Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

12
Abr18

Rubrica RFM - Top 5 - Dicas Para Utilizar Menos Plástico :

Ana Gomes

 

00e70c6fcafb78d9dbfc7486bd037fd9.jpg

 

 

 

O consumo de plástico é um dos grandes flagelos dos tempos modernos. Todas as vezes que nos deparamos com noticias sobre o impacto dos resíduos na natureza ficamos com um nó na garganta. 

Mas se por um lado este tipo de imagens ou noticias não nos está sempre a entrar "em casa" - e fica fácil esquecermos-nos de que devíamos ser um bocadinho mais cautelosos... por outro lado faltam-nos opções. Muitas vezes recorremos ao plástico sem pensar, é um comportamento normalizado, não acham? 

 

Na rubrica de hoje partilhamos convosco 5 ideias fáceis que podem ajudar a mudar a utilização de plástico no nosso dia-a-dia - e consequentemente alterar o nosso impacto na degradação do planeta :) 

 

5) Repensar a forma como guardamos a comida : 

Quantas vezes não usamos um saquinho de plástico para guardar uma sandes no frigorífico? Ou para colocar aquele resto de cebola que não se usou na salada? A opção que vos vou dar pode não ser a perfeita - já que há plástico envolvido - mas pelo menos não é imediatamente descartável. Pode ocupar um pouco mais de espaço no frigorífico mas se já existirem caixinhas de plástico lá em casa... são melhor opção! Já que são laváveis e reutilizáveis. O melhor mesmo seria usar recipientes de vidro, uma boa dica para guardarem é comprar produtos que sejam comercializados em potes de vidro e não os deitar fora! 

 

 

4) Nas compras preferir sempre os embalados em cartão : 

Já reparam que há muitos detergentes disponíveis em diferentes embalagens? Ou até mesmo as bolachas ou mercearias. Ainda que seja material descartável sempre é mais fácil a reciclagem do cartão do que do plástico.

 

3) Comprar a peso ou a granel : 

 

Há uns tempos atrás era necessário que nos tivéssemos de deslocar a lojas ou mercearias mais especificas para conseguir comprar alguns produtos a granel. Mas hoje em dia muitas superfícies comerciais têm essa secção. Comprar a granel significa muitas vezes poupar dinheiro já que podemos comprar apenas as quantidades de que necessitamos, mas também nos permitem poupar nas embalagens. A teoria vai um pouco ao "ar" quando utilizamos os famosos sacos transparentes que encontramos em rolos gigantes. A ideia seria optar pelos saquinhos de papel - que também já começam a estar disponíveis nestes lineares - e no caso das frutas ou produtos maiores utilizar o nosso próprio saco de pano que tem um peso residual! :) 

 

2) De uma forma geral evitar comprar tudo o que é descartável: 

 

Escoas de dentes descartáveis, lâminas de barbear descartáveis, todos os artigos que são embalados individualmente e até... aquelas embalagens amorosas de champô e espuma de banho dos hotéis. Utilizem estes artigos apenas e só se forem realmente necessários! Caso tenham uma embalagem desse tal champô em casa, encham com o vosso próprio champô antes da próxima viagem... e tentem ter esta postura em relação a todos os pequenos "passos em falso" que possam ter cometido quando ainda não pensavam no assunto. Porque... sejamos razoáveis : geralmente nem sequer são o melhor produto, certo? Servem precisamente para resolver uma emergência. 

 

1 ) Esqueçam as palhinhas!!

 

Um objecto que parece ser tão inofensivo tem um impacto tremendo - e negativo - no nosso meio-ambiente. São completamente dispensáveis e caso não concordem podem sempre optar pelas versões em metal ou vidro! Continuem a beber a vossa bebida preferida, claro! Mas evitem fazê-lo através de uma palhinha. Ah... e se possível reclamem sempre que um café vos for servido com uma palheta de plástico! É que a nossa posição e opinião podem efectivamente alertar os distribuidores! 

 

7f1d0563b0846f9537b90931f0876f31.jpg

 

14
Set17

Rubrica RFM - Top 5 - Dicas Para Ser Mais Ecológico.

Ana Gomes

6a129a9475c87d9718c2f44e8bfcb88b.jpg

 

 

 

 

Lembram-se quando eram mais pequenos e nos estavam sempre a ensinar na escola que devíamos fechar a torneira quando escovávamos os dentes, ou quando nos ensaboávamos? Pouco ou nada se falava de consciência ambiental, mas já nos davam dicas preciosas de como é importante preservar o meio ambiente. 

 

Ser "verde", "ecológico" ou consumir "orgânico" até pode ser uma moda... mas pelo menos é uma moda consciente que tem um bom impacto no ambiente. 

 

Na Rubrica de hoje partilho convosco um top 5 de dicas para serem mais amigos do ambiente. Tudo coisas fáceis, práticas e que podem - mesmo - fazer a diferença. 

 

5 - Consumir produtos da época e com produção local. 

 

Já pensaram que de quanto mais longe for o produto... mais impacto ambiental teve o seu transporte até nós? É este tipo de raciocinio que vale a pena exercitar e tentar olhar para a etiqueta do produtor e priveligiar os produtos que são produzidos em Portugal e em especial numa área perto da nossa área de consumo. Quanto mais próximo, menos impacto ambiental houve no seu transporte. 

