Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

06
Jul18

Planos Para o Fim-De-Semana?

Ana Gomes

 

b56bbf_5458e1b3256d4ac581d2b7460ca38f76~mv2.jpg

 

 

 

Sexta-Feira chegou com um sol lindo, lindo, lindo! 

 

Acordei antes do despertador - adoro esta sensação - e depois de preparar o meu pequeno-almoço ( 1 batido com : 1 banana da madeira + leite de amêndoa sem açucar e 1 colher de sopa de Super Green Protein da Iswari ) segui para o treino. Ah... antes disto ainda bebi o meu shot matinal de erva trigo e bebi um café com canela - acho que já não funciono sem estas duas coisas. 

 

Os treinos de Terça e Sexta são sempre mais animados porque treino ao ar livre com a minha super Mafalda Antunes. Hoje decidi aproveitar um voucher que me tinham dado para tratamentos na Improve e gostei bastante! Fiz uma sessão de Venus Legacy seguida de pressoterapia ( e ainda consegui responder a uns emails enquanto relaxava eheheh ). 

 

Agora estou a acabar de fazer as malas porque vamos de fim-de-semana! :) Alguém mais por aí que seja um pouco... exagerado na hora de colocar as coisas na mala? Para mim é tudo básico e simples... mas para a Vitória acabo sempre por levar imensas coisas. E... comida. Levo SEMPRE comida atrás.  Desta vez decidimos aproveitar a campanha da Goodlife de cashback que dá um belo desconto nas estadias. Para além disso podem usar o código BARBIECASHBACK e recebem 5€ de volta em compras superiores a 49€, sendo que a campanha termina dia 11 de Julho. Escolhemos a Herdade da Sanguinheira, adoro o Alentejo, há uns 3 ou 4  anos que não vou para esta zona e esta piscina convenceu-nos ahaha. 

 

E os vossos planos para o fim-de-semana de sol? :) 

05
Jul18

Rubrica RFM - Top 5 - Tendências Para Festivais.

Ana Gomes

Este fim-de-semana acontece um dos maiores festivais de Verão com assinatura RFM! 

 

O RFM SOMNII está no roteiro dos festivaleiros e por isso não podíamos deixar passar a oportunidade de partilhar aqui as principais tendências de estilo e beleza para os festivais! 

346a2495168faefbc6289c407505e085.jpg

 

 

 

 5 - Bolsas de Cintura. 

 

Já aqui falámos delas como uma das tendências de acessórios deste ano mas é sem dúvida nos festivais de Verão que têm a maior chance de brilhar. Fiz o "test-drive" no Rock In Rio e posso-vos garantir que é mesmo prática. Levamos só o essencial - já que não têm muito espaço - e está tudo ali bem acessível sem pesar. 

 

 

4 - Impermeáveis. 

 

Portugal era daqueles sítios onde as capas de chuva em festivais de Verão não faziam grande sentido. Este ano são uma tendência adaptadas a uma necessidade! Mas a verdade é que existem modelos bem giros. 

 

3 - Peças em Crochet. 

 

Desde calças, a tops ou a simples acessórios. O crochet ( num contexto quase hippie chic ) é uma óptima aposta para peças de roupa! :) 

 

2 - Penteados. 

 

Arriscar num penteado diferente - desde cabelos coloridos às famosas tranças laterais! Este tipo de momentos são perfeitos para podermos extravasar um pouco e fazer escolhas que não fazem sentido no nosso dia-a-dia. Arrisquem :) 

 

 

1 - Glitter, glitter, glitter. 

 

Nas maquilhagens, nos acessórios... enfim! Um pouco por toda a parte. Os brilhos são A tendência e já nos cruzámos com looks bem giros - e outrora "exagerados" - com glitters. 

 

4d90409ee8e980d79b5f1daca7720dcf.jpg

 

75fccc35b28e73eed0899e27ada49c1d.jpg

 

610cef1902ef7b7d986c1ea3b03e580e.jpg

 

b735db6831b8847e7474fa1388c399e0.jpg

 

cb6ba508c5c98d601c6d1ad34a177e4a.jpg

 

04
Jul18

Pequenas Conquistas no Mundo da Cozinha.

