Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

23
Ago16

Escrever sobre Lisboa - Revista de Turismo de Lisboa.

Ana Gomes

image.jpeg

Sou alfacinha de gema. E Amo a minha cidade. São coisas que não se explicam. Não há nada de errado em não sentir paixão pelo sitio onde se vive. Mas eu sinto.

Acreditem que regressar aqui, depois de quase 2 meses fora, foi um bálsamo. Não posso dizer que tenha sentido saudades. Ou por outro lado que tenha deixado de apreciar enquanto aqui estive : nada disso. Mas cada vez que  volto a descer a mesma rua de todos os dias é como se enchesse o peito de ar e fosse uma alegria imensa.

 

Antes de me ir embora na viagem fui desafiada a escrever um pequeno texto sobre Lisboa para a Revista de Turismo de Lisboa. Já foi publicado e partilho-o hoje convosvo :  

 

"Escrever sobre Lisboa é um exercício difícil. 

Quando me ponho a pensar na minha cidade penso sempre naquele discurso das mães "apesar das noites mal dormidas é o Amor da minha vida. 

E é assim a minha relação com Lisboa. A mesma de uma mãe babada que tem muita dificuldade em aceitar que também podem haver defeitos. Tenho a sorte de viver no coração da cidade, por brincadeira digo que, o Adamastor - aquela varanda maravilhosa que se estende para o rio - é o jardim lá de casa. E se Lisboa é maravilhosa vista de fora, nem queiram imaginar o que é sabê-la por dentro. Nas ruas misturam-se várias culturas e está bem de ver que cada bairro tem a sua vida própria. Não acreditam? Experimentem dizer a alguém de Alfama que é da Bica ou vice-versa e sintam o pulsar do sangue de um verdadeiro bairrista.  Cada bairro é uma aldeia e ainda se vão conhecendo os vizinhos e o senhor do café. Bom... a minha Lisboa ainda é assim. E há que lhe conhecer as manhas : o verdadeiro Alfacinha sabe que mal Junho se aproxima não há janela que se abra. O risco?  Bom... Junho cheira a Sardinha assada e convém saber lidar com isso. Lisboa ainda é envergonhada, mas começa a perder o medo : já se vende, já se valoriza. E se há monumentos que fazem, há muito, parte do circuito turístico, há outros que começam agora a ser revelados: a gastronomia, as colinas, os miradouros e até a arte urbana. 

É bonito ver Lisboa cheia de turistas, digam o que disserem, isso enche-me de orgulho. As praças estão cheias de gente, há música pelas ruas, enfeitamos as montras com outro orgulho e até vivemos as margens do rio com medo que nos roubem a paisagem. 

Ser de Lisboa é conhecer o melhor tasco e o restaurante mais cool, conhecer o melhor bailarico e saber que as boas noites se dançam no Lux. Conhecer pelo menos 3 centros comerciais e saber onde se compram os melhores achados vintage. Ser de Lisboa é ver o Castelo ao longe e provavelmente não lá ter entrado. Ser de Lisboa é viver em escassos metros quadrados para não trocar de código postal. 

Eu não sei ser de outro lugar que não Lisboa. E sei que por muito que viaje me basta fechar os olhos e recordar o momento exacto em que, ao descer a Rua da Misericórdia no Chiado, se começa a avistar a primeira nesga de rio lá ao fundo. "

 

Lisboa, Junho 2016 

 

 

Publicações Turismo de Lisboa. 

29
Jun16

Alvalade Summer Sessions - Centro Comercial Alvalade.

Ana Gomes

 

Cartaz Alvalade Summer Series.jpg

 

Se querem uma sugestão de uma noite diferente aproveitem a dica! 

As Alvalade Summer Sessions 2016 merecem uma visita e vão-se prolongar até Agosto e acontecem todas as Quintas-Feiras do mês. 

Já não é a primeira vez que visito o Centro Comercial Alvalade neste contexto ( o ano passado também passei por lá ) e é sempre mais um pretexto para sair dos "mesmos lugares" - já que passo a vida na zona da baixa. 

Um Dj Set descontraído, com boa pinta, óptima música e num horário perfeito para o conceito "after-work" - entre as 18h30 e as 20h30. 

 

A semana passada ouvi o set dos Los Duos e depois jantei no sempre maravilhoso Mercantina. E sim... ainda convenci o Tiago a experimentar a panacotta com Nutella. Eu fiquei-me pela salada César de Camarão ( deliciosa e fresca ). 

