Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

08
Mai17

#4 E essa gravidez como está a correr? - Powered by Mitosyl

Ana Gomes

IMG_9202.JPG

 

Escrevo-vos esta crónica já no final da gravidez (yey). 

Quem acompanha o blog sabe que estas últimas semanas foram bem particulares e que me vi obrigada a uma paragem forçada.

É claro que as condições e os desfechos de gravidez variam de pessoa para pessoa mas se voltasse atrás no tempo teria escolhido abrandar um pouco o ritmo (à medida que o tempo foi passando) em vez de ser forçada a parar. Nada me garante que não ia ser obrigada a repouso absoluto, mas... talvez fosse menos óbvio que isto iria acontecer. Mas enfim...... num esgar de esperança para todas as pessoas que possam estar a passar por isto: já lá vão quase 6 semanas, com muito desespero e algumas lágrimas pelo meio mas... já mal me lembro dos primeiros tempos. 

Claro que ter saído do hospital ajudou a tornar tudo um pouco mais leve. Como vou passar os primeiros tempos em casa dos meus pais e foi para cá que vim, conseguimos começar a orientar algumas coisas. A caminha já está montada, a roupa toda preparada, o carrinho e o ovo já estão prontos para a receber :). Quando fui internada há umas semanas a minha mãe preparou uma malinha para a bebé com os essenciais (os produtos da Mitosyl de higiene que já estavam de parte, uma chucha, e alguns babygrows, os mais pequeninos que tinha aqui), apesar de as perspectivas não apontarem para uma bebé muito grande, já pude acrescentar com calma alguns coeiros e casaquinhos. Claro que ter quase tudo orientado me deu algum ânimo e chegou aquela parte em que tenho de ser sincera: também me deu medo! Muito medo aliás... Mas aqui volto!

 

Durante estas semanas recuperei uma coisa maravilhosa que foi ter tempo de qualidade com os meus pais. Estando aqui em casa fizemos todas as refeições juntos, à mesa, nas calmas e com aquele extra fantástico chamado "comida da mamã" que tenho a sorte de ser precisamente a comida com a qual me identifico (comida biológica, várias refeições macrobióticas... e até fomos testando algumas papas e leitinhos para oferecer à Vitória daqui a uns meses eheheh) . 

 

Não vou ser a melhor pessoa para vos dar conselhos sobre como ocupar o tempo: para mim foi bastante complicado, fiquei completamente saturada do computador e ... não gosto de ver televisão! Fui alternando entre vários livros: sobre maternidade, alimentação, lifestyle e biografias... e vi algumas séries - o Netflix foi uma óptima bóia de salvação - também consegui tomar algumas decisões que já estavam mais ou menos tomadas mas ainda não resolvidas: a escolha do carrinho, terminar o projecto de decoração do quarto, comprar a caminha para os primeiros tempos, escolher a bomba de leite e todo o kit para a amamentação. Todas estas escolhas vieram de certezas que tinha anteriormente, mas que foram sendo fundamentadas com o passar do tempo e com a informação que fui recolhendo. Também conheci IMENSAS lojas online com coisas incríveis para bebés e este é sem dúvida o maior "perigo": as compras online... consegue lá uma pessoa resistir a estas tentações? 

 

Também foi nestas semanas que fui mais apaparicada e mimada e senti finalmente aquela preocupação e carinho especial que se nutre pelas grávidas. Não é que alguma vez tivesse sido maltratada (longe disso) mas talvez por a minha gravidez não ser fisicamente muito evidente nunca tinha sentido aquela ternura especial de que tanto ouvi falar :). Claro que apesar disso ser óptimo, no meu caso veio acompanhado de uma mistura de sentimentos: de repente vi-me totalmente dependente de toda a gente e não é uma situação super confortável para mim. 

 

E agora...voltando ao "buzilis" da questão: O Medo! Considero todas estas sensações e emoções super normais e estou-me a tentar preparar para lidar com muitas dúvidas e frustrações, mas confesso que tirando o primeiro choque da notícia da gravidez e todas as questões que me passaram pela cabeça, mal resolvi o assunto e decidi aceitar em paz esta mudança na minha vida, nunca mais tinha sido visitada pelo bicho papão do medo e da ansiedade. Facto que mudou imenso nos últimos dias quando me comecei a ver rodeada por todos os objectos reais que dizem " daqui a pouco estará aqui um bebé e ... vai ser para sempre ". Todas as coisinhas corriqueiras passaram a ser praticamente dramáticas. E se até então achava que o meu pós-parto ia ser super fácil... nos últimos dias tenho-me tentado mentalizar que será mais do que normal não fazer a mínima ideia do que é suposto fazer. Falam-me do instinto e sei que é com isso - e com a partilha com outras mães - que vou poder contar. 