Ana Gomes

A mudança de casa e a Vitória ter começado a diversificação alimentar foi a "desculpa" perfeita para me dedicar mais à cozinha.

 

Afinal de contas sempre adorei cozinhar, experimentar novas receitas e testar combinações diferentes. Parte das minhas memórias de criança passam pela bancada de casa dos meus pais, pelo olhar supervisor da minha mãe e pela paciência infinita da sua madrinha. A madrinha da minha mãe era alentejana e tinha sido cozinheira numa casa de fados em Lisboa... se vocês soubessem a sabedoria que existia naquela mulher. Ela sabia cozinhar tudo... eu deliciava-me - literalmente - com as coisas que fazia. Fui enganada durante ANOS quando me diziam que não podia ser eu a juntar as claras em castelo às massas dos bolos porque ficava mesmo difícil e duro e era complicado para uma criança. Mal eu sabia que havia muita ciência na forma como se envolvem - sem quebrar - as claras batidas em castelo ao resto da massa do bolo. 

 

Quando aprendi a ler comecei a devorar tudo e mais alguma coisa que dissesse "receitas". E passei a transcrever todas as que tinham natas e leite condensado como ingredientes principais - claramente percorri um longo caminho até chegar a este momento em que não aprecio nem uma coisa... nem outra! - adorava fazer doces ( e fazia-os bem ) e achava que souflé de pescada era o melhor prato do mundo. 

Pouco tempo depois começou a minha aventura no mundo vegetariano e íamos testando receitas. Sem acesso à internet e sem a massificação de informação que temos hoje em dia não era simples! Até porque a roda dos alimentos não ajudava propriamente a avançar sem medos... A minha mãe lá se esforçava e eu ia rasgando receitas de revistas para depois experimentar. Hoje entendo que essas receitas eram basicamente : coloca soja onde antes colocavas carne... e ... aproveita essa textura esponjosa com um molho que te faz pensar "quem me dera que isto fosse outra coisa". Mas... sobrevivi! A já citada madrinha da minha mãe achava que eu comia fiambre às escondidas... e vinha atrás de mim tipo sombra para tentar perceber se eu comia ou não. Não comia. Não voltei a comer desde que tomei a decisão de não comer carne. 

 

Os anos passaram mesmo muito rápido e em Lisboa os tempos de faculdade foram feitos à base do desenrascanço e de muito muesli com iogurte e fruta. Os jantares dos amigos já se sabe : "massa com qualquer coisa e está óptimo que eu só vim aqui beber álcool de má qualidade." Depois comecei a trabalhar e a coisa não melhorou... apesar de levar quase sempre marmita para o trabalho, sopa e uma salada com alguma coisa eram o suficiente. 

 

Está claro que a informação, a curiosidade e depois uma criança que adora comer me fizeram voltar a cozinhar. E a confirmar aquilo em que sempre acreditei! A cozinha é a nossa maior farmácia. Os alimentos são o nosso combustível! 

Quando vim para a casa nova decidi que sempre que possível iria investir em mais coisas que fizessem sentido e que me fizessem gostar ainda mais desse espaço onde passo tanto tempo! Não sei se sabem mas decidi deixar a minha cozinha aberta para a sala para podermos comunicar sempre que estamos em casa. 

Têm sido investimentos pontuais mas... muito satisfatórios. E agora posso finalmente dizer que tenho esta lindeza no meu balcão, o robot de cozinha da SMEG na versão pink! Em caso de dúvidas técnicas podem sempre consultar o site. Mas penso nela como uma aliada perfeita para massas de bolos, pão, gelados e até massas mesmo! Tem um acessório que nos permite fazer a verdadeira "pasta". Ainda não me aventurei... confesso! Mas mal encontre uma receita que me faça sentir desafiada vou em frente... quem sabe uma pasta al pesto all made by me! 

 

É mesmo bonita, não é? Finalmente é minha!!! 

