Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

24
Mar17

E aconteceu aquilo que mais temia na gravidez...

Ana Gomes

... e não era o Parto. 

Era mesmo ir a uma consulta e mandarem-me para casa descansar. 

5112362c570734965b780ab472c13a46.jpg

 

Eu não gosto de estar em casa. Ou melhor : eu não gosto que me obriguem a estar em casa. Aprecio imenso a minha liberdade e a minha possibilidade de decidir o que quero ou não fazer. 

Por momentos ainda pensei : "Ah... boa! Vou organizar o caos todo que tenho para organizar e preparar tudo direitinho para a mudança e para a maternidade. " mas foi no mesmo momento em que ouvi " é para estar deitada, sem pegar em pesos, sem fazer esforços, acabou o ginásio, acabaram-se viagens e grandes passeios... aliás... o ideal é mesmo ficar entre a cama e o sofá." 

 

Eu até entendo a estratégia... a minha vida é tão fixe que a miúda queria nascer. Se me obrigam a ficar fechada em casa num mega aborrecimento ela vai reconsiderar... vai pensar "epá... se é isto que se passa lá fora deixa-me ficar aqui sossegada". 

 

E sim... eu sei que é por um bom motivo. Que é cedo para ela nascer - estamos a entrar nas 31 semanas - que é tudo por um bem maior. 

 

Até lá sopas e descanso. 

 

E sim... SOPAS... que uma pessoa ficar semanas deitada na cama não pode resultar em coisa boa. 

 

 

 

 

17
Mar17

Como funciona a cabeça de quem pensa - demais - em tudo? Exemplo prático:

Ana Gomes

Captura de ecrã 2017-03-17, às 20.19.59.png

 

Como funcionam as cabeças das pessoas que em tudo pensam? 

 

Assim : 

 

Há duas semanas comprei umas calças de algodão - tipo fato de treino - mas com alguns pormenores que faziam delas umas calças giras e super práticas para a gravidez. Como em 90% dos casos não as experimentei! Lembro-me que nesse dia até estava de collants e por isso não dava mesmo jeito experimentar as calças. 

 

No dia em que as ia estrear percebi que não gostava de me ver com elas. A esta distância de tempo até percebo que sentir-me "enorme" com as calças seria algo normal já que enfim... estou grávida! Mas decidi que as iria devolver porque não queria uma peça de roupa que não fosse "estou muita confortável" no meu armário. 

 

Optei por trocá-la por um vestido, em Vichy ( mega tendência ), com folhinhos nas mangas ( não acabei de falar de mega tendências? ) e que achei que seria uma óptima opção tanto para os dias de Primavera - que já se vão fazendo sentir - como para os dias mais frescos : com umas collants opacas pretas e um biker jacket. Cereja no topo do bolo? Estava nas midseason sales e custou 16€. 

 

Vim o caminho todo a sentir alguma angustia. Acabei de comprar uma peça de roupa que vai dar para usar 2 meses ( se tanto ) e na qual só voltarei a pegar daqui a um ano. E porquê? Porque é impossível dar de mamar com este vestido. 

 

Nota mental : comprar apenas peças largas ou com decote que seja possível "expandir" para alimentar bebés. 

 

Ainda estou a pensar se fico ou não com o vestido. Mas creio que sim... afinal de contas posso sempre olhar para ele e lembrar-me desta história. 

28
Fev17

Massagem na Gravidez - a - sempre épica - experiência no SAYANNA WELLNESS.

Ana Gomes

Acho as massagens na gravidez uma das melhores coisas que se pode fazer. 

Isso... e conversar com mães desenrascadas e super capazes. É um alivio necessário e muito prazeiroso. 

 

Deixo-vos até a dica : se tiverem uma amiga/mulher grávida... ofereçam-lhe uma massagem apropriada para a gravidez. Nem sabem o quanto vos vai ficar agradecida. 

