Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

18
Jul17

Dos Dias.

Ana Gomes

Nos últimos dias praticamente não tenho pegado no computador daí a ausência de posts. 

As semanas passam mesmo a voar e o sumo de coisas feitas é assustadoramente pouco! Mas bom... o importante é que a principal se cumpra : tomar conta da Vi. 

IMG_2795.JPG

 

Ainda assim os dias têm melhorado! Ela dorme menos durante o dia ( o que seria o principal indicador de menos tempo entre mãos ) mas na realidade começa a entreter-se sozinha ( se não tiver as mal fadadas cólicas ). E já consegue dormir 4 horas seguidas durante a noite ( parecendo que não isso melhora imenso a minha capacidade mental eheheh ). 

 

Ainda dei um pulinho pelos festivais ( Alive e Super Bock Super Rock ) e foi óptimo para me continuar a sentir viva ( sendo que na realidade me senti mais morta viva no dia seguinte ). Já disse que é mesmo incrivel ter uma familia que ajuda, certo? E vejam bem que até comprei uns livros com aquela doce ilusão de que vou ter tempo para ler ( e não é que já li uns capitulos? ). 

 

Tenho tentado aproveitar algum tempo em família ( e já consegui dar uns mergulhos na praia ) e tenho tentando ultimar algumas coisas da obra ( nem quero pensar muito na mudança ). Estou a tentar fazer o máximo de coisas possível remotamente ( inclusive a escolha da mobília... abençoada internet ). Se for do vosso interesse posso depois partilhar algumas dicas sobre este processo! 

 

Entretanto queria criar novos conteúdos e ideias para vocês! No caso da Rimmel acho giro fazer um vídeo sobre unhas ( dicas para cuidar e alimentos bons para as manter fortes e saudáveis ) mas gostava de saber a vossa opinião e que temas gostavam de ver explorados em vídeo!

 

Voltarei em breve ;) 

 

13
Jul17

Passatempo Philips Avent

Ana Gomes

Conjunto de recém nascido Natural Range Philips A

 As recém mamãs têm-me pedido uns passatempos e vamos lá começar com alguns miminhos :) 

 

Quando a Vi nasceu recebi MEGA kit com produtos da Philips Avent. Nunca imaginei que ela precisasse de biberons ( já que os associava ao suplemento e à minha não vontade de ter de lhe dar leite de "fórmula" ) mas rapidamente percebi que também podem ser usados para o leite materno e que ... cá por casa o suplemento seria uma necessidade. Este kit deu um jeitaço ( ainda dá na verdade ) e inclui a chupeta preferida da pequerrucha! :) 

 

Vencedora :

 

Cátia Martins.

 

Captura de ecrã 2017-07-28, às 10.56.59.png

 

12
Jul17

Um Mês de Cada Vez - Powered by Mitosyl.

Ana Gomes

IMG_2368.JPG

  ( texto escrito a 18 de Junho 2017 ). 

 

Já perdi a conta à quantidade de vezes que comecei a escrever este texto. 

Fui sempre interrompida por um pensamento, por uma memória ou por uma prioridade chamada Vitória. 

 

Caramba... já passou um mês! A minha pequenita já tem um mês. E não há clichês suficientes para descrever todos os momentos. É uma verdade universal : o tempo passa a correr. Principalmente este primeiro mês que é uma espécie de bolha transparente onde há muito medo, muito amor, muita ansiedade e muito mimo. 

 

Nunca pensei que escrever sobre este período fosse assim tão complicado. De repente toda a noção de tempo, rotina ou urgência se transforma. E a realidade é que, como muita gente me disse, já nem me lembro do tempo que passei internada ou em repouso absoluto : ou seja, lembro-me se usar algum tempo a pensar nisso. O que senti naquela altura é apenas uma memória. Assim sendo:  aproveito para dar força a todas as pessoas que possam estar nessa situação... o famoso "cérebro de grávida" parece que se agrava com o nascimento de uma criança e esquecemo-nos de IMENSA coisa.

