Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

20
Mar17

Banana bread - Receita Sem Farinha e Sem Açúcar.

Ana Gomes

IMG_6991.JPG

Já sabem que adoro cozinhar, e quando o desafio é uma receita saudável podem sempre contar comigo para por as mãos na massa! 

Saí da minha última consulta com a Dra. Iara Rodrigues com uma séries de receitas novas para experimentar ( esta semana partilho o feedback da consulta convosco ).

 

Depois do sucesso das bolachinhas de Banana e Aveia ( que são de babar ) decidi que me aventuraria primeiro no Banana Bread. É uma óptima opção para pequeno-almoço ou lanche e para além de muito saboroso é bastante saciante. Morninho então... nhom! Uma chávena de chá e uma fatia ( ou duas.. para ser realista ) e temos um maravilhoso lanche. 

 

A receita é daquelas para fazer todas as semanas! Para além disso abrange vários planos alimentares já que, por não ter farinha nem açúcar, é low carb e paleo! 

Vão reparar que a receita tem nozes e que eu usei amêndoas. A explicação é simples: estou numa missão de "limpeza" e privilegio os ingredientes que já tenho a uso. A semana passada abri um pacotinho de amêndoas laminadas e sobraram. Prefiro a combinação banana / noz mas como queria acabar com as amêndoas decidi usá-las! :) O único objectivo foi não estragar ingredientes... nada mais! Sugiro que adoptem também esta táctica na vossa cozinha. 

Ou seja: recriem receitas com os ingredientes que já têm na vossa dispensa ou frigorífico. Vão evitar desperdício e o resultado final será - naturalmente - mais económico e ecológico.

 

Mas vamos ao que interessa! 

 

BANANA BREAD

Ingredientes :

- 6 ovos biológicos

- 4 bananas maduras

- 150g de Coco Ralado

- 10 Nozes Picadas

- 4 colheres de Sopa de óleo de coco ( ou azeite )

- Canela ( a gosto )

 

Bater os ovos com a gordura escolhida, posteriormente adicionar as bananas esmagadas, o coco ralado e a canela. Mexer tudo muito bem. Finalmente juntar as nozes picadas.

 

Levar ao forno ( pre-aquecido a 180º ) entre 30 e 40 minutos. 

Tapem com papel de aluminio para que cozinhe mais rápido sem queimar. Idealmente utilizem uma forma de bolo inglês untada e forrada com papel vegetal.

 

Depois dos 30 minutos tirei o papel de aluminio e deixei corar.

 

Bom Apetite! 

 

IMG_6986.JPG 

IMG_6996.JPG

 

13
Mar17

Cookies de Banana e Chocolate Negro - receita Vegan e Saudável.

Ana Gomes

IMG_6811.JPG

 

Ter tempo para cozinhar é maravilhoso. Para quem gosta... claro. No meu caso é terapêutico e por mais incrível que pareça ajuda-me a relaxar. O resultado é exponencial se sei que estou a fazer receitas saudáveis. É o caso das bolachinhas de hoje, que na foto estavam prontinhas para entrar no forno!

 

A receita foi-me dada pela Dra. Iara Rodrigues na última consulta e para além de saudáveis não nos tomam muito tempo! Para além disso são vegan e bem nutritivas.

 

 

Do princípio ao fim são cerca de 25 minutos entre começar a preparar e poder provar!

 

A receita é simples assim:

2 bananas maduras;

1 chávena de chá de Aveia;

1 colher de sobremesa de canela;

1 colher de sobremesa de geleia de arroz ( na receita original leva mel mas assim temos a receita vegan )!

Amassar as bananas, envolver a aveia e finalmente a canela e a geleia de arroz. Se quiserem coloquem pepitas de chocolate negro e levem ao forno até ficarem douradinhas:) atenção que saem do forno ainda moles !

 

Bom apetite ❤

06
Fev17

A Alimentação e a Maternidade - Dra. Iara Rodrigues.

Ana Gomes

8fc23450d03a0be4a90fa9725bcf4d8c.jpg

 

A semana passada decidi fazer - mais - uma coisa por mim. 

 

Desde o dia em que soube que estava grávida que o meu motor de busca do Google tem sempre várias pesquisas sobre a gravidez e a alimentação. 

Eu não sou muito complicada, mas a realidade é que os "planos alimentares/dietas" convencionais não fazem grande sentido para mim. E convenhamos : é esse tipo de aconselhamento ou sugestão que encontramos online. 

 

Se somos imunes à toxoplasmose comemos isto, se não somos comemos aquilo. Devemos ter atenção à qualidade dos alimentos e à forma de conservação porque ninguém quer apanhar uma gastro : muito menos uma grávida. 

 

Mas eu acho que podemos e devemos ir muito mais além disto. Há cuidados que são transversais a qualquer gravidez  e há mitos que devem ser derrubados com alguma brevidade. 

