Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

23
Mai17

O Mundo da Maternidade - 1.

Ana Gomes

IMG_9781.JPG

 

Aaaaah o mundo da maternidade. 

Aquele período que tiras para estar em casa a recuperar e a tomar do bebé, aquele momento em que vais ter tempo para organizar uma série de coisas pendentes. 

 

Aaaaaah o mundo da maternidade.

Aquele período que tiras para estar em casa a recuperar e a tomar conta do bebé, e até recuperas muita rápido... mas não tens tempo para coisa nenhuma e achas que se não tivesses pessoas a ajudar não conseguias sair da cama nem mudar o pijama sujo de leite. Coisas organizadas? ZERO! Cabeça? Em modo papa. 

 

A meio da noite lembro-me de coisas que tenho de tratar com urgência - e a urgência fica para outra altura. 

Dou todos os dias graças aos meus pais e ao Tiago pela ajuda e pelo apoio. E lá se vão levando as coisas :) 

A regra numero um tem sido não me por totalmente de parte, aproveitar que esta miúda até dorme bem para tomar uns banhos relaxantes e arranjar-me o suficiente para não dar cabo da auto-estima! Mal tenho ligado o computador e tenho a sensação que tudo fica a meio... e há sempre quem diga "dorme enquanto ela dorme" e lamento informar que isso nem é possível. Duas horas de intervalo parecem 10 minutos na minha "vida anterior". 

 

Para evitar que saia de casa os meus pais têm-se revezado nas idas à farmácia e eu tenho feito as compras não urgentes online. 

 

Depois do parto encomendei uma cinta para me ajudar a suportar as costas por causa da costura, um aspirador nasal para a Vi e mais alguns produtos da Medela para mim. 

Já conhecia a marca e já me tinham oferecido alguns produtos mas considero mesmo ULTRA importante para optimizar a maternidade. Mamilos de silicone, os absorventes para o soutien, o próprio soutien já para não falar da bomba ( tenho a super poderosa Swing Maxi Duo ) que tem sido determinante para conseguir levar avante o plano da amamentação ( falo-vos disso noutro post ). Fiz estas encomendas na Sweet Care que é uma loja online portuguesa de produtos de cosmética e bem-estar. As encomendas chegam num prazo de 24h depois de serem validadas o que dá imenso jeito! :) 

 

Num universo completamente diferente descobri a Rebento, uma loja online que tem imensos produtos de ecopuericultura, ou seja, dentro da filosofia com que mais me identifico. Já a tinha mencionado no Instagram e no Facebook e de lá comprámos para a Vi uma toalha de banho de bambu ( que é um avental que vestimos e que nos permite maior segurança ), uma chucha sem pega e o swadlle da Ergobaby. Já tínhamos comprado a banheira Shantala noutro sitio mas também se vende lá e o mesmo com o nosso carrinho : o GreenTom. 

Todas as dicas e partilhas são bem-vindas:) 

É que isto é literalmente sempre a aprender! 

 

 

 

19
Mai17

Vamos falar do parto?

Ana Gomes

IMG_9499.JPG

 

Sou mãe há exactamente uma semana. 

E passei praticamente 9 meses a pensar e a ter certezas absolutas sobre o parto e certas coisas da maternidade. 

Bom... na verdade eu não tinha a certeza do que iria acontecer ( claro ) mas tinha a certeza da minha vontade e de como a queria levar a bom porto. 

 

Antes de continuarem a ler o texto... gostava de deixar o meu conselho a mães grávidas e que estejam próximas da data do parto: não continuem a ler. A nossa história acaba bem ( estamos aqui as duas para a contar ) mas confesso que um dos meus maiores factores de ansiedade perante o dia "D" se prendeu com a partilha de experiências espontâneas que várias pessoas tiveram comigo : a cabeça começa a entrar em loop, pensamos: "eu não sei se aguento passar por isto" e por aí fora. Mais vale não ler, não ouvir, não saber e ser guiado pela equipa médica e pelo nosso instinto. E acreditem : o que na altura vos parecer horrível depois... esquece-se mesmo! 