 

Mas... vamos lá! Depois de todo o turbilhão que foi o dia do parto os dias atropelaram-se. No hospital fui lutando contra o desconforto do pós-operatório de uma cesariana e aprendendo a tomar conta da minha bebé. Sabe o que dizem do instinto? É em parte muito verdade e acaba por funcionar para quase tudo. Penso que tinha mudado duas fraldas a vida toda e fazê-lo parece a coisa mais inata do mundo, fralda nova pronta, compressas com àgua, creme muda-fraldas e em 2 minutos a rotina está completa. O colo, o carinho, o aconchego... vamos aprendendo as duas o que funciona melhor connosco. O mais engraçado? Olhar para ela e realizar que aquele ser começou por ser um pontinho a piscar numa ecografia e que tinha evoluído desta forma... mais... tinha cabido assim dentro da minha barriga. Tudo isto pode soar ridículo mas a realização deste momento é pura magia.

 

Pelo meio houve a visita do Papa, um Benfica Campeão e o Salvador Sobral a vencer a Eurovisão. Saí do hospital "fresca e fofa" e a Amar pelos Dois eheh. Depois de uma viagem de carro bastante dolorosa ( muitas lombas e ressaltos que em nada combinam com uma cicatriz fresquinha ) cheguei a casa dos meus pais. Na bagagem trazia mais duas coisas : a minha menina e uma catrefada de hormonas prontas para me levarem para um canto e se transformarem em lágrimas de "terror". 

A ajuda nestes primeiros tempos é fulcral! Não ter de me preocupar com as minhas refeições ou com a lida da casa foi meio caminho andado para tentar recuperar parte da minha vida. 

E sublinho: todos os dias uma nova aprendizagem. 

Dizem que o primeiro mês é o mais complicado. Não posso assegurar isso. Penso que entrámos rapidamente num bom entendimento. Os primeiros tempos foram duros : a Vitória não aumentava de peso e as constantes visitas à neonatologia foram muito stressantes e cansativas, cada nova visita representava uma nova estratégia de alimentação e rotinas. E na balança não se registavam aumentos. Até que as coisas acabaram por funcionar. Cada grama era uma batalha ganha e temos ganho boas e deliciosas batalhas nas últimas semanas :) 

 

A gravidez também me ensinou que nem sempre a nossa vontade ou aquilo que temos idealizado se concretiza. Aconteceu isso com o parto e com a amamentação. Neste momento cumpre-se um plano de aleitamento materno e suplemento. Uma pequena derrota para mim... mas que se esquece quando vemos que tudo está bem e que ela está a crescer. Sei que até hoje não desisti de dar maminha muito por culpa da enfermeira Célia que me acompanhou nas aulas de preparação para o parto. Utilizo muitas das coisas que aprendi lá, e uma troca de mensagens na primeira semana ajudou-me muito a não desmotivar. E numa das idas à neonatologia para pesar a pequerrucha acabei por ir pedir ajuda à enfermeira Lurdes ( que foi incansável no meu primeiro internamento ) e que me ajudou também nesta "luta" pela amamentação. O curso pré-parto também me ajudou a lidar com naturalidade com várias coisas que aconteceram na maternidade. 

Sabem a sensação com que fico? O nascimento de uma criança é uma coisa tão normal - especialmente para estes profissionais de saúde que lidam com vários nascimentos por dia - que fica muita coisa por ensinar e por explicar. Foi nesse momento que aprendi a valorizar - ainda mais - o curso que fiz. 