 

Mas o que mais há é falta de informação sobre outros estilos de alimentação. Decidi marcar uma consulta com a Dra. Iara Rodrigues - de quem fiquei super fã depois de ler o livro - e foi tudo o que esperei. 

Fizemos uma avaliação sobre o meu corpo : onde confirmei que só ganhei 1 kilo desde que engravidei, que a minha tensão está maravilhosa ( e mais controlada do que quando vou à obstetra apesar de ambos os valores serem bons ) e que estou a fazer retenção de líquidos. Avaliámos a quantidade de massa gorda e concluímos que as boas caminhadas que faço ajudam a manter os bons níveis de massa muscular. 

 

Estou bem! Arrisco-me a dizer que estou melhor agora do que antes de ter engravidado. 

Falámos durante mais de uma hora, a psico-nutrição é uma área que me fascina e pude fazer a ponte entre vários momentos da minha vida e a relação com a alimentação e as consequências directas no meu corpo. 

Analisámos a minha alimentação actual e saí do consultório com óptimas ideias e com um plano alimentar personalizado.

 

Confesso que AMO o meu plano... reparem : há batidos, panquecas, granola e papas de aveia aqui pelo meio. Abacate, ovos, queijo, batata doce, quinoa, espelta e outros cereais, chocolate preto, fruta fresca e desidratada, proteínas que não envolvem carne e leguminosas. 

 

Mas também há regras incontornáveis! A saber : Comer devagar e mastigar os alimentos, beber no mínimo 1,5l de água por dia, máximo de dois cafés por dia sem açúcar, não beber álcool, não permanecer muitas horas em jejum, não comer após o jantar, exercício físico pelo menos 3 vezes por semana no mínimo 50 minutos! É permitida uma água com gás por dia com aromas e três pastilhas elásticas sem açúcar. 

 

Há também dicas gerais : consumir produtos da época, preferencialmente biológicos ou de origem controlada e confeccionados por nós ou por alguém de confiança. 

 

Importa MUITO descomplicar. Se nos apetece sushi, marisco ou ovos interessa essencialmente que sejam consumidos em sítios nos quais nos sintamos à vontade. Uma maçã pode ser consumida com casca se : 

For biológica ( serve para todos ) e se for "amukinada"!

Legumes e vegetais no prato são a melhor opção que podemos fazer e aqui o truque é diversificar a cor das nossas escolhas para garantir diversidade nutritiva. 

 

Vou partilhando convosco as adaptações ao plano alimentar e as dicas que puderem servir para todos. 

 

O primeiro mito que deve cair é o seguinte : Uma grávida deve comer por dois. A meu ver deve comer para dois... e não por dois ;) 

É óbvio que este não é momento para pensar em perder peso, há muitas coisas com as quais temos de nos preocupar, mas também não devemos ser descuidadas ou deixar para depois os cuidados connosco. Tudo é mais fácil se for uma forma de estar na vida : positiva, cuidada, saudável e feliz! 

 

 

 

Para informações sobre consultas podem enviar e-mail para info@iararodrigues.com, caso queiram marcar basta ligarem para o 21 011 6410 ou 93 474 8192 

 

Facebook Dra. Iara Rodrigues. 

 

 

 

 

05
Fev17

Panquecas Saudáveis - bio e sem glúten.

Ana Gomes

IMG_4954.JPG

 

IMG_4952.JPG

 

Domingo pede panquecas. O motivo é simples: há tempo para preparar o pequeno-almoço... contraria-se a correria dos dias da semana em que andamos em contra-relógio! Habitualmente faço a receita das panquecas mais rápidas do mundo : 1 banana, 2 colheres de sopa de Aveia, 1 ovo e 1 pitada de canela. Mas hoje decidi pegar numa receita da Dra. Iara Rodrigues e adaptá-la ligeiramente (alterei alguns ingredientes ). O resultado foi óptimo! A massa - na minha versão - não fica muito doce... mas prefiro depois ajustar o recheio e ter o sabor e o nível de doçura que quero. Hoje usei maçã, geleia de arroz e nozes : tudo biológico. Mas também vale por Nutella, morangos e açúcar em pó! A maravilha de ter uma base saudável é que depois fica ao gosto de cada um o recheio que se escolhe. Para 5 panquecas médias : 100g farinha de espelta bio; 150ml de leite de arroz bio; 1 colher de sopa de geleia de arroz bio; 1 colher de chá de canela; 2 colheres de chá de linhaça; 2 ovos médios Misturar tudo ( idealmente com a ajuda da varinha mágica ) , untar uma frigideira anti-aderente com óleo de coco e cozinhar em lume médio! A massa é muito saciante e uma panqueca recheada com fruta e - por exemplo - manteiga de amêndoa ou amendoim é o suficiente para um lanche ou para um pequeno-almoço! Bom Apetite ❤

16
Ago16

Um Gelado de Melancia e outras receitas fresquinhas.

Ana Gomes

 Hoje quando cheguei à rádio tinha uma caixa cheínha de gelatinas da Royal! 