 

E bom... como em tudo na vida... mais vale ir vivendo o presente com a maior serenidade possível! O que vier... virá. E estamos aqui com muita vontade de fazer tudo acontecer! :) 

 

 

Sobre a Mitosyl®: 

Mitosyl® é uma gama especialmente concebida para dar resposta às necessidades do bebé, passo a passo, e é uma marca de confiança dos pais no momento de proteger a pele dos seus bebés.

03
Abr17

#3 E essa gravidez como está a correr? - Powered by Mitosyl

Ana Gomes

0477.jpg

 

 

 

Corre. Mas agora corre um bocadão mais devagar! 

 

Ora vamos lá por os acontecimentos por ordem. Na última crónica contei-vos que o privilégio de sentir a Miss Vi era só meu. 

Acho que mal cliquei no botão "publicar" isso mudou. A minha barriga passou a ser um pequeno festival que deixou o Pai super derretido. Acredito que este momento para eles seja vivido de outra maneira. Afinal de contas nós vivemos a gravidez desde o dia 1 e sabemos que estamos grávidas por vários factores físicos e hormonais. Já eles... são informados e vivem com o sentimento da chegada de um baby. Tenho a certeza que sentir o bebé mexer pela primeira vez depois de tanto tempo ( no meu caso demorou 6 meses a "passar cá para fora " ) seja maravilhoso. 

 

Não senti - ainda assim - grandes mudanças em mim ou na minha forma de estar. Não tenho mais sono, nem me sinto mais cansada. Na realidade até sinto uma energia extra! Acordo bem cedo, super bem disposta e pronta para tratar das coisas do dia-a-dia. 

 

Tenho-me tentado envolver ao máximo nestas coisas da maternidade. Processo lento para estes lados! Já aderi a alguns grupos no facebook e até me atrevi a perguntar qual seria o melhor detergente para lavar a roupa da pequenina. Tenho tido a ajuda mais do que preciosa da minha Mãe que tem orientado tudo! Aliás... não tenho nada da Vi em casa, vou arrumando tudo e todas as semanas entrego uma malinha de viagem à minha Mãe. A verdade é que como a casa não está pronta - e está longe de estar - vou passar os primeiros tempos em casa dos meus pais e fica tudo por lá até termos a vida organizada. 

Já tentei montar os conjuntinhos para os primeiros dias e foi aí que percebi que tinha muita roupa "errada" - se é que isto se pode dizer - roupa quente para os 3 meses e roupa pouco quentinha no tamanho 0 ou 1 mês. Mas já tratámos de comprar tudo certinho : até aqui não tinha comprado mesmo nada :) Recebi imensa roupa de presente nos primeiros tempos e especialmente no Baby Shower.  Mesmo assim a malinha dela não está feita! Só separámos alguns conjuntos, foi tudo lavado e falta colocar em saquinhos ou fraldas de pano e escolher uma mala. Fiz precisamente o mesmo com os produtos de higiene dela, como vamos fazer o parto num hospital privado - tenho seguro e a minha obstetra faz lá os partos - não preciso de levar grande coisa... mas optei por colocar : 

-  Mitosyl Crosta Láctea;

-  Mitosyl Pomada Protectora e Pomada de Lassar;

-  Mitosyl Tri-Active Loção Corporal e Creme Facial 

 

Vou também colocar um peluchinho para dormir e uma chucha ( sendo que ainda não me decidi bem sobre este tema... ) . 