 

Mas voltando a nós! A Vi estava encaixadinha para sair há bastante tempo, aliás, isso valeu-nos um internamento e várias semanas de repouso absoluto. Mas a última ecografia mostrava um bebé pequenino e que teimava em não engordar na barriguinha. Decidimos que, se a menina não nascesse até dia 11 de Maio, o parto seria provocado no dia 12. 

 

E assim foi. Fomos cedinho para a maternidade, malas no carro, coração aos pulos e umas lágrimas nos olhos. Fiz o caminho do Bairro Alto para a Expo junto ao rio e fui toda melodramática a imaginar que aquela seria a última vez que veria o mundo assim... sozinha. 

 

O parto foi induzido por uma enfermeira que durante TODO o processo me explicou tudo o que ia acontecer. Foi mesmo super atenciosa e detalhada ao longo do dia, explicou-me tudo o que iria sentir, o que se estava a passar e como me podia "defender". Foi também esta enfermeira que percebeu que a menina Vitória tinha recuado em relação ao dia anterior quando fui observada, conclusão: um trabalho de parto que se previa relativamente rápido...não iria ser. 

 

Abreviando a história e as várias horas que passei entre toques e CTG houve dois momentos em que as coisas se complicaram. E sim.. a meio da tarde já tinha pedido a deliciosa epidural, depois de ter rebolado muito na bola de pilates e de me ter contorcido um bocadinho na cama. Lembro-me de dizer ao Tiago que - no que a mim me dizia respeito - a Vitória seria filha única. Mas também sou obrigada a dizer que não me lembro em absoluto da dor que senti. A minha Mãe também já estava connosco quando as coisas se começaram a complicar : o primeiro desaceleramento cardíaco. Puseram-me a oxigénio e ajudaram-me a controlar a situação.

 

Sabem o que senti neste momento? Zero medo. Senti uma tristeza e um peso no coração por saber que a minha Mãe estava a assistir a tudo isto. Fiz-lhe sinal para sair do quarto e só pensava que nenhuma Mãe merecia assistir a isto. Foi neste momento que fiquei realmente nervosa e assustada.

Passado uma hora o cenário repetiu-se e a minha Obstetra - Dra. Ana Cristina Marques - explicou-me que não podíamos correr riscos e que teríamos de avançar para uma cesariana. 

A minha cabeça dizia Não! Já chegámos até aqui, fizemos tudo o que tinha de ser feito, eu não quero uma cesariana. Mas não precisei de verbalizar nada, durante vários meses eu manifestei a minha vontade de ter um parto normal, a Dra. sempre disse que esse era o caminho que iríamos levar, ajudou-me e esteve ao meu lado durante toda a tarde. Eu tinha de acreditar que aquela decisão era fundamentada ( como se dois momentos de susto não fossem o suficiente ). 

 

Seguimos para o bloco, eu desolada, a minha mãe a dar-me força, toda a equipa a motivar-me. Depois de tudo preparado deixaram o Tiago entrar no bloco e em pouco tempo a Vitória estava connosco. O meu mini bebé perfeitinho. 

Achei - não sei bem porquê - que não iria sair daquela sala de parto. A minha menina nasceu sufocada pelo cordão, a cesariana foi - sei-o agora - a decisão mais acertada. 

É obrigatório agradecer às pessoas que lutaram pelo direito do Pai estar presente na sala de partos durante a cesariana. Poder ter o Tiago ao meu lado, poder desabafar com ele, explicar o que sentia, termos o privilégio de agarrar na nossa menina mal nasceu... é um direito de ambos. Apesar da epidural consegui sentir tudo o que aconteceu e lembro-me de lhe dizer que estava a sentir que a nossa menina ia nascer e uns segundos depois do meu coração ter parado de bater fora do meu corpo ( os segundos das manobras que tiveram de ser feitas por causa do cordão ) a Vi estava entre nós os dois. 