 

SMEG.JPG

 

smeg2.JPG

 

smeg3.JPG

smeg4.JPG

 

smeg5.JPGsmeg7.JPG

 

 

 

28
Jun18

Rubrica RFM - TOP 5 - Dicas Para Tratar Escaldões.

Ana Gomes

 

dc70afcccca594513fe2fa503b2a60b4.jpg

 

 

 

Já deveríamos saber que a aplicação de protecção solar é fulcral.

E já partilhámos várias dicas sobre este tema em outras rubricas da RFM - podem ver por exemplo este link com dicas básicas para um bronzeado perfeito - mas há uma coisa bastante chata que... até quando tentamos evitar por vezes acontece. Estou a falar dos escaldões com que por vezes a nossa pele acaba por ficar. Muitas vezes não significa que não colocámos protector... podemos simplesmente ter abusado do sol, falhado um zona do corpo ou ter uma pele muito sensível e reactiva. Vamos a dicas para cuidar da nossa pele? 

 

 

 

5 - Beber muita água : 

A hidratação é fundamental para que o nosso organismo possa recuperar desta lesão. É que um escaldão é uma agressão muito menos leve do que aquilo que consideramos e o nosso corpo actua para regenerar o tecido lesado. 

 

4 - Escolher alimentos anti-oxidantes : 

 

Estes alimentos vão ajudar na regeneração celular e serão óptimo aliadas na reestruturação dos tecidos. Os frutos vermelhos são bons exemplos de alimentos dentro desta categoria e são deliciosos no Verão, logo... são uma opção saborosa e agradável. 

 

3 - Fazer um controlo geral da temperatura :

 

O ideal é que não existam choques térmicos - talvez não seja a melhor ideia do mundo ir dar um mergulho na água gelada... já que podem ocorrer - por exemplo - desmaios! Mesmo no banho em casa devemos procurar chegar a uma água tépida e vestir roupas leves - que não sejam apertadas - e frescas. 

 

2 - Aplicar um Pós-Solar : 

 

Existem no mercado várias fórmulas e texturas que ajudam a uma correcta hidratação da pele. Muitas das opções são verdadeiramente regeneradoras e ajudam a acelerar o processo para além da sensação de alivio imediato que conferem à pele. A planta do aloe-vera é uma solução bastante económica e natural e a sua "baba" é preciosa. 

 

 1 - Nunca Colocar Gelo e Vigiar Os Sintomas : 

 

Quando pensamos em calor pensamos imediatamente na solução mais fresca possível. Mas o gelo nunca deve ser colocado sobre um escaldão já que provocará uma nova queimadura e acabará por piorar a situação existente. 

É fulcral ficar atento a possíveis reacções, o excesso de exposição solar pode resultar em tonturas, febres altas e confusão mental e neste caso devem consultar um médico ou um especialista. 

 

27
Jun18

Ouvir o nosso corpo.

Ana Gomes

 

2F8340C4-8020-4C39-97B4-7AD1DC4D1E5A.jpeg

 

 

 

Há muito muito muitoooooo tempo atrás falei aqui abertamente sobre as minhas crises de pânico e de ansiedade. 

Já houve várias alturas em que me apeteceu sentar-me aqui a falar disto convosco novamente. Acima de tudo porque de certa forma consegui dar a volta por cima e sei como é importante ver uma luz ao fundo do túnel quando tudo nos parece tão complicado e difícil. 

Nao sei porque é que acabo por não o fazer. Mas a verdade é que não o fiz! Também não é propriamente esse o foco do texto que estou a escr ever agora. 

Ontem partilhei - em modo instastories - que me sentia com pouca energia e força de vontade. É nestas situações sou visitada por aquele fantasminha que viveu comigo durante tantos anos e só penso que não quero ficar de novo em baixo. Que não me quero deixar arrastar mais uma vez para uma espiral tão complexa. 

Não quero recorrer a fármacos ( também não sinto que seja já caso para tanto ) mas quero saber que consigo voltar a ter energia e motivação.  