 

Caso queiram um bom programa para amanhã fica a dica ;) 

 

image.jpeg

 

16
Jun16

Pessoas Estranhas - Um espectáculo sobre todos nós.

Ana Gomes

Já dei mil voltas à cabeça para decidir como começar este texto. 

Decidi que vou contar a história como a senti : 

 

Há uns anos estava com o coração completamente destruído. Não foi a ultima vez que me magoaram à séria, mas sei que senti que tudo me doía, que o mundo era injusto e que tinha nascido efectivamente para ser uma injustiçada. Lembro-me de ter todos os sentimentos à flor da pele. Hoje não me lembro minimamente do que aconteceu e pior : de com quem aconteceu. Soa mal? Soa... mas é a prova viva de que sobrevivemos e até esquecemos grande parte das coisas que parecem irrecuperáveis. 

 

Adiante : Tinha um compromisso. Poucos saberão que escrevia sobre teatro para o suplemento de cultura da revista Sábado. E sim... sou muito responsável. Tinha um espectáculo para ir ver, um texto para entregar no dia seguinte e zero hipótese de fuga : tinha de ir ao teatro. 

 

Fui sozinha. Teria com toda a certeza alguma amiga que me pudesse fazer companhia, mas optei por passear a minha dor Chiado abaixo e Avenida acima. Passei - julgo que três horas - a chorar. Mas a chorar a rir! Fui ver um espectáculo da Marta Gautier - sobre o qual pouco ou nada sabia e foi absolutamente libertador. 

 

Lembro-me perfeitamente do caminho para casa. De estar frio. De ter subido o Chiado com a alma a doer mas com uma sensação de que havia espaço para sentimentos bons. 

 

O Teatro tem vários poderes e este é sem duvida um deles. Esse poder de despertar sentimentos, de nos contagiar. 

 

Lembro-me de ter escrito bem sobre o espectáculo. Lembro-me de o recomendar. E lembro-me de não o ter ido ver segunda vez porque estava constantemente esgotado. 

 

Há umas semanas recebi um press release que anunciava um novo espectáculo da Marta ( falo como se a conhecesse mas nunca privámos ). E fui. 

Pessoas Estranhas - é como se chama - e mais uma vez foi libertador. São conteúdos diferentes : apesar de ambos se focarem em experiências próximas, serem trabalhados da mesma forma : descontracção, sem recurso a cenários, a Marta nunca assume o papel de actriz mas sempre o de contadora de histórias. Quase como se estivéssemos numa palestra. 

 

Acho os espectáculos dela importantes e altamente recomendáveis porque ela é uma mulher inteligente, com um conhecimento profundo sobre psicologia e uma abordagem muito "leve" e descomplexada sobre a vida. 

A Marta faz-nos sentir que não ser a mulher perfeita do anuncio é que é normal. E isso, nos dias que correm, é muito. 

 

Senti um semi-angustia quando soube que a série GIRLS ia terminar. Mal a Lena Dunham sabe como me ajudou a ganhar o mínimo de confiança. Ver num ecrã alguém a ser "normal" e isso ser explorado na ficção com toda a naturalidade do mundo fez-me sentir bem. Bem com o que via no ecrã, bem com a minha vida, bem com as minhas expectativas e com os meus erros. 

 

Com os espectáculos da Marta acontece o mesmo. Rimos de nós, aprendemos connosco, aprendemos com ela. E no final da noite ainda vamos a pensar para casa. 

 

Obrigada Marta. 

Marta-Gautier-Pessoas-Estranhas.jpg

 

O espectáculo está em cena no Teatro Villaret e os bilhetes custam 10€. Espero que aconteçam mais sessões. Para já tudo o que encontrei está neste link. 

25
Mai16

Com os olhos - em bico - no menu de almoço do Miss Jappa.

Ana Gomes

image.jpeg

 

 

( foto da twinny Sketchbooksix )

 

Hoje marcámos o ponto de encontro no Príncipe Real para ir , finalmente, conhecer o Miss Jappa

A ideia era ficarmos a conhecer os novos Menus de Almoço ( que variam entre os 10 e os 18 euros ) mas a vontade de conhecer o restaurante era tanta que na realidade não era preciso um motivo! A culpa? São as redes sociais que nos deixam com água na boca e com os sentidos despertos.

 

De facto o Miss Jappa é um espaço bem giro, com um conceito muito cool e um terraço perfeito para aproveitar os dias bons! A decoração? Mesmo muito gira! E o menu "regular" tem os nomes mais engraçados! A entrada da primeira foto chama-se "Quantos Queres" e a imagem e apresentação é explicativa! 