 

Já em casa ainda não se viveram dois dias iguais. Tentamos criar algumas rotinas, sendo que a mais estável é mesmo a do banho. E ela - que detestava o banho nos primeiros dias - passou a adorar este momento desde que começámos a usar a shantala! Águinha bem temperada, o quarto todo pronto, damos o banhinho tentando que ela aproveite o relaxamento e seguimos para uma sessão de massagens com o Creme de Corpo Mitosyl Tri-Active. Depois vem o leitinho :) Optei pelo banho antes de jantar para depois podermos aproveitar esse momento com mais calma ( e com ela já a descansar ) .  

 

De resto é impressionante como todos os dias se nota alguma evolução e crescimento! E há um misto de alegria e "pena" quando as roupinhas deixam de servir.

 

E querem saber um segredo? Não sei quem precisa mais de colinho. Se ela do meu ou eu do dela. 

 

 

 

Sobre a Mitosyl®: 

Mitosyl® é uma gama especialmente concebida para dar resposta às necessidades do bebé, passo a passo, e é uma marca de confiança dos pais no momento de proteger a pele dos seus bebés.

11
Jul17

Woolite Pro Care - Keratina.

Ana Gomes

É verdade que a minha vida mudou bastante nestes últimos tempos... mas as coisas de que gosto ou as coisas pelo que me interesso continuam a ser as mesmas. 

 

Como é fácil de perceber sou apaixonada por roupa. Adoro conhecer as colecções mal são lançadas, gosto de passar tempo nas lojas a ver peças e a imaginar combinações. E como qualquer pessoa gosto daquela sensação boa de poder ter uma peça que quero muito. Melhor ainda quando a visto e muda o meu dia. Isto não acontece com todas as peças - diria que não acontece com 70% das coisas que tenho no armário - mas há umas que são mágicas. É difícil de explicar uma coisa que para mim é tão óbvia: há peças de roupa que me fazem sentir bem na minha pele, confortável, capaz e muito confiante. 

Por essas peças tenho um carinho especial, são quase um plano B para certos momentos. E por isso... tenho cuidados redobrados. Sabem que mais? Sou capaz de ficar de neura se por algum motivo se estragam. Ou se começam a ficar com um ar desgastado. A notícia de que há um detergente que pode mudar isso: prolongar o aspecto novo, dar suavidade aos tecidos é sempre ouvida com dupla atenção. 

 

Woolite Pro Care com Keratina garante isso mesmo: cuidado e longevidade para as nossas peças de roupa. 

Já todos ouvimos falar da keratina mas sempre associada ao mundo da beleza: já perdi a conta aos Verões em que o meu cabelo foi salvo por tratamentos que têm como base esta proteína. Agora foi a vez de por a minha roupa à prova e o Woolite Pro Care passou no teste.

 

IMG_2298.JPG

 

11
Jul17

Bye Bye Bad Hair Days - TRESemmé.

Ana Gomes

 

SAM_1164.JPG

 

 

Eu não sei se vocês têm produtos que "não vivem sem" mas eu tenho! 

E se há produto que eu acho que revolucionou a minha rotina de beleza foi o champô seco. Isto pode parecer um exagero mas sei que qualquer pessoa que "sofra" de raiz oleosa e pontas secas ( e que já tenha usado champô seco ) sabe do que falo. É raro o dia em que lavando o cabelo de manhã não chegue a meio da tarde a sentir a necessidade de fazer alguma coisa por ele. Ter o cabelo "esquisito" altera completamente o meu mood e infelizmente não posso ir todos os dias ao cabeleireiro ou perder muito tempo com styling em casa. O tempo escasseia ( e cada vez mais.. if you know what I mean ) e não é por isso que quero estar desleixada ou a sentir-me mal com o meu aspecto.  A verdade é que há vários anos que uso esta solução e era mesmo difícil comprar champô seco em Portugal ( sempre que ia a Londres ou alguma amiga ia até lá pedia um carregamento ! ).  

 

Mas felizmente - e finalmente - isso mudou! A partir de agora já podemos comprar champô seco anywhere! TRESemmé quer acabar com os nosso "bad hair days" e eu aplaudo a iniciativa! 