 

A minha profissão durante estes 9 meses podia ser esta : testar e comentar massagens. ( Fica a ideia ).

 

18097988_9tteV.jpeg

 

E há umas semanas tive um desses momentos maravilhosos que todas nós devíamos ter uma vez por semana ( no mínimo ) . Fui ao SPA do EPIC SANA ( um dos meus spas preferidos no mundo... onde fiz a melhor massagem de casal da vida )  e entreguei-me às mãos de uma terapeuta super entendida no assunto desta vez no campo das pré-mamãs.

Digo-o cheia de certezas porque antes mesmo de começarmos a massagem trocámos algumas impressões sobre a gravidez e fiquei satisfeita por me sentir compreendida e aconselhada. 

 

Os minutos seguintes - da terapia propriamente dita - foram aproveitados entre um estado super alerta e vários minutos de uma sonolência profunda de quem se deixa embalar por aquele carinho. Eu sei que há quem não aprecie massagens e também reconheço que há momentos ou situações em que fico bastante tensa...  mas quando sentimos confiança na pessoa que nos está a tratar sentimos ( ou eu sinto ) mesmo que alguém está a cuidar de mim e essa sensação é maravilhosa! 

 

No caso da massagem de maternidade do Sana as zonas trabalhadas são : as costas ( lateralmente ), pernas e rosto e o óleo usado é de rosas. 

 

Aconselho que no dia em que façam a vossa marcação possam ter algum tempinho extra. Idealmente usufruam do circuito de águas ANTES da massagem : desta forma o óleo que vos é aplicado no tratamento continua a hidratar a pele no resto do dia já que não vão para dentro de água! No final da massagem aproveitem para relaxar um bocadinho mais na zona reservada. Bebam um chá - ou uma água aromatizada - comam os snacks que vos são servidos e tentem não ter de ir a correr para lado nenhum : deixem que a terapia possa actuar no vosso corpo e aproveitem o estado de espírito :) 

 

Contactos SPA EPIC SANA - SAYANNA WELLNESS : 

site : http://www.lisboa.epic.sanahotels.com/pt/sayanna-wellness/wellness-spa . 

 +351 211 597 390 ou e-mail lisboa@sayannawellness.com

 

 

20
Fev17

O primeiro conflito.

Ana Gomes

e8c5cc67df3c9d22ae5a576a04b68c1a.jpg

 

 

Hoje de manhã fui tentar encontrar a creche/berçário que fica perto da nova casa.

 

O meu sonho é que a Vitória ande numa escola com pedagogia Waldorf mas em nada me chocava que frequentasse uma escola "normal" nos primeiros tempo de vida. 

 

É óbvio que o preço das mensalidade é algo a ter em conta... mas para mim a proximidade da comunidade e poder brincar e crescer com os meninos que vivem perto também pesava na balança. 

 

Posto isto hoje de manhã, depois de ter ido à obra, decidi ir à escola. E tive o meu primeiro grande conflito... de onde saí triste, sem ter sequer tentado argumentar e com receio de represálias. 

 

Enquanto esperava olhei para o menu da semana. E quando fui recebida perguntei se seria possível levar as refeições da menina para a escola. Responderam-me : Não... come o que há para comer. 

Insisti : Mas se eu optar por uma alimentação alternativa? Posso trazer a comidinha dela? Se não quiser que ela coma carne por exemplo. 

Resposta : Não. As crianças comem todas o mesmo. E precisam de proteína. 

Eu disse : Precisamente, precisam de proteína... eu só não queria que ela comesse carne. 

Levei com um olhar fulminante, um atestado de estupidez e a nota de que o problema das crianças eram este tipo de pais. 

 

Vim embora mesmo triste. Eu não acho errado que as crianças comam carne. Eu não disse isso em momento algum. Eu preferia que a minha filha bebesse leitinho vegetal, comesse cereais sem açúcar e pudesse ter uma alimentação preparada por mim - e sim, sem carne - mas que pudesse brincar com os outros meninos e fazer parte do mesmo sistema. 