 

Deixo-vos algumas fotos e os descritivos dos Menus:  

 

Menu Bao (€10,00) – entrada: misoshiru com cogumelos shitakê; prato principal: 2 bao com cachaço de porco e chips de batata-doce; bebida. 

Menu Ramen (€13,00) – entrada: Ceviche de Mexilhão; prato principal: Ramen de espinafres salteados, abóbora, shitakê em pó e ovo; bebida.

Menu Sushi Miss Jappa (€14,50) – entrada: gyozá trio; prato principal: uma variedade de 12 peças de sushi; bebida.

Menu Sushi to Sashimi (€18,00) – entrada: misoshiru com cogumelos shitakê; prato principal: uma variedade de 20 peças de sushi e sashimi; bebida.     

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

 

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

Fui surpreendida por uma entrada de Choco com Amêndoa numa combinação tão improvável como boa! A panqueca de couve com gambas também é super diferente e eu adorei! 

 

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

Morada e Infos Úteis : 

Praça do Príncipe Real, 5A
 
21 137 9763

Horário:

Aberto ao almoço e jantar

Menus de almoço disponíveis de terça a sexta

Encerra à segunda

Preços médios:

Menu de almoço a partir dos 10€

Preço médio por pessoa 25€

11
Mai16

The ReTREAT by Ritual Spa - Massagem de Casal.

Ana Gomes

image.jpeg

 

Escrevo este post ainda sob o efeito relaxante desta experiência. 

Isso pode interferir? Pode! Mas espero que de um forma positiva. 

Já estou - finalmente - em casa, no meu sofá e na realidade neste momento só trocava isto pela marquesa do The ReTreat.

 

Já conhecia este SPA e adoro todo o conceito por trás do hotel onde está inserido - o Inspira Santa Marta - pela  politica ecológica, o posicionamento sustentável : é mesmo um espaço agradável. Escolhi regressar por sugestão mas a realidade é que já me tinha lembrado disso : fica no centro da cidade, tem estacionamento, tem um restaurante que eu adoro e recomendo e era o combo perfeito para mimar o Tiago que fazia anos hoje. 

 

Marcação feita ( e surpresa até ao final ) e consegui roubar duas horinhas do dia dele para um momento de relaxamento a dois. E foi perfeito : entrar em modo pausa, a meio da tarde, no centro da cidade! 

O The ReTREAT by RitualSPA tem um horário alargado ( entre as 10h00 e as 20h00 ) o que permite que tenhamos facilidade em marcar tratamentos - todos realizados com produtos da ELEMIS uma marca britânica que está presente em vários SPAS de luxo. Escolhi a massagem para casal de 45 minutos ( 135€ ) que é realizada na sala de cromoterapia. 

Acho que é mesmo aquele tipo de experiências que vale a pena. Fez-nos bem poder usar aquele tempo em conjunto, num momento de puro relax e com a cumplicidade de estarmos os dois em paz e tranquilos. 

Pena foram mesmo as obrigações laborais que nos obrigaram a encarar a realidade! 

 

Partilho a experiência convosco porque várias vezes recebo pedidos de sugestões de programinhas, presentes ou dicas para este dias. A nós soube-nos lindamente! Ideias a reter para mim : não fazer isto só em dias "especiais". 

 

 

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 Contactos : 

Inspira Santa Marta Hotel

Rua de Santa Marta, 48-1150-297 Lisboa

T. 210 440 907 | E. info.theretreat@ritualspa.pt

Aberto todos os dias das 10h00 às 20h00

PAGINA FACEBOOK: https://www.facebook.com/retreatspabyritualpsa/

07
Mai16

Café Garrett - O novo Restaurante do Teatro Nacional D. Maria II.

Ana Gomes

image.jpeg

 

Como sabem ADORO descobrir e explorar a minha cidade. Se abre um restaurante novo : quero ir! 

O que poderão não saber é que tenho uma ligação muito especial ao Teatro! E claro que quando soube que o nosso Teatro Nacional D. Maria II tinha uma nova exploração no restaurante... quis ir! 

Marcámos para Sábado passado e lá descemos o Chiado em direcção ao Rossio. Na carta do Café Garrett há sabores portugueses "sem espinhas e sem ossos".

Optei pelo Menu D. Maria II composto por 3 pratos (24€) que incluía uma entrada, prato principal e sobremesa todos sugeridos pelo Chef. Depois foi só convencer o Tiago a pedir o Polvo Com Batata Doce ( delicia ). 

