã. 

Adicione ao jarro o sumo de romã e a água. 

Vinho branco e Vinho tinto – são sempre melhores opções do que os refrigerantes, sangria e bebidas brancas. Em quantidades moderadas são um complemento a uma refeição festiva. 

Infusão de hortelã – infusão que ajuda a uma melhor digestão.

 

 

 

 

 Trufas de chocolate 

Porção: 8-12 trufas 

Ingredientes: 

150g de Chocolate 70% de cacau 

250g de Biomassa de banana verde 

Canela em pó 

Preparação: 

Derreta o chocolate em banho-maria. 

Numa liquidificadora coloque a biomassa de banana verde e o chocolate derretido. 

Misture até obter uma massa homogénea. 

Deixe arrefecer durante 1h (à temperatura ambiente). 

Faça bolinhas com esta massa e passe- -as em canela. 

Coloque no frigorífico durante 1h.

 

 

Eu não sabia o que era biomassa de banana verde fui pesquisar e encontrei esta receita num blog brasileiro " Passagem Gastronómica " : 

Biomassa

 

Ingredientes:

10 bananas verdes inteiras (tem que ser verde mesmo, de preferência orgânicas – essa quantidade é uma sugestão, pode fazer mais se preferir)

 

Preparo:

Corte as bananas pela ponta, sem deixar aparecer a polpa, coloque na panela de pressão e cubra com água quente. Leve a panela ao fogo e depois que começar a chiar, deixe 8 minutos. Apague o fogo e deixe que as bananas fiquem nesse vapor por pelo menos mais 20 minutos. Tire as bananas uma a uma da panela, retirando sua casca e já colocando a polpa no liquidificador. Importante que ainda estejam quentes quando bater. Adicione água suficiente para ajudar a bater (NÃO use a água da cocção). Como a massa é pesada, é preciso ir batendo aos poucos para não queimar o liquidificador.

A textura fica parecida com um purê e a cor varia de banana para banana, mas isso não altera em nada no produto final. Lembrando que podemos usar qualquer banana, eu gosto da prata.

 

 

 

Componente 1

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D