Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

06
Abr15

Diário Dela #23

Ana Gomes

diariodela23.jpg

 

 

" Eu vou continuar sem saber. 

Quero acreditar que me apaixonei num dia de Sol e sei que era Inverno. 

Vou continuar sem saber porque tenho feito por não pensar nisso. 

Sei que era Inverno porque estávamos em Dezembro e o tempo sei-o porque me pude esconder nuns óculos de sol. Fiquei na posição mais desconfortável. Sentada numa cadeira virada para o rio sem nunca perceber se estavas ou não a olhar para mim. 

Há uma coisa que sei : para além do medo não me lembro de sentir mais grande coisa. Nem tristeza, nem ansiedade, nem alegria. Medo. Só medo. 

Medo de que te fosses embora depois de me ver. Medo de que te arrependesses dos 15 convites que me fizeste... mesmo depois de ter sido eu a rejeitar 16 ( segundo as tuas contas ). 

Palerma : rejeitei por medo. Nunca por mania. 

Confesso : Apesar do medo a ideia da superação - ter aceite e ter concretizado - foi um alivio enorme. Na minha cabeça ia intercalando "onde é que me estou a meter" com "quero que se lixe". Pensei "quero que fique" e pensei "já sei que se vai embora". 

E de repente dei por mim a falar de tudo. Expus as minhas fragilidades, aquelas coisas que achei que eram o meu maior segredo. Dei ao meu maior inimigo toda a estratégia de ataque. Não sei. Acho que senti que saberes os meus pontos fracos me faria ter menos medo. 

 

Compreendem? Pareceu-me tão sensato ser a pessoa menos encantadora do mundo. Depois de verbalizar aquilo que mais tentei esconder do mundo pensei : agora não volta. agora nunca mais volta. 

 

Lembro-me vagamente do resto das conversas que tivemos. Sei que falámos das minhas negações e da forma meio atabalhoada como fomos ali parar e eu desejei que o meu avião saísse mais cedo e quis não ter de lidar com a rejeição. 

 

Quero acreditar que me apaixonei num dia de Sol e sei que era Inverno. Mas tenho quase a certeza que não foi naquela esplanada. Ali só senti medo. E depois uma vontade incontrolável de te dizer que não queria que não voltasses. 

 

Queria-te por perto. 

 

Talvez me tenha apaixonado por ti quando me deste a mão mesmo sabendo que não era seguro. Tenho a certeza que me apaixonei por ti todas as vezes que me fizeste tremer. E vou querer que nunca te esqueças de inventar formas de me roubar beijos : como quando me mascaraste e te mascaraste e depois de nos termos beijado teres sido forçado a comprar as máscaras. Sem metáforas. Só com a piada que adoro que tenhas. "  

22
Mar15

Diário de Viagem - Berlim Dia 1

Ana Gomes

Ainda em Lisboa o despertador tocou as 4.30 da manhã. A Primavera e as temperaturas simpáticas que tinham chegado à capital estavam longe de se assemelhar ao que encontrámos em Berlim.

Ainda pensei trazer mala de cabine mas quando vi as previsões metereológicas optei por trazer uma mala de porão da American Tourister  para trazer os casacões e camisolas mais quentes.

IMG_6921.JPG

 

O I-Phone previa chuva e frio e não nos enganou. Saímos de Lisboa no voo das 7.30 e chegámos pelas 11.15 ( são cerca de 3 horas de voo ). O percurso o aeroporto até ao Hotel SANA Berlin é super fácil : Um autocarro até ao metro -- metro até à rua do hotel. Simples! 

IMG_6923.JPG

IMG_6941.JPG

 

 

(mala de viagem Prismo II tamanho L da American Tourister ). 

 

Check-in feito ( um quarto super giro no último piso do hotel com varanda e um janelão incrível ) e decidimos explorar a zona. Na recepção deram-nos um mapa e algumas indicações e ficámos a saber que estávamos ao lado da rua mais conhecida de lojas em Berlim... foi para lá que fomos e acabámos por almoçar num restaurante Turco (são super comuns aqui e bem em conta! Comi Falaffel com salada e bebi um chá - paguei 6€ ). 

IMG_6944.JPG

 

IMG_6947.JPG

Quando saímos do restaurante já chovia um bocado e estava tanto frio que ainda hesitámos no que faríamos a seguir. Acabámos por tentar ignorar o tempo e caminhámos até à "Berlin Victory Column" - que eu apelidei de "Marquês" já que fica numa rotunda e parecíamos as únicas pessoas que estavam dispostas a andar tanto para ver! Ainda passámos pelo TierGarten que no Verão deve ser MARAVILHOSO!

Dali seguimos para o Bauhaus Archive. Como a chuva não dava tréguas optámos por apanhar um taxi até Tauentzienstrasse (a tal rua de lojas onde fica o KaDeWe - uma "department store" enorme onde se podem encontrar as melhores marcas ). A ideia era que finalmente o Tiago pudesse comer um típico cachorro mas o Dunkin Donuts falou mais alto...