Eu sempre soube que a alimentação poderia ser uma filosofia de vida mas... nunca pensei que pudesse ser tão "exclusiva" no real sentido da exclusão. 

 

Eu nunca me senti diferente por ter uma alimentação diferente. 

Também sei que daqui até que a menina coma falta quase 1 ano... mas fiquei verdadeiramente desolada com a posição de quem está do lado da escola. Eu não exigi que preparassem nada. Pedi se podia levar as refeições quando fosse caso disso. 

Sou uma mal formada. 

 

E assim vai o mundo. 

14
Fev17

Carrinhos de Bebé.

Ana Gomes

mini_chop-2.jpg

 

 

 

Como sei que tenho várias leitoras experientes - e outras tantas que, como eu, andam à procura dos melhores conselhos - contem-me tudo sobre carrinhos de bebés! 

 

Já está a chegar a hora em que tenho de fazer estas compras maiores e queria reunir os vossos conselhos e dicas. 

 

Para mim existe a particularidade de viver na cidade. E... mesmo deixando de viver no Bairro Alto conto que ela faça alguns passeios - muitos - comigo por lá. Assim sendo convém que as rodas se aguentem na calçada portuguesa. 

 

Para além do carrinho - que tem de ter um ovo super espectacular já que vamos ter de nos deslocar bastante de carro - também quero um sling! 

 

O pai já tem um ( uma amiga ofereceu-nos ) mas eu ainda não decidi qual vou escolher. Já sei que têm de ser comprados de acordo com o nosso tamanho ( daí haver diferença entre pai e mãe ). 

 

Usem e abusem da caixa de comentários ( aqui e no facebook ) e ajudem-me com a vossa experiência. 

 

04
Fev17

A delicadeza das pessoas...

Ana Gomes

0dce0f9690d5d305277ce422715e33f6.jpg

 

 

Ah aquela simpatia. 

 

Desde que engravidei que só engordei 1 kilo. E a minha barriga está pouco maior, está empinada e claramente diferente mas não está barrigão. 

 

Hoje no café uma senhora comentava isso mesmo : como não tinha barriga... como não diria que estou grávida se não soubesse, muito menos de quase 6 meses. 

 

Até que outra se vira e diz : ah... então não se vê bem? está toda largueirona... vê me bem o formato das pernas. 

Quase que me engasguei a comer a minha bola de berlim com creme ( mentirinha... estava só a beber café sem açucar... o segundo do dia... já a arriscar tudo ). 

 

A ternura das pessoas sempre a contribuir para a auto-estima de quem nos rodeia. 

 

30
Jan17

Aulas de Preparação para o Parto.

Ana Gomes

 

72c6bc458c5e4948557afa354a1c02fb.jpg

 

 

 

A semana passada comecei as minhas aulas de pre-parto. 

 

"Que disparate!" - pensam 50% das pessoas - "É a melhor coisa que podes fazer!" - pensam as 50% restantes com opinião sobre o assunto. 

 

Ouvi risos e comentários de aprovação e isto é , como tudo, a reacção que se tem sobre TUDO o que envolve a maternidade. 

 

A escolha do curso foi fácil : optei pela Kuantos Meses  e pela adoração que existe em torno da Célia ( e é fácil compreender porquê ). Mesmo antes de saber que estava grávida já ouvia falar desta espécie de anjo terrestre, uma enfermeira dedicada, disponível e super informada sobre estas coisas do mundo dos bebés e das mães ( ou das mamãs, como escrevi inicialmente ). 

 

A cereja no topo do bolo é que fica relativamente perto de casa e por isso vale-me uma caminhada extra ao final do dia! 

