Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

24
Nov16

Anemia: a importância do rastreio.

Ana Gomes

 

20161117_0026.JPG

Na sequência do meu envolvimento como Embaixadora Mudar a Anemia estive presente num evento onde falámos a abordar vários aspectos importantes sobre o tema. 

 

Antes de nos sentarmos para analisar alguns dados e falar sobre alimentação e suplementos, voltámos a fazer o teste - o mesmo que poderão fazer no próximo dia 26 - e conclui que apesar dos meus valores relativos à Anemia estarem dentro dos limites, as minhas reservas de ferrítina estão em baixo. 

Passei esta informação à minha médica ( que está a acompanhar a gravidez ) e ela decidiu que valia a pena fazer uma análise ( recolha de sangue ) e perceber se seria necessário aumentar o suplemento de Ferro ( que é aconselhado em todas as gravidezes ). 

 

Em qualquer altura o controlo da Anemia é essencial - já que os sintomas são bastante comuns e tendemos a desvalorizá-los - mas durante uma gravidez a deficiência de Ferro pode ter consequências bastante complicadas para o desenvolvimento do feto. 

 

Relembro que a Anemia se caracteriza por ser uma carência de ferro que provoca alguns ( ou todos ) estes sintomas : Fadiga, Queda de Cabelo, Falta de Concentração, Dores de Cabeça, Irritabilidade e Palidez.

 

Podem esclarecer dúvidas e procurar mais informações no Anemia Working Group (AWGP) seguindo este link de facebook.  No âmbito  do Dia da Anemia a 26 de Novembro, vão ser realizados rastreios no Centro Comercial Colombo e Arrábidashopping e é uma oportunidade perfeita para perceber como andam esses níveis! 

 

Vamos todos lutar e construir uma #umasaudedeferro .

 

 

Post escrito em parceria com AWGP. 

 

20161117_0033.JPG

 

 

 

20161117_0066.JPG

 

20161117_0068.JPG

 

23
Nov16

Inspiração Natalícias - H&M Home.

Ana Gomes

PR_9606_02_PT_sRGB_300dpi.jpg

Acham que ando com muito espírito natalício? 

Bom... na verdade cá em casa nunca há grandes decorações. O ano passado arrisquei numa mini-árvore e este ano decidi por uma faixa de luzinhas : mais por achas piada do que por me lembrar o Natal. Mas nunca deixei de gostar de decorações e a verdade é que já vamos no segundo post com inspirações e ideias. 

Hoje trago-vos alguns destaques do lookbook da H&M HOME e algumas das minhas peças preferidas. Acho que era bem capaz de ter aquele sofá cor-de-rosa com aquelas almofadas de glitters o ano todo ahaha. 

E essas decorações? Já andam inspirados? :)PR_9606_01_PT_sRGB_300dpi.jpg

PR_9606_03_PT_sRGB_300dpi.jpg

PR_9606_05_LS_sRGB_300dpi.jpg

PR_9606_06_LS_sRGB_300dpi.jpg

 

 

PR_9606_07_LS_sRGB_300dpi.jpg

 

PR_9606_09_LS_sRGB_300dpi.jpg

 

D00 0326276 011 40 6984.jpg

D00 0427992 001 90 7035.jpg

D00 0430128 002 10 6995.jpg

D00 0430721 001 60 6664.jpg

D00 0437631 001 20 6989.jpg

D00 0437813 002 10 5712.jpg

D00 0437820 002 20 7433.jpg

 

23
Nov16

Passatempo American Tourister :

Ana Gomes

PROD_COL_66983_2608_FRONT34_1.jpg

 Têm férias marcadas? Ou... vão passar o Natal a casa de algum familiar? 

Bom, na verdade não é necessário que tenham nada marcado. Há sempre um dia em que vamos... e quando vamos temos de ter mala! 

A minha aliada das viagens tem sido a American Tourister e temos esta belezura para oferecer a um leitor sortudo. 

As regras do passatempo são muito simples e o sorteio é feito no random.org. 

A mala será na cor da imagem - Skydiver Blue, peso 2,7kg e é 100% poliprolipeno! Extra resistente e segura faz parte da colecção Lock'n'Roll da American Tourister e tem um pvp de 145€.