IMG_6952.JPG

IMG_6983.JPG

IMG_6987.JPG

 

IMG_6984.JPG

Daqui caminhámos para o SANA e parámos pelo caminho para ir ao supermercado comprar fruta e água. Fiquei surpreendida... as coisas são efectivamente mais baratas. Mesmo que custassem o mesmo que em Portugal seria barato se pensarmos no ordenado da Alemanha. Mas a verdade é que muitos dos itens eram mais em conta e a oferta de produtos biológicos e alternativos é incrível. 

 

Tomámos um duche e relaxámos um bocadinho no quarto até ganhar coragem para enfrentar o frio de novo. 

Parámos num italiano pequenino na rua do hotel ( existem MUITOS italianos por aqui ) para petiscar qualquer coisa. Não era nada de especial ( não fica na lista das recomendações ... ) mas uma salada custa cerca de 6,50€ e uma pizza no máximo 9€ . Quando saímos e fui ver a temperatura para o dia seguinte reparei que ia nevar de madrugada... no momento em que faço esse comentário... começou a nevar! 

 

Corremos um bocadinho até ao Monkey Bar ( fica por trás da Kaiser-Willhelm Gedachtniskirche - uma igreja na rua das lojas que foi destruída na II Grande Guerra e nunca foi totalmente reconstruída em jeito de homenagem e "lembrança" pelos horrores associados a essa época ) vale MUITO a pena visitar este bar. Tivemos de esperar cerca de 20 minutos na fila mas a vista é espectacular, o ambiente é bom e a carta de cocktails... infinita! 

IMG_6989.JPG

IMG_6990.JPG

IMG_6992.JPG

IMG_6942.JPGIMG_6994.JPG

IMG_6996.JPG

IMG_7007.JPG

IMG_7008.JPG

 

Claro que acabámos o dia super cansados... mas adormecemos cheios de planos e a pensar num dia de sol ;) 

15
Mar15

Diário Dela #22

Ana Gomes

diariodela.jpg

 

 

 

Notas perdidas no caderno :

 

" - Aprender a não viver uma relação obsessivamente.

(mancha de copo de café)

Estar na ambivalência de todas as coisas, sentir só na medida do razoável. 

- Quando me levantar de manhã e tiver vontade de agarrar o amor com os braços do mundo, ficar-me só pela força de um continente. Ou ser a indiferença. Amar para dentro. 

 

 

- Usar o Amor Obsessivo - transforma-lo em Amor Próprio. Ter a defesa do ego maior do que a fragilidade e transformar energias em capacidades positivas de renovação interior. 

Quando compreendemos que enviamos constantemente os sinais errados, que a nossa essência e o nosso ser não são recebidos como os enviamos. Quando não somos a fórmula para o problema matemático sabemos que somos o parêntesis na equação. 

 

Sinto demais. Vivo entre a indiferença e o Amor Profundo. Entre Amar sem limites e a capacidade de filtrar o amargo : o gosto acre que potencia a virilidade das mulheres. 

Sei - com cada vez maior convicção - que não sirvo para qualquer propósito, que não tenho a essência dos que resistem, persistem e procura. 

 

Sou. 

 

E isso não tem sido valorativo. "

 

 

07
Abr14

Roadshow Avon - It's All About You - Diário

Ana Gomes

Esta sexta-feira que passou estive no Fórum Sintra com a Avon numa acção que a marca está a desenvolver. 

 

Como saberão não tenho qualquer tipo de associação à marca, nem a qualquer outra, mas propuseram-me uma acção que ADOREI. Basicamente a marca estará presente numa série de pontos ( podem consultar o calendário completo no site --> http://roadshowavon.com ) onde procuram dar a conhecer o plano de carreira e angariar revendedores. Não é isso que me compete, naturalmente, mas não deixa de ser engraçado o exercício de observar as pessoas que vestem a camisola da marca e explicam apaixonadamente o que as move.

Eu estava ( e estarei ) ali para aconselhar, dar dicas, partilhar algumas ideias sobre maquilhagem e estilos. 

 

 

 

 

Durante o roadshow existem passatempos, sessões de maquilhagem gratuitas e a possibilidade de experimentarem vários produtos. 

Para mim este tipo de interacção é óptima, gosto de estar deste lado do ecrã a escrever e a responder às vossas questões, mas estar "no terreno" é sempre bom e a interacção pessoal é sempre diferente. Na sexta-feira conheci pessoas completamente diferentes e com ligações à maquilhagem muito distintas. Uma senhora, por exemplo, que NUNCA se tinha maquilhado, imaginam? 

 

Para além disso a campanha está muito virada para o "empowerment". Para a valorização da mulher, para o crescimento pessoal. Isso agrada-me. Isso é aliás uma coisa em que acredito muito! 

 

Volto à "estrada" dia 10 de Maio - desta vez a Norte do País, mas o roadshow - como vos disse - não pára até lá! 

 

Consultem todas as datas aqui ---> http://roadshowavon.com/eventos.php

 

 

 

 

 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D