Lá dentro uma série de receitas da nutricionista Iara Rodrigues - já sabem que ADORO o livro dela, não é ? - confesso que ainda não tenho opinião formada sobre a gelatina. Sabe-me bem, adoro comer uma gelatina fresquinha quando estou com fome e parece-me sempre uma solução rápida e prática para ter em casa. 

Obviamente que não consumo aquelas carregadas de açúcar! 

As receitas parece-me óptimas e por isso partilho as imagens para que possam fazer o download. 

A imagem que deixo é meramente ilustrativa mas mergulhava já para este gelado de Melancia : 

 

melancia.jpg

 

A receita do gelado :

Ingredientes : 1 saqueta de gelatina 10 Kcal com sabor a melancia

1 fatia de melancia cortada aos cubos 

 

Dissolver o conteúdo da saqueta em 250 ml de água quente + 250 ml de água fria e colocar o conteúdo numa forma de borracha. Acrescentar os cubos de melancia e levar ao congelador por três horas. 

Depois é só saborear o fresquinho :)

 

Entretanto procurei uma alternativa de Sorvete de Melancia igualmente saudável : 

Ingredientes:

2 colheres de sumo de limão

4 colheres de Stevia 

 

Colocar todos os ingredientes no liquidificador e misturar até ficar bem liquido. 

Congelar até ter uma consistência firme para servir! 

 

 

Gelado de Melancia.pngFrapê de Limão.png

 

Gelatina de Mirtilo.png

Mousse de Manga.png

Mousse de Pinãcolada.png

Panacota de Morango.png

 Bom Apetite! 

16
Fev16

Passatempo - Livro "Emagreça Sem Fome" - Dra. Iara Rodrigues

Ana Gomes

Captura de ecrã 2016-02-11, às 18.53.30.png

 

Hoje trago boas novidades! A vossa receptividade à minha opinião sobre o livro da Dra. Iara foi tão positiva que tenho dois exemplares autografados para vos oferecer! :) 

 

Espero que este livro venha a ter um impacto tão positivo na vossa vida como teve na minha! 

 

Vencedoras do Passatempo : 

 

Captura de ecrã 2016-02-28, às 18.56.41.png

Captura de ecrã 2016-02-28, às 18.56.51.png

Captura de ecrã 2016-02-28, às 18.57.02.png

Captura de ecrã 2016-02-28, às 18.58.55.png

Captura de ecrã 2016-02-28, às 18.59.01.png

Captura de ecrã 2016-02-28, às 18.59.09.png

 

11
Fev16

Emagreça Sem Fome - Dra. Iara Rodrigues.

Ana Gomes

Captura de ecrã 2016-02-11, às 18.53.30.png

 

 

Recebi a semana passada o livro da Dra. Iara Rodrigues - Emagreça Sem Fome. 

Já andava curiosa porque o tinha bisbilhotado na Fnac e confesso que as imagens e as sugestões que se têm depois de uma "vista rápida" cativam logo de inicio. 

 

Estive quase para o levar para a viagem que fiz no fim-de-semana mas acabei por optar por outro livro que já ia a meio. 

Na segunda-feira cheguei a casa, estiquei-me no sofá com um chá e pensei : vou dar uma vista de olhos nas receitas.

 

Bom... só vos posso dizer que comecei a ler a introdução e só parei na última página. Foram cerca de 3 horas de leitura ininterrupta, com muitos acenares de cabeça de concordância. Eu não conheço a Dra. Iara, não conheço as consultas, desconhecia o método ou qualquer abordagem. 

 

Foi uma óptima descoberta. Adorei a forma positiva como encara a alimentação, como aborda o sentimento de culpa, a fome emocional... 

 

Foi precisamente aqui que parei para pensar. É que de facto - no meu caso particular - o problema não é comer coisas pouco saudáveis... é mais um possível descontrolo de quantidades / situações. 

 

Todo o discurso é positivo, encorajador e faz-nos sentir realmente capazes. Claro que me poderão dizer que este é o discurso de todos os nutricionistas. É claro... mas sinceramente já me senti completamente aniquilada psicologicamente por médicos. Repito : eu não estive em nenhuma consulta com a Dra. Iara... mas o discurso do livro faz-me crer que não será assim. 

 

E sabem que mais? O tipo de alimentação é muitíssimo próximo do meu e não foi propriamente aqui que o livro operou uma mudança em mim... mas no que diz respeito a certas escolhas, certos sentimentos de culpa ou desmotivação... tenho-me sentido muito melhor em relação a tudo isso. E bom... pelo menos esse peso já me saiu de cima ;) 

 

Aconselho mesmo a leitura deste livro a todos aqueles que querem mudar. Caso não se identifiquem com este tipo de alimentação não sigam o plano... mas sigam pelo menos a orientação psicológica que me parece realmente interessante! 

 

Mais coisas que vos possam interessar ? O livro disponibiliza um plano alimentar super detalhado! 

 

Boas Leituras! 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D