 

Resultado Passatempo:

 

Captura de ecrã 2016-12-14, às 22.18.25.png

Captura de ecrã 2016-12-14, às 22.18.37.png

Captura de ecrã 2016-12-14, às 22.18.47.png

 

22
Nov16

PLUME SILK - Feito em Portugal.

Ana Gomes

2bc815bef217e8f71e61b3719bbd6d1f.jpg

 

 

 

 

 

 

Com a novidade "baby" a acontecer na minha vida, tive de começar a pensar numa solução para a minha casa. 

 

Infelizmente a casa onde vivo não é suficiente nem tem grandes condições para receber mais um habitante e tendo em conta que é "alguém" tão especial... é mesmo preciso mudar! 

 

Não tem sido uma tarefa fácil: por um lado assumir que vou ter de sair da MINHA casa que VENERO, e por outro encontrar uma solução. 

Ainda assim tenho andado não só à procura de casa como de várias opções e soluções de decoração e coisas para a casa. 

57f1dceaa771d6ad1e119aa73b8d4b7e.jpg 

Tenho descoberto coisas verdadeiramente incríveis e de sonhar e acima de tudo tenho descoberto uma série de marcas portuguesas verdadeiramente incríveis: em beleza e qualidade. 

 

A Plume Silk foi uma dessas descobertas! Fiquei com imensa vontade de deitar as minhas toalhas todas fora e comprar TUDO novo. É que como vos disse ando numa onda muito mais "minimalista", de básicos, peças com qualidade e tons neutros... e naturalmente que isso é transversal também à casa. 

E foi precisamente isso que encontrei na marca. Com aquela maravilha que é o selo "português". 

 

Acabei por não resistir e comprar uma capa de edredon e umas fronhas... mas estou a ser uma menina linda e continuam embalados e só serão estreados na casa nova. Vejam-me bem estas mantas e tentem não ter vontade de ir para o sofá e ficar aqui enroladinhos.  Quero fazer o reset no sitio certo e com as peças certas! 

85a0061118f649cb3265a3332164c368.jpg

Podem espreitar a loja online neste link

 

Facebook: https://www.facebook.com/plumesilk/

Instagram: https://www.instagram.com/plumesilk/

Pinterest: https://pt.pinterest.com/plumesilk/

 

 

21
Nov16

A minha gravidez - I

Ana Gomes

8edb2c58a4c21603569ecc4152c443c3.jpg

 

 

 

Ponderei muito antes de escrever este texto. 

Sei que estou sujeita a várias criticas e julgamentos. Só espero continuar a ter força psicológica para lidar com isso. 

Antes de continuarem a ler é importante que saibam que existe um amor bonito. Que existe muita responsabilidade e todo o compromisso de fazer tudo o melhor possível. E que foi sempre assim,apesar de tudo. 

 

Decidi escrever este texto porque decidi que a minha gravidez deveria fazer parte deste blog. Se ele é sobre mim e a gravidez é o meu estado actual outra coisa não faria sentido. Falo de praticamente tudo porque... acho que talvez existam mais pessoas a sentir o que senti e porque acho que é mais importante aceitar os sentimentos dos outros do que viver a julgar. 

Naturalmente que o que mais ouvi foi : devias ter vergonha. Ou : não digas isso. 

 

Mas disse. 

 

A minha gravidez não foi planeada. Para ser completamente sincera também não foi um acidente completamente imprevisível. A verdade é que aconteceu. 

Suspeitei que alguma coisa de diferente se passava porque estava com um atraso na menstruação : mas isso nem era de estranhar. Nos treino do ginásio sentia-me muito fraca, cansada e pouco disponível. Basicamente o meu corpo estava-me a pedir para ser branda. 

Depois sentia muita fome. Uma fome anormal e real. Comia e tinha fome de mais alguma coisa. 

O sinal que me fez de facto fazer um teste foram as tonturas. Sentia-me frequentemente tonta e sem muita força. 

Decidi adiar ao máximo mas lá fui à farmácia e fiz um teste: negativo. 

O alivio! Mas a pergunta: ora.... eu não me ando a sentir bem por isso algo se passa.

 

Marquei uma consulta com a minha ginecologista para perceber o que se passava. Depois de alguma observação o palpite dela foi que o meu stress e a minha ansiedade estariam a provocar estas alterações mas que deveríamos fazer um despiste de sangue.  