 

Para mim ainda não pensei em grande coisa, mas já comprei um soutien de amamentação e duas camisas de dormir para o hospital. Já levei na cabeça porque comprei o XXL... mas sinceramente não sei o que vou engordar e preferia a ideia de não me sentir apertada ( sendo que a esta distância o XXL me fica - tenho de admitir - demasiado grande ) . Nas aulas de preparação para o parto a enfermeira Célia - de entre as inúmeras dicas preciosas que nos tem dados sobre os tempos na maternidade - reforçou que DEVEMOS investir num bom soutien. A diferença de preço entre marcas é significativa mas os efeitos também são! Os soutiens de amamentação devem ter um suporte muito bom - tipo soutien de desporto - para suportar o peso da mama cheia sem descair! Vamos compreender o investimento e todos os euros a mais que gastámos num soutien NADA sexy meses mais tarde :) 

 

Até às 29 semanas tinha engordado 3 kilos e quando voltei à minha segunda consulta com a nutricionista ela ficou mesmo contente - e fez-me sentir orgulhosa de estar tudo bem encaminhado. Expliquei-lhe que andava a sentir mais fome ao final do dia e que era impossível deitar-me sem voltar a comer... e a Dra. fez pequenas alterações na minha "ementa" diária - colocou mais um lanche - para tentar controlar o apetite ao final do dia. E resultou :)

 

A questão é... escrevo-vos às 31 semanas, directamente da minha cama! Fui fazer a Eco de rotina das 30 semanas e alegria : estava tudo maravilhoso com a pequena, está a crescer bem e não há nada a declarar de anormal. Tirando o facto de eu estar cheia de contracções e ela estar encaixadinha e a tentar nascer. Remédio? Beber muita água, fazer um reforço de magnésio e não sair da cama até nova consulta. Psicologicamente está a ser muito duro para mim. Não consigo estar confinada ao mesmo espaço, faz-me confusão estar deitada - estou inclusivé com dores no corpo por não poder varias muito a posição - mas... é por um bem maior! Para além de tudo isto não me apetecia engordar os 10 kilos que não engordei assim... do nada! Mas a verdade é que a fome existe e a inércia também. 

 

O Vulcão tem sido um óptimo companheiro. Fica sempre pertinho de mim e é inacreditável a companhia que um animal nos pode fazer : mesmo que não possa - obviamente - conversar connosco. 

 

Entretanto entramos em contagem decrescente. Com uma grande dose de psicologia e mentalização que me fazem ter de acreditar que não faz mal estar deitada na cama agora que queria aproveitar os últimos tempos e deixar tudo resolvido. O que importa no final é mesmo isto... está tudo a correr bem! 

 

Sobre a Mitosyl®: 

Mitosyl® é uma gama especialmente concebida para dar resposta às necessidades do bebé, passo a passo, e é uma marca de confiança dos pais no momento de proteger a pele dos seus bebés.

 

 

 

 

 

 

 

 

24
Mar17

E aconteceu aquilo que mais temia na gravidez...

Ana Gomes

... e não era o Parto. 

Era mesmo ir a uma consulta e mandarem-me para casa descansar. 

5112362c570734965b780ab472c13a46.jpg

 

Eu não gosto de estar em casa. Ou melhor : eu não gosto que me obriguem a estar em casa. Aprecio imenso a minha liberdade e a minha possibilidade de decidir o que quero ou não fazer. 

Por momentos ainda pensei : "Ah... boa! Vou organizar o caos todo que tenho para organizar e preparar tudo direitinho para a mudança e para a maternidade. " mas foi no mesmo momento em que ouvi " é para estar deitada, sem pegar em pesos, sem fazer esforços, acabou o ginásio, acabaram-se viagens e grandes passeios... aliás... o ideal é mesmo ficar entre a cama e o sofá." 

 

Eu até entendo a estratégia... a minha vida é tão fixe que a miúda queria nascer. Se me obrigam a ficar fechada em casa num mega aborrecimento ela vai reconsiderar... vai pensar "epá... se é isto que se passa lá fora deixa-me ficar aqui sossegada". 

 

E sim... eu sei que é por um bom motivo. Que é cedo para ela nascer - estamos a entrar nas 31 semanas - que é tudo por um bem maior. 

 

Até lá sopas e descanso. 

 

E sim... SOPAS... que uma pessoa ficar semanas deitada na cama não pode resultar em coisa boa. 

 

 

 

 

14
Mar17

#2 E essa gravidez como está a correr? powered by Mitosyl

Ana Gomes

IMG_6571.JPG

 

Hoje partilho convosco a crónica de Fevereiro que escrevi sobre a gravidez para a Mitosyl! :) <3 
 
A gravidez continua a correr super bem!
 
Felizmente consigo dormir melhor agora, houve uma altura complicada em que tive de gritar por socorro à minha obstetra! Passei quase duas semanas sem pregar olho - felizmente sem dores ou outro tipo de incómodos. Mas voltar a dormir foi uma sensação de vitória maravilhosa, afinal de contas vou ter tempo de sobra com noites mal dormidas!
 