Mas afinal como funciona o champô seco? Simples! Este spray absorve o excesso de oleosidade e permite-nos espaçar as lavagens ou manter aquele look impecável de quem acabou de fazer um brushing. A cereja no topo do bolo? Para além da versão Fresh & Clean que tem essa função incrível a marca lançou o Voluminous Lock que para além de limpar ainda dá imensa textura e volume extra! Isto é perfeito para criar penteados ou simplesmente para quem adora ver as raízes mais levantadas ( guilty!! ).

 

E para quem possa achar que isto é super complicado de usar... não podia ser mais fácil : 

-Aplicar nas raízes ( mantendo uma distância de cerca de 25 cm );

- Massajar o couro cabeludo para ajudar na absorção;

- Pentear o cabelo para que fique solto e bonito! 

 

Simples, certo? 

 

Bye Bye Bad Hair Days

 

 

*post escrito em parceria com TRESemmé.

10
Jul17

Vai ficar tudo bem.

Ana Gomes

DSCF0273.JPG

 

Quando descobri que estava grávida tive um dos maiores momentos de introspecção e de dúvidas da minha vida.

Tentei explicar, com delicadeza, que cuidando com carinho e com amor da nova vida que crescia em mim, vivia simultaneamente um momento de muita incerteza. Eu... que sempre sonhava ter sido mãe não estava a conseguir lidar com a concretização desse sonho do qual já tinha desistido. 

 

Depois vieram os enjoos, veio um corpo em constante mudança, veio o repouso absoluto. Cada dia que passava tudo se tornava um bocadinho mais real. Mas nunca tão real assim... 

 

No dia em que a Vitória nasceu a sala de partos esteve algum tempo em silêncio. Não sei precisar a fracção de tempo : milésimos de segundos talvez... uma eternidade para mim. O meu novo coração de mãe gelou. 

Mas antes disso senti que seria a Vitória que me ia perder. Não tive medo de nada. Absolutamente nada. Pensei na minha mãe e agonizei o sentimento de uma mãe perder uma filha. Depois pedi ao pai da Vitória que me prometesse que seria bom e paciente com ela. 

Correu tudo bem e rapidamente se confirmou o que toda a gente diz : ser mãe é inato. Na verdade, ser mãe é um momento de aprendizagem constante, enquanto a bebé aprende a viver nós aprendemos a lidar com a nova vida. 

 

Falar da maternidade exige a minha maior sinceridade: não é fácil. É verdade que o nosso Eu se transforma, como se o Ser que vivia até então dentro de nós passasse a ter-nos dentro dele. E precisasse indiscriminadamente do nosso calor, do nosso carinho, da nossa atenção, do nosso alimento e da nossa segurança. Este sentimento é avassalador. Se por um lado a nossa vida tem um sentido e um propósito por outro lado exige que saibamos ser altruístas. Ou por outra, que lidemos bem com isso 24 horas por dia. E posso assegurar que nem sempre é fácil, nem sempre é bonito, nem sempre é simples ou descomplicado. Todos os dias sinto que a minha vida está em suspenso até poder voltar a ser vivida. Acredito que volte a ser uma aprendizagem. Nada será como antes : nunca mais. 

 

Pela primeira vez senti medo de morrer. Porque pela primeira vez senti que a minha existência poderia ser fulcral para o bem estar de outro ser. Quis-lhe explicar uma coisa que ainda não pode entender: vai ficar tudo bem. 

 

Todos os dias preciso de me deitar com a certeza de que a fiz sentir-se amada. Não só quando me devolve o sorriso mais doce do mundo mas também quando chora desesperadamente e não a sei consolar. Peço-lhe desculpa. Muitas vezes por dia. Especialmente nesses momentos em que quase perco o chão por não a saber tranquilizar. 

 

Meu Amor, tudo o que preciso que saibas é que não te poderia ter sonhado mais perfeita. 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D