A apresentação dos pratos é mesmo bonita e os sabores da comida portuguesa tradicional combinam com o perfil de um Teatro Nacional!

 

É uma forma boa de regressar ao teatro, espreitar a programação e fazer planos culturais. Tudo enquanto comem aquela sobremesa da última foto : cacau, chocolate e bolacha maria. Ok... se preferirem uma versão mais amiga da dieta vão por mim e deixem-se surpreender por aquele gelado de manjericão!  

 

O jantar fica em cerca de 30€ por pessoa, sendo que ao almoço há um menu de 15€.

 

Entrada : Carapau, Pimentos e Pepino .

image.jpeg

 

O Menu tem a particularidade de descrever sinteticamente os ingredientes : 

image.jpeg

 

Prato : Polvo, Batata Doce e Coentros. 

image.jpeg

 

As Sobremesas : Frutos Vermelhos e Manjericão e Cacau Chocolate e Bolacha Maria. 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

Contacto para Reservas : 

 

 

Facebook : 
 
 
Localização :
Teatro Nacional D. Maria II 
Praça D. João da Câmara
Lisbon
 
21 193 3532

 

05
Mai16

De volta a Lisboa... De coração aberto.

Ana Gomes

Captura de ecrã 2016-05-5, às 18.09.19.png

Estou de regresso a Lisboa. 

Voltar ao Porto é sempre bom. Desta vez não tive grande oportunidade de passear pela cidade... mas lá percorri a Avenida da Boavista, disse um adeus à Casa da Musica e voltei para as obrigações. 

 

Esta visita ao Porto foi bastante particular já que eu e a M&A fomos convidadas para as Vip Lounge Talks do Hotel Porto Palácio. Correu tão bem! Queria mesmo agradecer a todos os que estiveram presentes e a quem enviou mensagens tão carinhosas. Nunca sei muito bem o impacto que a minha experiência pode ter nas pessoas, aquilo que escolhi fazer na vida, as escolhas que faço, o que tenho em mente antes de decidir algumas coisas relativas ao blog. Quando me convidam a partilhar esta experiência eu sou sempre o mais transparente possível, de coração aberto, sem truques e sem manhas. 

Sinto-me sempre um pouco vulnerável... por um lado estou a contar tudo. Por outro fico sempre sem conseguir avaliar se as pessoas querem conhecer uma experiência tão particular. Mas não me tenho arrependido. Saber que há pessoas que se inspiram para escrever, para tomar uma atitude, para procurar ajuda ou para mudar de vida depois das conversas que temos é maravilhoso. 

 

Obrigada por quererem saber da minha vida. E por me deixarem fazer parte da vossa! 

 

De regresso a Lisboa mas como estas partilhas todas no coração ( e nos dedos ). 

20
Abr16

10 Anos de Boa Energia - OutJazz

Ana Gomes

CARTAZ_OUTJAZZ.jpg

 Olhem só quem está de volta!! 

Nem parece verdade mas já passaram 10 anos desde a primeira edição e tenho tantas - e tão boas - memórias de tardes passadas por lá que é sempre bom perceber que o projecto não abranda! 

É que boa energia associada a estes momentos de música é tanta que seria uma pena que Lisboa perdesse isto. 

 

Os planos de "festividades" iniciam-se em Maio no Jardim da Torre de Belém, seguindo-se o Jardim da Tapada das Necessidades, o Parque Tejo, o Jardim da Estrela e o Jardim do Campo Grande, em Lisboa, nos meses seguintes.

Já aos sábados, o festival viaja para fora da capital :  Cascais, Parque Marechal Carmona, Jardim Casa Histórias Paula Rego, Parque Palmela e Troia.  

O horário é sempre o mesmo : a partir das 17h00 e a entrada é Livre! 

           

 

Programação completa: http://www.ncs.pt/outjazz.php

https://www.facebook.com/OutJazz/?fref=ts

15
Abr16

Brunch : Level By Nescafé Dolce Gusto.

Ana Gomes

image.jpeg

 

O fim-de-semana está a chegar e queremos ideias para planos, certo?

Eu pelo menos sou assim. Se estou sem grande coisa marcada gosto sempre de ter ideias!

E se a imagem de cima não vos deixou já a pensar em pequeno-almoço... então pode ser que a palavra BRUNCH vou anime.