 

4 - Ter sempre um saco de pano na bolsa ou no carro. 

 

As superficies comerciais tentaram educar os consumidores ao cobrar os sacos para transporte de produtos. Criaram ainda - como alternativa - uns sacos mais resistentes que podem ser utilizados várias vezes : estes são também uma opção... mas não vale comprar um cada vez que vamos às compras porque nos estamos sempre a esquecer do nosso em casa. A sugestão do saco de pano pretende ir ainda mais longe : em qualquer superficie comercial, desde o café onde vamos comprar o almoço até loja onde compramos "fast fashion" deveríamos dispensar os sacos de papel ou plástico e optar pelo nosso próprio saco. Já existem várias versões : algumas até com frases ou padrões bem divertidos. 

 

3 - Consumir de forma consciente. 

 

Em todos os aspectos! Desde a compra de comida - que pode resultar em desperdicio alimentar - importa ter uma boa dispensa de produtos "secos" e conservas e ir comprando os frescos e pereciveis à medida das nossas necessidade. O mesmo se aplica à roupa mas com outra lógica : o consumo desenfreado provoca uma sobrecarga na industria que procura responder às nossas "necessidades". 

 

2 - Dispensar os plásticos. 

 

Nas suas mais diversas formas! Muitas vezes aceitamos um copo sem necessidade ou mesmo uma palhinha - que é tão desnecessária na maioria das vezes - o plástico acaba por ser um material prático para transporte : porque é leve. Mas tem um impacto ambiental pesadissimo! Optem por utilizar garrafas reutilizaveis de vidro, por exemplo. 

 

1 - Preferir produtos orgânicos. 

 

Em todas as áreas de consumo, desde a alimentação aos tecidos que compõem a nossa roupa. Mas é também importante que o tipo de produtos de limpeza e higiene que utilizamos sejam biológicos ou amigos do ambiente. São pequenos gestos em produtos que usamos de forma repetida nas nossas rotinas e que podendo minimizar o impacto são escolhas mais apropriadas. 

 

Ah... e não se esqueçam do velho conselho de desligar a torneira entre ensaboadelas ;) 

 

864488d6b0a7bc1476cdc08491cbe326.jpg

 

14
Mai16

#Faceforgreen o movimento sustentável que quer contagiar os festivais.

Ana Gomes

 

faceforgreen.png

 

Estamos a menos de uma semana do primeiro grande festival de Verão em Portugal! Eu ADORO festivais e faço sempre os possíveis para ir. 

Consigo-me lembrar de mais de 20 coisas positivas nos festivais mas há sempre uma que me deixa "meio amarga". Já reparam na quantidade lixo que é produzido? A infinidade de plástico, a falta de cuidado... enfim! 

Este ano a Sociedade Ponto Verde iniciou um movimento por uma atitude mais sustentável, e se pratico esta filosofia no meu dia-á-dia é óbvio que gosto de a ver ampliada para o âmbito dos festivais. 

 

 

Como surge o movimento? 

 

Todos os anos Portugal recebe centenas de artistas em mais de 150 festivais espalhados pelo País. Com todas as coisas boas que os festivais nos dão, muitas vezes é esquecido o impacto ambiental que causam, como o lixo produzido, mas também as emissões de dióxido de carbono de trazer os artistas até cá e pela produção de grandes quantidades de energia para alimentar sistema de som e luzes.

 

Este ano, o objectivo é que seja dado o primeiro passo de algo diferente, para que possa haver uma mudança da parte da organização dos festivais. Milhares de pessoas vão ser convidadas a apoiar esta causa e a pintar a cara de verde nos festivais e nas redes sociais, partilhando as suas fotos através do Hashtag #faceforgreen.

 

Desafios a ter em conta para Festivais mais Verdes:

  • Reduzir o consumo de energia e aumentar a utilização de fontes de energia renováveis
  • Reutilizar os materiais das estruturas dos Festivais
  • Utilização de materiais recicláveis
  • Promover a reutilização de materiais dentro dos Festivais, combatendo o desperdício
  • Aumentar a percentagem de reciclagem e utilização de lixo orgânico para compostagem
  • Promover a utilização do transporte público, utilização de bicicleta e car-sharing para reduzir as emissões de CO2
  • Reduzir a pegada carbónica do Festival, compensando o que não puder ser evitado
  • Promover a sustentabilidade social: integração de minorias e de pessoas com necessidades especiais. Criação de mais espaços para pessoas com mobilidade reduzida.

 

Podem explorar todas estas informações e a campanha no site : http://www.faceforgreen.com/hm.html e ainda fazer upload de uma foto e testar a "tinta verde" numa aplicação dinâmica que existe dentro do site.

 

Acho mesmo importante espalhar a palavra e acima de tudo transportar esta atitude consciente para o nosso dia-a-dia. Se conseguirmos contagiar mentalidades num evento de massas estamos a dar um passo gigante, certo?! 

 

Confesso... este é o único motivo pelo qual alguma vez pintaria a cara de verde ;) 

 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D