 

Cabe-me ser sincera. E se podia dizer que ter aulas de preparação para o parto foi a melhor decisão da minha vida - espero dizer isto quando a criança nascer - também preciso de confessar que a meio da primeira aula pensei : será que dá para alguém ter a filha por mim? Arranjava-se forma de passar as particularidades do parto - qualquer parto - para alguém que gostasse disto. 

É um cenário dantesco - e peço-vos que parem de ler por aqui - que envolve perdas de sangue do demónio que devem ser tratadas com a maior descontracção possível, camas com resguardo, mudas de roupa infinitas e chinelos que se querem de plástico não vá o diabo tecê-las. Ou mais graficamente : não vão vocês - ou eu - arruinar o chinelo lindo e bordado com uma perda não controlada de fluidos. E depois há soutiens que auxiliam a amamentação e discos que previnem uma mancha de leite na camisa de noite que dobrámos com carinho umas semanas antes da estadia no hospital. 

 

É isto... mas não é só isto. As aulas dividem-se em dois momentos : um dia dedicado a aulas teóricas e outro dedicado a uma ginástica maravilhosa que nos ensina movimentos importantes, nos fazem treinar os músculos do perineo e nos garantem a flexibilidade e a resistência que se pede que uma mulher em trabalho de parto possa ter. Aaaaah as maravilhas da maternidade. Treina-se a respiração também : como nos filmes. 

Ainda não cheguei a esse ponto na matéria. 

 

Deixo-vos o plano temático caso tenham curiosidade : 

O  Curso Regular (pré- parto)
Os Conteúdos abordados no curso Regular São:
  • O que Levar para a Maternidade
  • Preparativos para a chegada do bebé
  • Cuidados alimentares na Gravidez
  • Desconforto na Gravidez
  • Fases do trabalho de Parto e respiração adequada a cada fase
  • Papel do Pai no trabalho de parto
  • Parto hospitalar
  • Epidural
  • Tipos de Parto
  • Criopreservação de Células Estaminais
  • Cuidados ao Bebé nas duas primeiras horas de vida
  • Amamentação (Posições /dificuldades/vantagens)
  • Adaptação do Casal à chegada do bebé
  • Cuidados de Higiene ao bebé
  • Sinais e sintomas de um Recém- nascido
  • Teste do pézinho/Vacinas/ Consulta de Pediatra e Registo do bebé
  • Babywearing a importância do colo
  • Técnicas para acalmar o bebé
  • Aula para os avós (facultativo)

 

Se estou arrependida de ter começado as aulas? Nem uma vez na vida. O papel da Célia é preparar-nos para o que há-de vir e subtilmente relembrar-nos que todos passamos por isto, é natural, normal e há uma série de gente por lá para nos dar o apoio necessário. A descontracção com que os assuntos são tratados são a tal mensagem subliminar de que "está tudo bem... pode soar esquisito mas hey! não são a primeira turma, nem a primeira mulher a passar pelo milagre da maternidade". 

 

E posto isto... tudo fica mais fácil, mais suportável e tolerável. 

 

Até aquele momento em que nos perguntam "E o pediatra? Quem vai ser?" Ora.. a sério? Sei lá! E a creche? Já a foste inscrever? 

 

Tenho passado a última semana a pensar em soutiens de amamentação, na mala cool que hei-de levar para a maternidade, na roupa da Vi que tem de estar escolhida e cuidadosamente preparada e na faculdade em que a vou inscrever. Já pensei passar no banco e fazer um PPR que isto hoje nunca se sabe... eu comecei aos 18 mas talvez o ideal seja prevenir em vez de remediar. 

 

Para além das aulas de preparação para o parto há aulas de yoga para bebés na Kuantos Meses e nestas - fora de brincadeiras - quero já inscrever a miúda. 

 

Uma ajudinha extra? Este vídeo onde podem não só conhecer a doce Célia, como perceber como se prepara a Mala da Maternidade :

 

 

Tudo o que precisam de saber sobre a Kuantos Meses está acessível através do facebook ou do site oficial

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D