O tempo está a passar num flash! E finalmente a minha barriga começou a dar um ar da sua graça. Este finalmente tem alguns mixed feelings por trás… é que se no momento em que soube que estava grávida achei que ia ficar enorme e com um barrigão impossível… a certeza que a gravidez podia evoluir saudavelmente sem grandes oscilações visuais (e de peso) passou a ser uma ideia maravilhosa que o meu corpo recebeu e cumpriu. Barriga grande não significa obesidade - nada disso! - mas se houve momentos em que só a ideia de um baby bump me fazia sentir socialmente grávida… outros houve em que as hormonas começaram a ver uma imagem disforme ao espelho! Ok… eu estou só a ser MEGA sincera. Isto não é o que vejo quando olho para outras grávidas. Estou única e exclusivamente a falar de mim.
 
O passar do tempo tem trazido outras preocupações reais: é necessário tratar de coisas práticas, carrinho, quarto da bebé, malas da maternidade e o ovo para o carro. As aulas de preparação para o parto têm sido óptimas para ganhar consciência destas coisas - e para reduzir as listas ao essencial - e sinto-me muito mais serena (ainda que preocupada na mesma proporção) com a realidade do parto. Com o babyshower que fiz no mês passado reuni uma boa quantidade de peças de roupa, algumas fraldas (não muitas; quando nascer logo se vê o tamanho que vai precisar) e produtos essenciais. Como sabem, escolhi a Mitosyl e tenho tido os melhores feedbacks de outras mamãs.
 
Por outro lado, as obras na casa nova estão bem atrasadas… já fiz uma visita à obra com as meninas responsáveis pela decoração e AMEI o projeto que foi desenvolvido. Acontece que na minha cabeça precisava de saber que ele podia ser montado tipo… no próximo mês! Queria ter tudo prontinho em Abril para me descansar e para ter a capacidade de orientar algumas mudanças - mas sim… já me mentalizei que só bem depois da baby nascer é que isso vai ficar resolvido: não a casa… mas o processo de limpeza da casa onde estamos a morar.
 
Continuo nos meus treinos diários, mas admito: começa a custar. Uma mistura de preguiça e de esforço que ainda assim considero mais um entrave físico do que mental. No principio do mês experimentei uma dor ciática durante 4 dias e não desejo isto a ninguém! Abençoada Filipa (uma PT do meu ginásio) que me ajudou com alongamentos e com uma bola de massagens.
 
Fiz massagens apropriadas à gravidez, e super recomendo; ajudam mesmo a libertar a tensão e aliviam o peso das pernas. E tive de autorrecriminar-me por nunca ter sido uma defensora das calças de grávida quando, na realidade, são a melhor coisinha do mundo. Conforto e bem-estar é isto… não há pressão, não apertam… comprem pelo menos um par! Palavra de honra. Mas basta um par… dois no máximo! Abusem das calças em polipele com cintura em elástico, daqui a nada já estamos a usar a nossa roupa normal e estas calças - de sonho - ficam a um canto. Não ficasse mal usá-las “normalmente” e nunca mais comprava outras calças na vida!
 
Este foi também o mês em que fiz o exame dos diabetes. Crucifiquem-me, mas acho este processo desumano. Nem são as horas de jejum, nem as três picadas para tirar sangue. É mesmo beber aquele liquido horrível com 75 gramas de açúcar e sentir o bebé numa agitação de desconforto enquanto tentamos não desmaiar nem vomitar. Advertências dos técnicos de laboratório e que confirmo, foram a única coisa que tive mesmo vontade de fazer durante aquelas horas: desmaiar e vomitar… Mentira… também tive vontade de desistir.
O que vos posso dizer é que o exame se faz! Há coisas piores! E que a segunda hora é bem mais aceitável que a primeira… ainda assim… mudem lá isto, pleaseeeeeee.
A melhor parte é que os resultados vieram impecáveis e não há diabetes gestacionais.
Também fui a uma consulta de nutrição na gravidez e saí de lá muito mais descontraída e cheia de dicas e receitas para garantir uma alimentação equilibrada para ambas.
 
A Vitória mexe-se IMENSO! Mas parece que é um privilégio só meu - para já. Ninguém mais a conseguiu sentir… até fiz um vídeo no outro dia à noite: mais uma vez… penso que só eu consigo ver! Enfim… em breve chegará aquela fase estranha em que parece que nos querem saltar pela barriga e já não será um momento só meu e dela.
 
