Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

11
Fev18

Porque Odiamos Tanto Nas Redes Sociais?

Ana Gomes

e98c8d8f25120c544caa34fbdcd5d37f.jpg

 

 

 

Não sou uma pessoa de me prestar a polémicas nem de me posicionar em questões de Amor ou Ódio. 

 

Nem vos passa pela cabeça a quantidade de vezes que começo a pensar como é a vida das pessoas que não têm grande coisa para fazer. Eu não lidei bem com isso - na altura em que a gravidez se complicou e tive de ficar presa a uma cama a ver a vida passar - mas não é esse o tipo de "nada para fazer" em que penso. Geralmente imagino que essas pessoas têm uma vida feliz : podem ir à praia quando querem, passear pela cidade, estar com os amigos, embarcar numa viagem para dentro ou fora quando entenderem... 

 

E há outros momentos em que imagino que as pessoas que não têm nada para fazer - e não sabem o que fazer com o tempo - são as mesmas pessoas que odeiam tudo e mais alguma coisa. E penso nisto várias vezes mas agora com o Carnaval esse pensamento voltou. 

Vamos por partes... eu não sou a maior amante do Carnaval. Estamos em pleno domingo gordo e eu estou em casa, de camisola e jeans agarrada ao computador a trabalhar quando poderia estar num qualquer corso a sambar de cachecol e qualquer disfarce improvisado. Eu não celebro o Carnaval mas já celebrei... e oh como celebrei! Porquê? Porque era mais um motivo para nos irmos divertir, porque o fazíamos de forma diferente e porque toda aquela preparação tinha graça. Tinha tudo mesmo imenso graça... menos naquela noite tola em que decidi ir para Torres Vedras com óculos de sol e com um casaco todo 60's e fui confundida com uma matrafona - vulgo um homem mascarado de mulher. 

Se não queremos celebrar o Carnaval... não celebramos mas... porquê destilar tantos nervos e raiva pelas pessoas que gostam de se divertir? E porquê - inclusivamente - ridicularizar essas pessoas? Na minha opinião isto é demasiado tempo livre. É ser tão pouco preenchido que nos sobra tempo para destilar tanta coisa sobre pessoas que estão pura e simplesmente a viver a sua vida? 

O mesmo se passa quando no principio de Setembro se começam a colocar bonequinhos a revirar os olhos e alguém escreve : lá começaram os posts que dizem "wake me up when September ends" ou quando em Novembro alguém decide fazer a contagem decrescente para o Natal e isso enerva as pessoas.  

Intriga-me que coisas tão simples como alguém viver a sua vida sem interferir com o bem-estar de ninguém seja motivo de tédio, raiva ou desconforto para tanta gente. Sou fã assumida de redes sociais e acho que o Facebook foi das maiores invenções do século - de verdade - mas chega a ser desesperante entender que há pessoas que passam o dia a comentar publicações de jornais, noticiários ou páginas de "cusquices" a criticar tudo e mais alguma coisa. 

Atenção : Longa Vida à Liberdade de Expressão mas... é preciso isto tudo? 

 

 E sim... eu sei que ao escrever este texto estou - quase - na mesma posição que essas pessoas. Mas não é o meu objectivo se é que isso é sequer entendivel. Só acho que é mais positivo usarmos o nosso tempo a ter pensamentos e construções positivas e não tanta raiva. 

 

Mais Amor Por Favor. 

27
Set16

Estou de volta e ... desconectada!

Ana Gomes

 

Captura de ecrã 2016-09-27, às 17.01.52.png

 

 

Estou de volta! 

Regressei super cedo, fui fazer umas análises e tentar fazer um treino ultra rápido antes da apresentação do novo Compal - pêssego paraguayo uma delicia! 

 

Quero escrever sobre estes últimos dias ( que cenários lindos ) mas fiquei sem fotos. 

Sinto-me ligeiramente desligada. O motivo ? O meu Iphone está avariado e hoje fui deixá-lo na assistência... deram-me um telemóvel de substituição e fiquei a aproveitar o wifi da Vodafone para instalar as aplicações que não vivo sem ( Whatsapp, Cabify, Instagram e Gestor de Páginas do Facebook ) . Ora... o telefone de substituição não aguentou os meus bens de primeira necessidade e teve de ser substituído. Duas horas nisto. 

 

Não consigo lidar com este novo telefone : não consigo escrever bem, não percebo NADA das notificações e sinto que perdi uma vida. É uma questão de hábito... eu sei! Mas quem está habituado a um telemovel onde faz quase 90% do trabalho compreende esta "falta". 

Quase dramatizei. Juro que quase quis chorar quando percebi que não conseguia fazer praticamente nada. 

 

Quando percebi que tinha perdido a minha agenda... aí sim até me faltou o ar. 

Mas hey : sem dramas. Nem me apetece pegar no telefone! Fui até ao Evolution ter com duas amigas e comemos qualquer coisa ali ao lado. Depois vim para casa : resgatar o I-Pad que acho que sempre me vai facilitar a vida! 

 

Assim que tiver o meu baby de volta... partilho fotos e dicas sobre a viagem. 

 

Por agora só vos posso dizer para ficarem atentos porque vêm aí bons passatempo ;) 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D