 

O resultado saiu e apesar de um pouco dúbio ( os valores eram muito baixinhos ) os indicadores da gravidez estavam lá. Fiquei em pânico. Recebi os resultados do exame no e-mail minutos depois de saber que a minha colaboração com a RFM - no Café da Manhã - ia terminar e não podendo comparar as duas coisas senti que a minha vida estava a mudar e que estava completamente fora do meu controle. Lembro-me da Joana Cruz estar a falar comigo no bar, a dizer que não devia desistir de fazer alguma coisa: na rádio ou na tv... porque não? E eu só pensava que nada era possível se tudo se confirmasse ( o disparate...) 

 

Falei com um amigo ginecologista, enviei os resultados, procurei saber onde estava a minha médica e fui de imediato ter com ela ao hospital. Foram 2 horas de espera muito confusas. Eu não estava a saber lidar com aqueles resultados, não estava a querer admitir que aquele valor podia evoluir, não queria estar a viver aquele momento. 

 

Importa fazer um pequeno parênteses neste momento: desde os 18 anos ( tenho 28 ) que sonhava ser mãe. Há uns tempos essa vontade desapareceu. Não consigo explicar. Há aqui um certo "egoísmo". Finalmente sentia-me bem comigo mesma, sentia-me capaz de agarrar a vida, com imensa vontade de aceitar desafios e acima de tudo viver as oportunidades. Um filho ia alterar esses planos. Importa também partilhar que a primeira vez que pensei engravidar e que isso não aconteceu senti-me completamente falhada. 

É curioso: quando engravidei deveria-me ter sentido finalmente completa, realizada e agora sim: capaz. 

 

Mas não foi nada disso: senti-me perdida, insegura, dorida, pequenina e encurralada. Sim... passou-me tudo pela cabeça. Chorei muito. Por tudo: mas essencialmente por não querer sentir nada do que estava a sentir. 

 

Ainda não parei de sentir medo. Ainda não parei de sentir uma grande confusão. Mas o mais engraçado é que ainda não parei de me sentir mais forte. Lembro-me de um dia estar a chorar em cima da cama e de pensar: eu consigo. Eu tenho de conseguir. Perguntei-me se conseguiria fazer isto sozinha, respondi-me que Sim e o Amor começou ali. 

 

Procurei alimentar-me bem desde o dia em que soube. Abrandei no exercício físico ( lá iremos ), disse adeus ao copo de vinho e a todos os alimentos potencialmente perigosos. Adormeço no sofá antes do dia virar e mal tenho conseguido pegar no computador. Finalmente os enjoos abrandaram muito! Faço muitas caminhadas e tenho tentado fazer do yoga o meu melhor amigo. Ainda não comprei rigorosamente nada. Pelo contrário: tenho-me tentado libertar do máximo de coisas para ter espaço livre - em mim e em casa. 

 

É claro que mudou muita coisa na minha vida. Mas as grandes mudanças ainda não estão perto de chegar. 

 

Agradeço SINCERAMENTE todo o carinho que tenho recebido nos últimos tempos. As mensagens, os e-mails, os comentários no Instagram e no Facebook. Senti - mais do que nunca confesso - um carinho enorme e uma força positiva que de certa forma tornaram isto um bocadinho mais fácil! 

 

21
Nov16

OYSHO SS2017.

Ana Gomes

SRG_8031.jpg

 

Estamos longe do Verão ( muitos suspiros ) e hoje está um dia particularmente feio!

Chuva, frio e um vento chatinho que - juro - não estavam nas previsões meteorológicas do meu I-Phone.

 

Para "piorar" a situação recebi estas fotos do dia do press day da Oysho: estava um dia de sol LINDO e adivinhem... a colecção apresentada era a da próxima Primavera/Verão.

A marca volta a não desiludir.

A linha de desporto continua a ser motivadora, já pudemos ver alguns bikinis e os modelos são mesmo giros, a lingerie é incrível, e as peças de "andar por casa" dão cada vez mais vontade de usar na rua. 

Mas para verem isto tudo basta ir baixando a página e espreitar nos charriots. 

 

 SRG_8054.jpgSRG_8083.jpg

 

SRG_8057.jpg

 

SRG_8064.jpg

 

 

 

SRG_8032.jpg

 

SRG_8041.jpg

 

 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D