 

Sobre a Mitosyl®: 

Mitosyl® é uma gama especialmente concebida para dar resposta às necessidades do bebé, passo a passo, e é uma marca de confiança dos pais no momento de proteger a pele dos seus bebés.

 

08
Mar17

Wellness & Beauty LAB Spa - Porto Palácio.

Ana Gomes

7.jpg

 

 Sabem o que é que fã de massagens fez no Porto? 

Isso mesmo... uma massagem! O fim-de-semana foi dividido entre trabalho e lazer e como as reuniões do Tiago são sempre demoradas aproveitei o final da manhã de Domingo para fazer uma massagem no SPA do Hotel Porto Palácio. 

 

Fiquei alojada neste hotel quando fui falar num evento organizado por eles e os serviços do SPA tinham-me chamado a atenção. Durante a última estadia não tive tempo para usar o espaço mas... ficou-me na ideia. 

Eu volto a repetir esta ideia: eu podia viver a experimentar estes serviços e a falar sobre eles. Serviço público do mais puro! 

 

A experiência já me ensinou que nunca se chega em cima da hora marcada. Existe sempre uma ficha a preencher ou uma conversa com a terapeuta que permitirá conhecer melhor as nossas necessidades e o tipo de tratamento a efectuar. No caso do Wellness & Beauty LAB Spa também existe um circuito de água - Acqua Sensations - que vale muito a pena! Recomendo sempre que possam aproveitar estes "extras" antes do tratamento, de forma a permitir que os óleos ou hidratantes usados na massagem possam permanecer no corpo durante mais tempo. 

A massagem que tinha marcado era adequada à maternidade - Mamã Mimada - e tem a duração de 55 minutos ( 65€ ). Numa primeira avaliação foi entendida a minha vontade de aliviar as dores nas pernas e a retenção de liquidos, mas ao mesmo tempo a procura de firmeza. Adorei a massagem : para além dos momentos de relaxamento existiram também alongamentos e movimentos que claramente me fizeram sentir mais tonificada e activa. 

 

Repetirei as vezes que forem necessárias que devem aproveitar este tipo de tratamentos holisticos - se vos for possível - para promover o bem estar fisico e mental. Há quem considere estes momentos um luxo... e na verdade são mesmo um luxo... mas para nós mesmos! Não desvalorizem o efeito benéfico e terapèutico de uma massagem ou de algumas horas de relaxamento. 

 

Contactos Wellness & Beauty LAB Spa :

 

Site Oficial Facebook,

Contacto Telefónico : +351 22 608 6797

 

 

 

 

http://www.wblspa.com

 

07
Mar17

Obrigada Mãe Natureza, mas...

Ana Gomes

No outro dia tive um vislumbre raro do meu corpo semi-nu reflectido num espelho. 

64d73eb6a4c7990abc5402288d0b93b0.jpg

 

Por muito estranho que isto vos possa parecer isso só devia ter acontecido uma vez ou duas desde que engravidei. 

E confesso : foi um susto. Eu vou ao ginásio todos os dias e e não imaginei que pudesse estar tão mole assim. 

 

Comentei isto com alguém que me disse : é uma benção. É a mãe natureza a preparar o teu corpo para o nascimento. 

 

Ora... agradeço-te - sinceramente - Mãe Natureza. Mas tendo em conta que o parto não deverá acontecer antes de Maio... dá para voltar ao corpo rijinho e dois ou três dias antes mandas tudo descair de novo? 

 

Atenciosamente, 

 

Ana Gomes 

28
Fev17

Massagem na Gravidez - a - sempre épica - experiência no SAYANNA WELLNESS.

Ana Gomes

Acho as massagens na gravidez uma das melhores coisas que se pode fazer. 

Isso... e conversar com mães desenrascadas e super capazes. É um alivio necessário e muito prazeiroso. 

 

Deixo-vos até a dica : se tiverem uma amiga/mulher grávida... ofereçam-lhe uma massagem apropriada para a gravidez. Nem sabem o quanto vos vai ficar agradecida. 

 

A minha profissão durante estes 9 meses podia ser esta : testar e comentar massagens. ( Fica a ideia ).