A melhor coisa que todo o processo do passado me ensinou foi isto : é importante ouvir o nosso corpo e é preciso respeitar a nossa falta de energia. O que quero com isto dizer não é que nós devemos fechar ou isolar por tempo indeterminado. Nada disso. Acho que devemos é descansar o suficiente - ou o possível - para voltar a ganhar fôlego. Cancelar alguns planos, pedir mais tempo para algumas coisas e fazer escolhas. 

Mais uma vez eu não estava a saber selecionar e o meu corpo está-me a dar vários sinais de que é preciso abrandar.

respirar fundo. Bem fundo. E depois... continuar. :) 

27
Jun18

Passatempo de Verão - CASIO!

Ana Gomes

BGS-100-7A1ER.png

 

Agora que o verão chegou estamos a contar os minutos para que cheguem as férias.

 

Em parceria com a Casio temos para te oferecer um relógio Baby-G que será a companhia ideal para as férias.

 

Este modelo é resistente à água, resistente ao choque e permite consultar um segundo fuso horário, ideal se estiverem no estrangeiro.

 

Mais informaçoes sobre o modelo neste link: https://www.casio-europe.com/pt/produtos/relogios/baby-g/bgs-100-7a1er/

 

Para participarem no passatempo só têm que seguir o instagram ou o facebook do blog;

Preecnher o Formulário e esperar pelos resultados que são anunciados a partir de dia 15 de Julho! <3 Boa Sorte! 

 

 

26
Jun18

OMNI-BIOTIC Travel - os probióticos para as férias.

Ana Gomes

Como sabem... não sou a fã número 1 de medicamentos. 

Agradeço imenso todos os desenvolvimentos científicos e tecnológicos que nos fizeram chegar a fórmulas incríveis, mas... prefiro não precisar deles, compreendem o que quero dizer? ;) 

Toda a minha postura - e aquela que quero passar para a Vitória - entende que uma boa alimentação e um estilo de vida condizente resulta num sistema imunitário mais forte - e consequentemente menos propenso a certas coisas. 

Ultimamente o tema dos probióticos está "em cima da mesa". Acho um tema muitíssimo interessante já que numa tradução livre significa "pró-vida". Há imensas situações em que a toma de probióticos é benéfica e eu diria até que devia ser aconselhada.

Adoro que o pediatra da Vitória me tenha encaminhado nesse sentido e me faça agir rapidamente sempre que alguma coisa corre menos bem - se nota que tem alguma alteração na flora intestinal, por exemplo. 

No meu caso particular é uma opção que me acompanha SEMPRE que viajo. E acreditem que se é significativa a possibilidade de ser necessário quando viajamos para países muito diferentes do nosso (como foi o caso da Índia e da Ásia) fiquem a saber que no meu caso basta-me alterar a alimentação - e por isso estar dois ou três dias fora - para saber que é melhor ter um SOS por perto. O nosso intestino é apelidado de segundo cérebro e a verdade é que pequenas alterações podem mudar o nosso ânimo e o nosso bem-estar. 

Não estamos a falar de um medicamento neste caso, ok? É um suplemento alimentar. 

Por exemplo: desde que iniciei o meu programa de health coach que tomo probióticos diariamente! 

É mesmo interessante conhecer melhor o nosso corpo e responder às suas necessidades. Também é verdade que há muitos alimentos que nos podem ajudar nesta missão (o Kefir, os pickles, o miso, o vinagre de sidra... e por aí fora) mas estes são hábitos que devemos enraizar. Quando falo nas viagens ou em estar fora de casa e das nossas rotinas penso sempre num suplemento. Não sei se conhecem ou se já ouviram falar do OMNI-BIOTIC Travel mas é mesmo especifico para estas situações e pode ser tomado até por quem é intolerante à frutose, lactose e glúten. É uma saqueta super prática cujo conteúdo se dilui em água e se toma antes do pequeno-almoço. Não ocupa espaço na mala de viagem e… mais vale prevenir! ;) 

 

 

98CBF5BA-F7E5-43E5-AD87-7A51BE6B80E3.jpeg

 

 

 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D