 

A minha mini bebé nasceu no dia 12 de Maio, às 18.20 com 2,600kg e 46 cm. Para infelicidade de 90% da equipa médica não decidi mudar o nome para Francisca - em homenagem ao Papa que tinha acabado de chegar a Fátima. 

 

 

Obrigada Mamã por teres estado sempre do meu lado. Obrigada Ti por uma menina tão perfeitinha - e por não teres desmaiado na sala de parto. 

18
Mai17

Ekena Bay apresenta "Sonho de Verão" com Diana Monteiro.

Ana Gomes

Bem sei que este ano o Verão será super diferente para mim. 

Mas não é por isso que deixo de espreitar as sugestões das marcas que vou acompanhando! 

 

Já o ano passado partilhei convosco algumas sugestões da Ekena Bay e este ano não podia deixar de espreitar os novos modelos. Claro que fiquei super contente quando percebi que a protagonista da campanha era... a Diana Monteiro! 

Tenho a sorte de me divertir com ela algumas vezes e não dá para negar : ela tem um corpo incrivel! Claro que não há um único modelo que não lhe fique a matar... e gosto especialmente do modelo de fato de banho preto com detalhes em rede. Tão simples e tão sensual ao mesmo tempo! 

 

Deixo-vos com algumas imagens da campanha e com o vídeo... para quem como eu está em modo "casa" podemos sempre ir sonhando com dias de praia assim! 

 

Ah... e sabiam que se explorarem o site da marca vão encontrar modelos de fatos de banho e bikini para vários tipos de corpos? Foi esse o detalhe que mais me chamou a atenção na marca e que me deixa sempre contente por perceber que há cada vez mais opções para todas :) 

IMG_1559ed.jpg

Diana.jpg

 

IMG_1121ed.jpg

 

IMG_1227ed.jpg

 

IMG_1290ed.jpg

 

 

IMG_9122.jpg

 

16
Mai17

A minha ausência está mais do que justificada não é ?

Ana Gomes

IMG_9615.JPG

 

Esta minha ausência está mais do que justificada não é? 

 

Nos minutos que vão "sobrando" tento ver umas mensagens, devolver chamadas, ver uns emails e não perder o fio à meada. Mas claro que tenho noção que vai ficar muita coisa pelo caminho : não importa! É que não importa mesmo nada. 

 

Para já o que vos posso dizer é que a maternidade é tudo aquilo que vos disseram. Isso mesmo... tudo! Maravilhoso, terrível, delicioso, aterrador, apaixonante, complexo. 

 

Nem sei bem o que nos acontece, ou que me aconteceu, que ainda ontem estava a olhar para ela e só pensava: é minha filha... minha... filha. Num misto de espanto e de certeza. 

 

Não há como mentir. Apesar de ser mágico - se pensarmos que vimos esta bebé pela primeira vez como um ponto de luz que piscava num ecrã e que agora é uma pessoa pequenina - é também uma dor constante, uma preocupação e um medo sem fim. E parece que não melhora... só se altera. 

 

Ainda é cedo para poder dar conselhos, dicas ou recomendações. Mas o pouco que aprendi nestes dias é que o mais saudável é não criar expectativas. Aceitar as coisas como elas são e tentar fazer delas o melhor que podem ser. Todos os dias são uma Vitória e no nosso caso é mesmo isso... literalmente! 

 

Obrigada pelo carinho, pelas mensagens, pelo apoio e por toda a energia positiva! 

Obrigada a todos os tios "virtuais", a todas as marcas e a todos os que nos têm enviado as coisas mais giras que fazem desta miúda uma verdadeira princesa! Imaginam a quantidade de fotos que enchem o meu telefone? Ela um dia vai ver isto tudo ;) 

 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D