 

18097988_9tteV.jpeg

 

E há umas semanas tive um desses momentos maravilhosos que todas nós devíamos ter uma vez por semana ( no mínimo ) . Fui ao SPA do EPIC SANA ( um dos meus spas preferidos no mundo... onde fiz a melhor massagem de casal da vida )  e entreguei-me às mãos de uma terapeuta super entendida no assunto desta vez no campo das pré-mamãs.

Digo-o cheia de certezas porque antes mesmo de começarmos a massagem trocámos algumas impressões sobre a gravidez e fiquei satisfeita por me sentir compreendida e aconselhada. 

 

Os minutos seguintes - da terapia propriamente dita - foram aproveitados entre um estado super alerta e vários minutos de uma sonolência profunda de quem se deixa embalar por aquele carinho. Eu sei que há quem não aprecie massagens e também reconheço que há momentos ou situações em que fico bastante tensa...  mas quando sentimos confiança na pessoa que nos está a tratar sentimos ( ou eu sinto ) mesmo que alguém está a cuidar de mim e essa sensação é maravilhosa! 

 

No caso da massagem de maternidade do Sana as zonas trabalhadas são : as costas ( lateralmente ), pernas e rosto e o óleo usado é de rosas. 

 

Aconselho que no dia em que façam a vossa marcação possam ter algum tempinho extra. Idealmente usufruam do circuito de águas ANTES da massagem : desta forma o óleo que vos é aplicado no tratamento continua a hidratar a pele no resto do dia já que não vão para dentro de água! No final da massagem aproveitem para relaxar um bocadinho mais na zona reservada. Bebam um chá - ou uma água aromatizada - comam os snacks que vos são servidos e tentem não ter de ir a correr para lado nenhum : deixem que a terapia possa actuar no vosso corpo e aproveitem o estado de espírito :) 

 

Contactos SPA EPIC SANA - SAYANNA WELLNESS : 

site : http://www.lisboa.epic.sanahotels.com/pt/sayanna-wellness/wellness-spa . 

 +351 211 597 390 ou e-mail lisboa@sayannawellness.com

 

 

06
Fev17

A Alimentação e a Maternidade - Dra. Iara Rodrigues.

Ana Gomes

8fc23450d03a0be4a90fa9725bcf4d8c.jpg

 

A semana passada decidi fazer - mais - uma coisa por mim. 

 

Desde o dia em que soube que estava grávida que o meu motor de busca do Google tem sempre várias pesquisas sobre a gravidez e a alimentação. 

Eu não sou muito complicada, mas a realidade é que os "planos alimentares/dietas" convencionais não fazem grande sentido para mim. E convenhamos : é esse tipo de aconselhamento ou sugestão que encontramos online. 

 

Se somos imunes à toxoplasmose comemos isto, se não somos comemos aquilo. Devemos ter atenção à qualidade dos alimentos e à forma de conservação porque ninguém quer apanhar uma gastro : muito menos uma grávida. 

 

Mas eu acho que podemos e devemos ir muito mais além disto. Há cuidados que são transversais a qualquer gravidez  e há mitos que devem ser derrubados com alguma brevidade. 

 

Mas o que mais há é falta de informação sobre outros estilos de alimentação. Decidi marcar uma consulta com a Dra. Iara Rodrigues - de quem fiquei super fã depois de ler o livro - e foi tudo o que esperei. 

Fizemos uma avaliação sobre o meu corpo : onde confirmei que só ganhei 1 kilo desde que engravidei, que a minha tensão está maravilhosa ( e mais controlada do que quando vou à obstetra apesar de ambos os valores serem bons ) e que estou a fazer retenção de líquidos. Avaliámos a quantidade de massa gorda e concluímos que as boas caminhadas que faço ajudam a manter os bons níveis de massa muscular. 

 

Estou bem! Arrisco-me a dizer que estou melhor agora do que antes de ter engravidado. 

Falámos durante mais de uma hora, a psico-nutrição é uma área que me fascina e pude fazer a ponte entre vários momentos da minha vida e a relação com a alimentação e as consequências directas no meu corpo. 

Analisámos a minha alimentação actual e saí do consultório com óptimas ideias e com um plano alimentar personalizado.

 

Confesso que AMO o meu plano... reparem : há batidos, panquecas, granola e papas de aveia aqui pelo meio. Abacate, ovos, queijo, batata doce, quinoa, espelta e outros cereais, chocolate preto, fruta fresca e desidratada, proteínas que não envolvem carne e leguminosas. 