 

Sim... há um novo brunch no centro da cidade e já me fui deliciar. Chama-se Level by Nescafé Dolce Gusto e como será fácil de perceber as bebidas da Dolce Gusto são um dos enfoques deste espaço. Mas isto... é só o ponto de partida.

 

Um brunch super completo é o que vamos encontrar todos os Domingo até às 16h. Pratos Quentes, Saladas, Salgadinhas, Queijos, Enchidos, Bolos, Panquecas, Ovos Mexidos ( na hora ) e uma série de opções vegetarianas são os principais componentes do Buffet. Mas também há sumos naturais, iogurte, fruta e uma das melhores granolas que já provei ( feita no Level ). E claro... toda a panóplia de bebidas que fazem parte do menu Dolce Gusto. O preço? 18,90€. 

Um valor super justo relativamente à oferta e à diversidade. 

 

A decoração do espaço é giríssima ( mantiveram o chão maravilhoso e a escadaria que eu já amava do tempo da Quinoa ). No primeiro andar existe uma sala com uma parede interactiva perfeita para grupos.  Também da "casa anterior" ficou o pão : aqui ainda vai ser possível comprar o pão da marca ou mesmo comê-lo no Brunch. É também possível adquirir cápsulas e maquinas Nescafé Dolce Gusto. 

 

Durante a semana existe uma espécie de "mini-brunch" à carta, e várias opções de snacks ligeiros e pastelaria para refeições ao longo do dia. Já me constou que o Mil-Folhas é qualquer coisa de especial mas... não provei ;) 

 

cafe.jpg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 Contactos : 

 

Level by Nescafé Dolce Gusto

Rua do Alecrim, 54, Lisboa
 
Preço Brunch : 18,90€
05
Abr16

NaTábua - controlem-se para não trincar o ecrã!

Ana Gomes

image.jpeg

 

Começo por vos descansar. Ver este post NÃO engorda.

No entanto não me responsabilizo se o vosso desejo de morder o ecrã apareça!

 

 

Trabalhei durante algum tempo na Avenida de Roma e na altura existia muito pouca oferta ( ou oferta diversificada ) no que diz respeito à restauração. Mas isso mudou pouco tempo depois! E não há duvida que o Centro Comercial de Alvalade tem sido uma boa morada para novos espaços. 

NaTábua é um desses casos - sendo que têm um outro "código postal" em Algés - e vale não só pelo conceito, mas também pela qualidade dos "petiscos". 

 

Marquei um jantar com o Tiago e com a Catarina que me deram o terror de chegar quase 45 minutos atrasados. Eu até teria lidado bem com isso... se não tivesse à minha frente uma tábua fumegante de batata doce e batata frita com queijo gratinado ( da primeira foto ). Como poderia resistir ? Não resisti! 

Claro que não devorei a tábua (vontade não me faltou) mas fui debicando aquela que é a melhor entrada de batatas fritas de que me consigo lembrar. 

 

Reunidos todos os "convidados" foi hora de começar a jantar... e se eles vinham esfomeados eu aproveitei a deixa para aceitar a sugestão de vários pedidos diferentes numa espécie de "menu degustação". 

 

Caco de Bacalhau foi a melhor experiência gastronómica dos últimos tempos. Falo, naturalmente, em novidades! Um bacalhau assado, desfiado, com grelos salteados e uma pasta de grão era a última coisa que esperava ver em modo "prego" mas aplaudo com convicção a ideia! Provei também o de Salmão que é super saboroso mas digamos que mais comum. 

 

Se decidi parar por aqui, os meus companheiros de refeição decidiram provar algumas das sugestões de carne. E esta é outra das particularidades deste espaço : oferece tipos de carne muito pouco comuns como cavalo, javali ou canguru. Sugestões aprovadas por eles (mesmo depois de terem experimentado as opções anteriores ). 

 

Quando eu achava que a refeição já tinha terminado... é-nos sugerida uma mousse de Oreo. Lá tive de reconsiderar o final da minha refeição e controlar-me de uma forma quase sobre humana para só dar uma colherada! DIVINAL! 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 O espaço do restaurante é pequeno ( mas confortável ) pelo que é aconselhável a reserva. 

Achei o staff super simpático, e a anfitriã Diana tem uma energia incrivelmente boa ( e contagiante ).

Acho um espaço giro para ir em grupo já que dinâmica da partilha acaba por permitir que experimentem mais do uma opção! 

 

Página de Facebook NaTábua

 

Mercado de Algés / Centro Comercial de Alvalade
 
 915268279

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D