 

Mas também há regras incontornáveis! A saber : Comer devagar e mastigar os alimentos, beber no mínimo 1,5l de água por dia, máximo de dois cafés por dia sem açúcar, não beber álcool, não permanecer muitas horas em jejum, não comer após o jantar, exercício físico pelo menos 3 vezes por semana no mínimo 50 minutos! É permitida uma água com gás por dia com aromas e três pastilhas elásticas sem açúcar. 

 

Há também dicas gerais : consumir produtos da época, preferencialmente biológicos ou de origem controlada e confeccionados por nós ou por alguém de confiança. 

 

Importa MUITO descomplicar. Se nos apetece sushi, marisco ou ovos interessa essencialmente que sejam consumidos em sítios nos quais nos sintamos à vontade. Uma maçã pode ser consumida com casca se : 

For biológica ( serve para todos ) e se for "amukinada"!

Legumes e vegetais no prato são a melhor opção que podemos fazer e aqui o truque é diversificar a cor das nossas escolhas para garantir diversidade nutritiva. 

 

Vou partilhando convosco as adaptações ao plano alimentar e as dicas que puderem servir para todos. 

 

O primeiro mito que deve cair é o seguinte : Uma grávida deve comer por dois. A meu ver deve comer para dois... e não por dois ;) 

É óbvio que este não é momento para pensar em perder peso, há muitas coisas com as quais temos de nos preocupar, mas também não devemos ser descuidadas ou deixar para depois os cuidados connosco. Tudo é mais fácil se for uma forma de estar na vida : positiva, cuidada, saudável e feliz! 

 

 

 

Para informações sobre consultas podem enviar e-mail para info@iararodrigues.com, caso queiram marcar basta ligarem para o 21 011 6410 ou 93 474 8192 

 

Facebook Dra. Iara Rodrigues. 

 

 

 

 

04
Fev17

A delicadeza das pessoas...

Ana Gomes

0dce0f9690d5d305277ce422715e33f6.jpg

 

 

Ah aquela simpatia. 

 

Desde que engravidei que só engordei 1 kilo. E a minha barriga está pouco maior, está empinada e claramente diferente mas não está barrigão. 

 

Hoje no café uma senhora comentava isso mesmo : como não tinha barriga... como não diria que estou grávida se não soubesse, muito menos de quase 6 meses. 

 

Até que outra se vira e diz : ah... então não se vê bem? está toda largueirona... vê me bem o formato das pernas. 

Quase que me engasguei a comer a minha bola de berlim com creme ( mentirinha... estava só a beber café sem açucar... o segundo do dia... já a arriscar tudo ). 

 

A ternura das pessoas sempre a contribuir para a auto-estima de quem nos rodeia. 

 

24
Jan17

#1 E essa gravidez como está a correr? - Powered by Mitosyl

Ana Gomes

#1 E essa gravidez como está a correr? - Powered by Mitosyl

 

IMG_3221.JPG

 

Tem sido uma pergunta frequente e acreditem: a vossa onda de Amor e carinho, depois do primeiro post em que falei sobre o assunto, foi recebida de coração emocionado. 

 

A gravidez está a correr bem! 

O primeiro trimestre foi o mais difícil de gerir - estamos neste momento nas 22 semanas - e até às 12 foi uma sucessão de enjoos, sono e emoções. 

Cada consulta era um pico de ansiedade e emoção. 

Agora estou mais calma, mais serena e muito mais bem-disposta! 

Tento manter as minhas rotinas - com as devidas adaptações - e até à consulta das 16 semanas não tinha ganho peso. Tento levantar-me cedo - apesar de estar muito preguiçosa - e fazer o meu treino diário. 

Não pensem que me vão ver no ginásio a fazer treinos para ganhar massa muscular, a levantar pesos ou nas aulas de impacto. Não dispenso a minha caminhada em plano irregular e uma boa dose de música: transpirar um bocadinho e sentir-me ativa é meio caminho andado para ficar logo bem-disposta. Depois tento integrar algumas aulas de relaxamento, tonificação e alongamentos: Yoga ou Body Balance. 

Ainda fiz umas aulas de KickBoxing, mas não me tenho conseguido coordenar com os horários das aulas (snifff). A Leonor - a PT que dá a aula - tem imenso cuidado e vai sempre adaptando os exercícios para mim. Na verdade vou precisar de uns braços tonificados e esta aula é um ótimo treino! 

 

Têm-me perguntado como é que consigo não engordar. Não tenho grandes truques! Como mais e a minha alimentação alterou-se (nunca comia um pão de manhã e agora tem sido a regra de todos os dias). Se tenho fome e estou deitada vou comer (algo leve obviamente) e obrigo-me a ingerir proteínas a todas as refeições. Também convenhamos que a partir de agora é que a balança se vai alterar à séria e o ideal é descomplicar: não é altura para pensar em dietas! Mas se querem saber a minha opinião, eu acho que não devemos ceder a todos os desejos e vontades malucas. Há umas semanas fui jantar com uma amigas depois do jogo do Benfica. Tinham encomendado pizza e comi umas fatias (sem dramas), mas a minha vontade foi de comer uma pizza inteira, quem sabe duas, acreditem: estava-me mesmo a saber bem. Decidi parar quando me senti satisfeita. Penso que comi 2 fatias e umas tiras de pão de alho. E se soubessem a quantidade de vezes que estou a trabalhar no sofá e penso: ah... não vou fazer jantar... vou encomendar uma pizza. São IMENSAS! Mas não acho certo ceder a essas vontades. E não estou a pensar pura e simplesmente em engordar ou não engordar. Estou a falar de uma alimentação saudável que nos dê os nutrientes certos de uma forma equilibrada: para mim e para o bebé. 

 

Ah... o bebé já saberão que é uma menina! 

O Tiago nunca pôs a hipótese de ser um rapaz e quando decidimos fazer um teste de sangue que despista as principais trissomias e tem como opção revelar o sexo o bebé... Lá estava a indicação que ele teimava em querer saber. Não conseguimos ver nada em nenhuma das ecos até à morfológica - que fiz esta semana - e onde tudo se confirmou. 

 

Apesar de ter as minhas neuras sou uma pessoa bem-disposta. Faço imensas parvoíces e passo grande parte do dia a rir. O mais engraçado é que dou por mim a pensar nela: será que fica bem-disposta quando nos rimos? Será que fica feliz quando nos ouve falar dela? Será que sente o carinho? Enfim... disparates de Mãe! 

 

Ando super ocupada com a obra e tenho de pensar em imensos pormenores e detalhes. Por causa das canalizações e dos cabos o responsável enviou-me uma mensagem a perguntar "queres pôr TV na cozinha?". Disse logo que não... Eu não vejo televisão e não fazia sentido para mim. Perguntei ao Tiago qual era a opinião dele e veio uma resposta "do futuro": "pelo sim, pelo não é melhor ter uma saída para a TV... A Vitória pode querer ver os desenhos animados de manhã." Isto pode parecer indiferente, mas sorri ao ler a mensagem... De facto, há um ser futuro que terá as suas necessidades! Também sei que uma TV não é uma necessidade... Mas acho que percebem a ideia... 

 

Também já partilhei aqui que tomei uma decisão no que diz respeito à alimentação da bebé. Tive o meu primeiro contacto com o universo dos babys pela Mitosyl, que me convidou para um workshop no IMP. Sinto-me mais tranquila com a minha opção! A pergunta que mais me fizeram depois dessa partilha foi " e se ela um dia quiser comer carne? ". Ora... Se ela quiser comer carne vai comer carne! :) Não vou ser uma ditadora alimentar... Como não o sou com ninguém. 

 

Ainda não sinto pontapés (eu sei que é cedo), mas tenho a certeza que a sinto mexer! É engraçado ter essa noção de companhia. Sabem do que morro de medo? De cair! Vou na rua e penso que vou escorregar e cair. 

 

Ainda não comprei quase nada para a criança! Tirando 3 peças de roupa, uma mantinha e uma t-shirt. No natal recebeu alguns kits de roupa dos avós e da tia. A Mafalda deu-me um casaco e umas botinhas e tenho apenas um brinquedo e um saquinho de dormir. Sei que é cedo para grandes compras, mas já há uma gaveta boa em casa dos meus pais a começar a ficar composta :).

 

Prometo que vos vou pondo a par de todas as novidades! Obrigada pelo carinho imenso * <3  

 

 

Sobre a Mitosyl®: 

Mitosyl® é uma gama especialmente concebida para dar resposta às necessidades do bebé, passo a passo, e é uma marca de confiança dos pais no momento de proteger a pele dos seus bebés.

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D